quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Pedro Irineu Neto comenta sobre seus livros e futuros projetos

Pedro Irineu Neto
Pedro Irineu Neto nasceu em Recife, em 21 de Setembro de 1988. É advogado, formado em Direito pela UFPE em 2012. Leitor assíduo de grandes clássicos da literatura brasileira e universal, como Baudelaire, Guimarães Rosa e Machado de Assis, estreou na cena literária com o romance Pelas Mãos das Suas Amadas, pelo qual concorreu ao Prêmio Machado de Assis de Literatura, no ano de 2013, além de obter boa crítica por parte do público pernambucano, com apenas 6 meses de publicação. Em maio de 2014, lançou o seu segundo livro: Mulheres de A à Z – Ou Fragmentos de Casos que poderiam ter sido Romances. Atualmente trabalha em seu novo romance policial, "Das Überheil", com previsão de publicação em 2016, em formato digital, e em 2017, em formato físico.

ENTREVISTA:

Conexão Literatura: Poderia contar para os nossos leitores como foi o seu início no meio literário?

Pedro Irineu Neto: O meu início no meio literário foi como leitor das consideradas grandes obras ou obras clássicas. Costumo dizer que um bom escritor é antes de todo um assíduo leitor, acho que esse seja um bom ponto de partida. Do passo de leitor à escritor, deu-se alguns bons anos escrevendo livros que nunca chegarão a ser publicados ou que até mesmo já se perderam, mas que serviram ao propósito de aperfeiçoamento da minha escrita. Quando decidi publicar meu primeiro romance, claro que fiquei apreensivo, mas, por outro lado, também senti que estava pronto e que valia a pena publicá-lo. O tempo mostrou que eu estava certo, embora, como escritor iniciante, também tenha cometido alguns erros, como não ter tido mais cuidado com a revisão ortográfica. De toda forma, foi o momento inaugural no meio literário, ainda que eu ainda me considere um outsider nesse meio, tendo que comer muito feijão com arroz para estar no centro dele.

Conexão Literatura: Você é autor dos livros "Pelas mãos das suas amadas" e "Mulheres de A à Z - Ou fragmentos de casos que poderiam ter sido romances". Poderia comentar?
 
Pedro Irineu Neto: Em se tratando de gêneros, o Pelas mãos das suas amadas é um romance policial, com toques de drama, enquanto o Mulheres de A à Z é um livro de contos, crônicas e poesias que envolvem o relacionamento do Eu Lírico com as Mulheres. Em comum, ambos tratam de questões como amor, afetividade, sensualidade, de forma que há certo paralelo temático entre as obras. 

Conexão Literatura:  Como foram as suas pesquisas e quanto tempo demorou para escrever seus livros?

Pedro Irineu Neto: Honestamente, eu não fiz muitas pesquisas para as minhas obras. O meu material de dados foi a minha própria vivência e sensibilidade sobre alguma das questões abordadas nelas. Não que eu já tenha vivido muito, mas a questão da vivência e da sensibilidade também nada tem a ver com a quantidade de anos vividos. Pode haver pessoas que, mesmo adultas, já estão tão absorvidas pela rotina que já nem sente mais, ou simplesmente deixaram de viver, e jovens, que mesmo tenha tido uma única experiência, vivem-na e sentem-na de tal forma que já podem falar sobre ela como maturidade. Além disso, eu também não tenho pretensão, nas minhas obras, de passar verdades ou ensinamentos - ainda que já tenha ocorrido de leitores extraírem isso delas. Meu intuito é apenas fazer arte, contando uma boa estória.

Conexão Literatura: Poderia destacar um trecho de cada um dos seus livros especialmente para os nossos leitores?
 
Pedro Irineu Neto: No Pelas mãos das suas amadas, eu gosto bastante logo da primeira cena, em que ocorre o assassinato da primeira vítima. Acredito que a narrei de forma que já prende a atenção do leitor e o chama para dentro da trama. Ela é dinâmica, mas ao mesmo tempo poética, e repleta de detalhes, distribuídos em uma boa cadência durante a narração da cena. Quanto ao Mulheres de A à Z, eu realmente não consigo destacar uma letra que seja a minha preferida, embora goste bastante, e seja opinião compartilhada por alguns dos meus leitores, de Beatriz e a Ideia de Beatriz, Inácia e o Tédio de uma cidade do interior, Maria e o Amor Infinito, Quitéria e o Antiquário, e Zoraida, a Anciã.

Conexão Literatura: Como os interessados deverão proceder para adquirir os seus livros e saber um pouco mais sobre você e o seu trabalho literário?

Pedro Irineu Neto: Meus livros estão disponíveis tanto em formato digital, pela Amazon, e em formato físico, nas principais livrarias do país. Além disso, é possível adquirir diretamente comigo, já com dedicatória, entrando em contato comigo através de mensagem pela minha página no facebook como escritor “Pedro Irineu Neto”.

Conexão Literatura: Existem novos projetos em pauta?

Pedro Irineu Neto: Sim, pretendo publicar outro romance que, dessa vez, abordará tramas políticas dentro do curso da História que podem afetar e determinar a vida de milhares de pessoas sem que essas sequer consigam imaginar essas tramas. Nesse contexto, um detetive apaixona-se por uma atriz que é sequestrada em razão de uma trama articulada, durante a Segunda Guerra Mundial, para mudar o jogo de forças políticas do Brasil, através de alianças poderosas e até mesmo impensáveis. Essa alianças aproveitam-se das ideias de superioridade para mascarar suas reais intenções, através de um plano denominado de Das Überheil, que também dá o título ao romance. O lançamento em formato digital ainda ocorrerá em 2016, mas em formato físico, a previsão é para o próximo ano.

Curta a fanpage do autor, acesse: https://www.facebook.com/escritorpedroirineuneto
 
 
Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Baixe a Revista

baixar

E-mail: contato@fabricadeebooks.com.br

>> Para participar das edições: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Assista ao vídeo

INSCREVA-SE---->

Anunciante:

Anuncie e Publique Conosco

Posts populares

Inscreva-se e receba nossas novidades por e-mail:

Drago Editorial

LIVRO: JÚLIA

LIVRO: AS CRÔNICAS DO AMANHECER

LIVRO: NÃO É COM VINAGRE QUE SE APANHAM MOSCAS

LIVRO: DOIS ANJOS E UMA MENINA

REVISÃO DE TEXTOS

REVISÃO DE TEXTOS
Revise o seu texto conosco.

Gostou do nosso trabalho?

Passaram por aqui


Labels