quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Marcio Muniz comenta sobre o seu livro Amor, Somente Amor (Drago Editorial)

Marcio Muniz
Carioca, 39 anos, romântico incorrigível e escritor por vocação desde os 12 anos de idade. Com formação técnica na área de eletrônica e também formado em Administração, o autor atualmente é pós graduando em Gestão de Pessoas e Gestão de Projetos. Publicado em 18 antologias com poemas e contos de diversos gêneros. Atuou como antologista nas antologias “Escritores Malditos – melhores contos e crônicas” – e Grandes Poetas do século XXI”. Vencedor do concurso de poesias do Circuito itinerante de poesias dos bairros cariocas em 2015. Teve uma poesia participando da exposição “Poesia Agora” também em 2015 no Museu da Língua Portuguesa. E ainda é autor do livro de poesias “Vida e Verso em Prosa”, publicado de modo independente e também autor do livro de contos “Encontros como o amor” publicados em 2014.

ENTREVISTA:

Conexão Literatura: Poderia contar para os nossos leitores como foi o seu início no meio literário?

Marcio Muniz: Eu escrevo desde muito jovem, mas meus textos sempre ficaram restritos a eventos entre amigos e minhas gavetas. Apenas em 2014, incentivado por amigos, decidi enviar uma poesia para tentar participar de uma antologia e deu certo. Daí, decidi participar de outra e mais outra, enviar alguns originais para algumas editoras e as coisas foram acontecendo. Já nem esperava mais trilhar uma “carreira literária”, era mesmo a realização de um sonho particular e confesso que cheguei além do que imaginava, ainda que este além esteja aquém do que um dia quem sabe eu possa chegar.

Conexão Literatura: Você é autor do livro "Amor, somente amor” (Drago Editorial). Poderia comentar?

Marcio Muniz: Sim, este é meu primeiro romance publicado e com certeza tenho muito orgulho dele. A ideia do livro surgiu de uma cena que vi dentro de um ônibus aqui no RJ, um menino mal vestido, negro que fazia malabarismos diante de um carro de luxo em um semáforo para ver se arrumava uns trocados. Por um segundo aquela discrepância ficou na minha mente e eu senti a necessidade de falar sobre aquilo, sobre as diferenças que andam tão próximas e ao mesmo tempo tão distantes. O rico e o pobre e em como duas trajetórias tão divergentes poderiam se tocar de alguma forma. Nós achamos que vivemos em uma sociedade livre de preconceitos, mas a verdade é que o preconceito ainda é muito presente em nosso dia a dia. A aceitação na maioria das vezes só vem nos discursos ou quando o fato não é com a gente. Enviei o original para a Drago e eles rapidamente aceitaram publicar. O livro foi lançado então no fim de 2015.

Para adquirir o livro: clique aqui
Conexão Literatura: Como foram as suas pesquisas e quanto tempo demorou para concluir seu livro?

Marcio Muniz: Foi um livro que escrevi relativamente rápido, cerca de 3 meses no total. Na verdade o trabalho de pesquisa foi bem empírico já que vivi muito próximo a uma área carente e conhecia a dificuldade de um morador desta localidade, suas dificuldades e os sonhos que esta galera traz em sua maioria. Viver em uma cidade grande como o RJ e circular por ela é estar o tempo todo confrontado por esta diferença.

Conexão Literatura: Poderia destacar um trecho do seu livro especialmente para os nossos leitores?

Marcio Muniz: Com certeza a cena em que pela primeira vez os personagens Breno e Sabrina se veem, pois esta cena está de certa forma baseada pela cena que vi e que me inspirou a escrever o livro.

Conexão Literatura: Se você fosse escolher uma trilha sonora para o seu livro, qual seria?

