quarta-feira, 7 de setembro de 2016

O jeito Stanislaw de ser


Stanislaw Ponte Preta, ou simplesmente Sérgio Porto, cronista de mão cheia e com humor ácido e certeiro com os leitores, um jeito sutil de transmitir suas ideias que me faz lembrar outro escritor que sou fã, Douglas Adams, autor consagrado da série “O guia do mochileiro das galáxias”. 

Em seu livro, “O melhor de Stanislaw Ponte Preta”, notamos crônicas muito bem trabalhadas e de uma escrita única e bem firme com o humor desbocado dos seus personagens. 

Sérgio Porto criou personagens incríveis e inigualáveis, impossível descrever apenas um, todos eles tem jeitos e uma identidade única para agradar todo tipo de leitor. Ah! Sempre com uma dose extra de sarcasmo.

Crônicas são um dos meus gêneros literários favoritos e fiquei maravilhado com essa obra, lembrando que esse livro é edição de 1976! Nem sonhava em nascer rs. Fico imaginando por quantas mãos esse livro passou, afinal, peguei emprestado na biblioteca. 

São crônicas curtas do qual indico para ser apreciado em um final de semana tranquilo, para aqueles que buscam um livro com humor inteligente, essa obra é mais que recomendada.
Compartilhe:

17 comentários:

  1. Olá
    Nossa, faz muito tempo que não ouço esse nome.
    Tao bom esse resgate e trazer aos novos leitores, escritores tão bons e que fizeram história.
    Parabéns. Espero que encontre mais livros assim e nos traga resenhas e dica, para lermos em seu blog.
    Bj

    ResponderExcluir
  2. Olá
    Eu gosto muito de ler Crônicas, mas tenho poucos livros voltados para esse gênero, já conhecia esse grande nome,mas ainda não tenho livro dele, mas já li algumas de suas crônicas. Adorei conhecer mais sobre a trajetória dele. Espero ter a obra dele aqui em casa. Até mais vê
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Olá!!

    Simplesmente adoro a obra do Stanislaw Ponte Preta e foi muito bom ver esse post dele!! Adorei.
    As crônicas são excelentes!!
    Parabéns pelo post!!

    Fernanda
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oiii, tudo bem?
    Quanto tempo que eu não escutava esse nome :o gente do céu, sou completamente apaixonada por crônicas e adoraria ter a oportunidade de lê-las.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Oi Rafael!
    Não sou muito chegado em livros de crônicas ou poemas não. Prefiro ler eles soltos, tipo, dois ou três no máximo. Quando leio um livro inteiro disso, acabo ficando saturado, por mais leves que os textos possam ser, por isso, infelizmente, a dica não dá, mas fico feliz que tenha gostado :)

    Abraços
    David
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá!

    Há tempos que não ouço falar dele. Adoro crônicas e sempre que posso leio uma coletânea. Como faz tempo que não leio crônicas, vou dar uma olhada nesse livro na biblioteca do meu bairro, vai que eu gosto.

    ResponderExcluir
  7. Oie, nunca li nada do autor mas realmente é uma obra bem falada. Gostei de saber que é um estilo leve e gostoso de ler. obrigada pela dica.

    ResponderExcluir
  8. Oi,
    Infelizmente nunca li nada do autor, mas gostei bastante o que o blog fez, trazendo boas lembranças.
    Parabéns pela iniciativa
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oi,
    Nunca li nada do autor e adorei conhecer melhor a sua vida e suas obras!!
    Bjs!
    Fadas Literárias

    ResponderExcluir
  10. Oiii!!

    Eu não conhecia esse autor e nem sabia desse mundo de crônicas e olha que eu gosto.
    Gostei muito da sua resenha e já anotei a dica!

    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Preciso confessar que o que mais me chamou a atenção na postagem foi o fato de você pegar um livro de 1976 na biblioteca. Fiquei pensando por quantas mãos ele já passou, quantas histórias que ele já não ajudou a criar ou recriar já que crônicas sempre remetem o leitor a uma grande reflexão... Fiquei um tempão pensando nisso!
    Não sou fã de livros de crônicas, e como gosto de ler elas com bastante calma não seria um livro certo para que eu pegasse emprestado. Mesmo assim, quero conhecer a escrita do autor :)
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  12. Oi
    Tudo bom?
    Não conhecia o autor, mas gosto de crônicas e gostei do que vc falou!
    Vou dar uma olhada se tem na biblioteca da universidade...
    Ótima dica, obrigada!
    Bjos

    ResponderExcluir
  13. Olá Rafael!!!
    Tudo bem??
    Eu não sou muito fã de crônicas, mas uma vez ou outra leio algo :)
    Não conhecia o autor e achei interessante que você gostou dele e trouxe para que mais pessoas conhecessem, quem sabe um dia leio algo dele :D

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Não sou muito de ler crônicas, mas é sempre bom ter um material assim onde você encontra só as melhores de um autor. Muito bom pra quem não é tão fã assim, poder conhecer.
    Abraços
    www.viciadosemleitura.blog.br

    ResponderExcluir
  15. Oie
    eu não costumo ler crônicas mas gosto quando leio, acho muito legal alternar cronicas entre leituras, ótimo post

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. OOi!
    Não curto muito crônicas, quase nunca me deixam envolvida. :(
    Ainda assim, gostei bastante da postagem.

    Beijoos!

    ResponderExcluir
  17. Oie
    Confesso qe não sou muito de ler crônicas, por isso não conhecia o autor.
    Achei muito legal esse post.
    Obrigada pela dica e apresentação :D

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: contato@fabricadeebooks.com.br

>> Para participar das edições: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Anuncie e Publique Conosco

Anunciante:

MENTES ADOLESCENTES

Posts populares

Inscreva-se e receba nossas novidades por e-mail:

Drago Editorial

FARO EDITORIAL

LIVRO: NARRATIVAS DO MEDO

REVISÃO DE TEXTOS

REVISÃO DE TEXTOS
Revise o seu texto conosco.

Gostou do nosso trabalho?

Passaram por aqui


Labels