domingo, 4 de setembro de 2016

Entrevista com Daniela Garcia Mesquita, autora de Mamija, uma desvairada a caminho da iluminação

ENTREVISTA:

Conexão Literatura: Poderia contar para os nossos leitores como foi o seu início no meio literário?

Daniela Garcia Mesquita: O momento em que vi que tinha algum dom para a escrita foi na escola, bem pequena, quando eu mal sabia a tabuada do cinco, mas por outro lado tirava dez em redação. Ao invés de me sentir derrotada por não saber o que era uma hipotenusa, acatei o fato de ser boa em escrever e isto foi fundamental para não me sentir um zero à esquerda na auto-estima intelectual.

Conexão Literatura: Você é autora do livro "Mamija, uma desvairada a caminho da iluminação". Poderia comentar?

Daniela Garcia Mesquita: O livro começou quando fiz um retiro de dez dias de meditação. Um retiro de silêncio absoluto, onde não se podia sequer olhar nos olhos do outro. Aquilo fez com que minha mente turbilhasse de ideias e vontade de escrever sobre tal esta experiência pela qual eu estava passando, mas com um viés sarcástico e um certo tempero de humor, pois nem eu acreditava que estava ali por livre e espontânea vontade.

Conexão Literatura: Você conseguiu a publicação do seu livro por crowdfunding (Catarse-me). Conte pra gente como foi a campanha.

Daniela Garcia Mesquita: Eu gravei um vídeo com meu celular, onde o melhor cenário de fundo era a cortina do meu banheiro. Foi bem espontâneo, bem natural. Falei com meu coração e alma e em muito menos tempo do prazo estipulado consegui arrecadar a verba para viabilizar meu livro. Foi bem legal e o feedback dos que apoiaram foi maravilhoso. Com as críticas, vi que não era louca e nem a única a achar meu livro bem engraçado e divertido.

Conexão Literatura: Muitas obras carregam um pouco da vida pessoal do autor. Isso aconteceu com o seu livro?
Daniela Garcia Mesquita
Daniela Garcia Mesquita: Moro em uma ilha que atrai muita gente “paz e amor”, muita gente “ gratidão” e convivo diariamente com esta tribo. Curto demais, mas não perco a chance de brincar com quem resume tudo a um “namastê” ou a um “gratidão”. Sou muito do mundo, de nenhuma tribo específica. Não curto rótulos, pois sou um tipo de “ metarmofose ambulante”, pois jamais me encaixaria “ naquela velha opinião formada sobre tudo”. Por outro lado, frequento retiros, tenho pós-graduação em Naturopatia, uma pousada em Fernando de Noronha e tento viver um tanto quanto fora de todo este sistema e industrialização. A Mamija tem muito de mim, desta vertente de não pertencer a estereótipo algum, mas por outro lado, respeito todas as tribos. Gosto de meditar, de alimentação natural, da natureza, mas também amo Nova York, Europa e alta tecnologia.

Conexão Literatura: Poderia destacar um trecho do seu livro especialmente para os nossos leitores?

Daniela Garcia Mesquita: “Até que enfim estou em casa, mas não sem antes ser atacada pela Seresmina. O adestrador diz que eu tenho que usar energia para dominá-la. Para mim a gente usa energia é pra acender lâmpada, abajur, esquentar o chuveiro, não para acalmar cachorro. Daqui a pouco ele vai dizer para eu meditar com este saco de pelos ensandecido. Vai me mandar ensiná-la a fazer “ômm” ao invés de “au-au”. Cachorro é para proteger a casa e pronto. Não para ficar fazendo yoga no jardim”. 

Conexão Literatura: Se fosse para você escolher uma trilha sonora para o seu livro, qual seria?

Daniela Garcia Mesquita: Qualquer música de mantra, rock and roll, Stones ou meditação.

Conexão Literatura: Para quem você indicaria a leitura de "Mamija, uma desvairada a caminho da iluminação"?

Daniela Garcia Mesquita: Para as mulheres, acho que elas ririam mais, pelo menos por enquanto é cem por cento do meu público. Para quem curte dar risada e quer relaxar diante de tanta coisa séria e absurda que somos obrigados a presenciar. É um livro para se divertir de verdade. Teve gente que me falou que é impossível ler a Mamija em ônibus, pois ri-se tanto que não tem como conter as risadas. Eu acho muito bom este retorno. Me acho menos louca, pois tem gente entendendo o que estou contando.

Conexão Literatura: Como os interessados deverão proceder para adquirir o seu livro?

Daniela Garcia Mesquita: o livro físico é vendido através do site http://danielagarciamesquit.wix.com/mamija e o virtual no https://www.amazon.com.br/dp/B01EK6D5N8

Conexão Literatura: Existem novos projetos em pauta?

Daniela Garcia Mesquita: Ah, existem vários anotados no caderninho, mas em prática estou escrevendo um sobre os caminhos de Santiago de Compostela, que fiz duas vezes e anotei tudo. Agora vou contar de uma forma real e engraçada, pois só vejo livros onde o relato é cósmico, espiritual e muito perfeitinho. O caminho não é bem assim e tenho a intenção de colocar um tempero de humor negro nesta narrativa. Não e fácil e isto tem que ser contado.

Perguntas rápidas:

Um livro: Mamija ( rssss)
Um (a) autor (a): Rubem Alves
Um ator ou atriz: Johnny Depp nos filmes de Tim Burton.
Um filme: O fabuloso destino de Amélie Poulain, dirigido por Jean-Pierre Jeunet
Um dia especial: Hoje é sempre o dia mais importante da minha vida.

Conexão Literatura: Deseja encerrar com mais algum comentário?

Daniela Garcia Mesquita: Somente agradecer a todos que vêm apoiando meus livros. Mamija é meu segundo publicado. O primeiro foi sobre os bastidores de Fernando de Noronha, onde morei por 14 anos. É bom demais escrever e ver que você está no caminho certo, no caminho da história que veio para ser nesta vida. E eu só tenho a agradecer e continuar escrevendo, pois é isto que me faz plena e feliz. 

Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Baixe a Revista

baixar

E-mail: contato@fabricadeebooks.com.br

>> Para participar das edições: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Assista ao vídeo

INSCREVA-SE---->

Anunciante:

Anuncie e Publique Conosco

Posts populares

Inscreva-se e receba nossas novidades por e-mail:

Drago Editorial

LIVRO: JÚLIA

LIVRO: AS CRÔNICAS DO AMANHECER

LIVRO: NÃO É COM VINAGRE QUE SE APANHAM MOSCAS

LIVRO: DOIS ANJOS E UMA MENINA

REVISÃO DE TEXTOS

REVISÃO DE TEXTOS
Revise o seu texto conosco.

Gostou do nosso trabalho?

Passaram por aqui


Labels