Marcio Muniz: Difícil escolher um cantor, uma banda ou mesmo uma música, pois além do meu gosto muito eclético para música, o livro tem partes que precisariam de ritmos diferentes, pois temos cenas dramáticas, românticas, engraçadas e até de perseguição e creio que cada cena precisaria de um tipo de música. Eu sempre escrevo e imagino música em muitas cenas. Neste livro imaginei cenas com  canções do Detonautas, Nando Reis, Legião Urbana e o funk “Rap da Felicidade” em algumas das passagens.

Conexão Literatura: Como os interessados deverão proceder para adquirir o seu livro e saber um pouco mais sobre você e o seu trabalho literário?

Marcio Muniz: Tenho uma fanpage do facebook: https://www.facebook.com/Marcioanmuniz/
página no instagran: https://www.instagram.com/marcioanmuniz/ ; Conta no wattpad: https://www.wattpad.com/user/MarcioMuniz e site: http://augustomarcio.wixsite.com/marciomuniz
Quanto aos meus livros, “Amor, somente amor” pode ser adquirido no site da livraria virtual da Drago Editorial: http://www.livrariadragoeditorial.com/products/amor-somente-amor-marcio-muniz/ e no formato ebook nas livrarias Saraiva e Amazon. Os demais livros estão a venda diretamente comigo.

Conexão Literatura: Existem novos projetos em pauta?

Marcio Muniz: Meu próximo livro será uma espécie de biografia minha na forma de textos. Quero mostrar minhas facetas e possibilidades. Diversos gêneros e tipos textuais, pretendo misturar contos, poesias, microcontos e crônicas em um só livro. Além disso, atualmente sou coorganizador do Sarau Poesia & Arte com meu amigo poeta Leandro Ervilha e já lançamos com outras parcerias uma antologia e está em andamento um concurso de poesias cujo prêmio para o primeiro colocado é publicar um livro solo de poesias. Gosto também desta coisa de ser um agente de fomento da cultura em suas diversas formas, por isso em nosso sarau temos um slogan: “Microfone aberto a todas as manifestações artísticas”. Lá misturamos poesia, música, teatro, artes plásticas, artesanato e qualquer forma de arte e cultura que queira se expressar.

Perguntas rápidas:

Um livro: Dom Casmurro
Um (a) autor (a): Carlos Drummond de Andrade
Um ator ou atriz: Al Pacino
Um filme: Forrest Gump
Um dia especial: O do nascimento dos meus filhos

Conexão Literatura: Deseja encerrar com mais algum comentário?

Marcio Muniz: Gostaria de agradecer pela oportunidade e desejar muito sucesso para a revista, pois iniciativas como esta ajudam e muito a divulgação e a sobrevivência de autores nacionais. Além disso, gostaria de dizer a todos que estiverem lendo esta entrevista que não desistam de seus sonhos. Sonhem e lutem para realizarem seus sonhos. Só não esqueçam que a realização só é plena quando compartilhamos com as pessoas e não passamos por cima de nossos valores nesta busca.

Compartilhe:

2 comentários:

  1. Fico muito feliz em poder participar. Obrigado pelo apoio e incentivo e por abrir espaço por aqui para autores que estão começando no meio literário. Parabéns!!

    ResponderExcluir
  2. Bravo!
    Adorei conhecer a tua história poeta Marcio Muniz.
    Os teus poemas tenho lido alguns e gosto bastante.

    ResponderExcluir

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: contato@fabricadeebooks.com.br

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Ajude a manter a nossa revista. Doe, nossas edições são gratuitas para os leitores!

Curta Nossa Fanpage

Inscreva-se e receba nossas novidades por e-mail:

Anuncie e Publique Conosco

LIVRO: 666 - SINAIS - MARLI FREITAS

Posts mais acessados

LIVRO DESTAQUE

LIVRO: DECAF ME - SONHOS VITALIDADE CRIATIVIDADE

REVISÃO DE TEXTOS

REVISÃO DE TEXTOS
Revise o seu texto conosco.

Passaram por aqui


Labels