domingo, 25 de junho de 2017

Resenha | O Poço e o Pêndulo - Edgar Allan Poe

O Poço e o Pêndulo

Não é novidade pra ninguém que Edgar Allan Poe é um dos maiores escritores em Língua Inglesa e que influenciou por aí. E por isso e outras coisas que devemos sempre lembrar de suas obras e divulgá-las para os novos leitores. O Poço e o Pêndulo é uma dessas obras que merecem destaque nos meios literários.

Publicada pela primeira vez em 1842 traz uma história ambientada na época  da Inquisição e retrata a vida de um homem condenado pelos Inquisidores e jogado num calabouço. Os momentos finais desse homem é retratado por Edgar Allan Poe com doses homeopáticas de horror.

Num ambiente escuro e hermético o homem vai aos poucos tentando descobrir que ambiente era aquele. Começa medindo o tamanho do calabouço e por pouco não cai num buraco. Era alimentado com apenas pão e água e com volúpia devora as suas últimas refeições.

Mas para o espanto de leitores atenciosos percebe que o homem estava delirando naquele ambiente escuro e sinistro. Uma luz surge como redenção, porém, o que o homem percebe é um lugar com imagens de demônios e criaturas sinistras e um Pêndulo próximo ao seu corpo como um convite para a Morte.   


DNA da Obra

O que chama atenção nessa obra é o ambiente criado pelo escritor Edgar Allan Poe. Aos poucos você vai criando imagens do sofrimento desse homem e do ambiente em que ele está. A última coisa que você lembra é que o homem será queimado pelos Inquisidores.
Ficara esgotado, mortalmente prostrado com aquela prolongada agonia; e quando por fim me desamarraram e me deixaram sentar, tive a sensação de que todos os sentidos me abandonavam. A sentença, a medonha sentença da morte, foram as últimas palavras que me chegaram com nitidez aos ouvidos. Depois disso, o som das vozes dos inquisidores pareceu abismar-se no sussurro indefinido de um sonho. Edgar Allan Poe
Aqueles Calabouços de filmes da época não chegam perto do ambiente criado por Poe. É mais sinistro e aos poucos você vai sofrendo com o homem e sentindo o mesmo medo que ele. As cenas criadas são características fiéis de um verdadeiro horror. 

O gênero conto favorece esse tipo de sensação, afinal, as informações são mais diretas e obriga o escritor a medir as palavras com muita cautela. É claro que Edgar Allan Poe supera tudo isso e transmite um medo fora do senso comum.

Para conhecer no detalhe essa obra sugiro você visitar o Blog Secreta Litterarum que realizou uma análise excelente.

Outras Mídias

Essa obra foi aproveitada em outras Mídias como HQ e Cinema mas é claro que a obra original supera qualquer outra.

HQ


HQ O Poço e o Pêndulo













Filme de 1961



Capa


ISBN-13: 9789726992486
ISBN-10: 9726992486
Ano: 1990 / Páginas: 128
Idioma: português 
Editora: RBA Editores





Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: contato@fabricadeebooks.com.br

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Ajude a manter a nossa revista. Doe, nossas edições são gratuitas para os leitores!

Curta Nossa Fanpage

Inscreva-se e receba nossas novidades por e-mail:

Anuncie e Publique Conosco

LIVRO: 666 - SINAIS - MARLI FREITAS

Posts mais acessados

LIVRO DESTAQUE

REVISÃO DE TEXTOS

REVISÃO DE TEXTOS
Revise o seu texto conosco.

Passaram por aqui


Labels