quarta-feira, 12 de julho de 2017

Crítica do Filme: Homem-Aranha: De Volta ao Lar



Homem-Aranha: De Volta ao Lar já está nos cinemas! A história do "Amigão da Vizinhança" ainda está bem fresquinha em nossa memória. Pode ficar tranquilo, compre seu ingresso e assista ao filme sem o medo de rever a morte do tio Ben ou Peter sendo picado pela aranha radioativa. Na verdade, esses dois detalhes é incrivelmente citado tão rápido e sucinto que apenas serve de lembrete de que isso já aconteceu e ponto! Afinal de contas, passado é passado.

O Filme é um sucesso tão grande que em seu primeiro final de semana no Brasil já conquistou a maior bilheteria, e mundialmente falando, firmou-se como uma das melhores aberturas de 2017.

Dessa vez vemos Peter encarar uma nova aventura em sua recente carreira de super herói.
Logo no começo conhecemos Adrian Toomes, interpretado por Michael Keaton, que acaba tornando-se o vilão Abutre. Mas quem é Abutre nos quadrinhos?


A versão do vilão no quadrinho

No quadrinho, o Abutre, também conhecido como Adrian Toomes, foi uma criação de Stan Lee e de Steve Ditko, aparecendo pela primeira vez no quadrinho The Amazing Spiderman #2, em Maio de 1963. Adrian é um idoso que veste um traje que possibilita que ele voe e execute outras façanhas, como ter certa força e resistência. Ele também é super inteligente nas áreas de eletrônica e engenharia mecânica, dotado de um talento para invenções. Boa parte da vida de Adrian foi devotada a construção do traje que ele usa. 
Privado de suas economias e dos lucros de sua firma de eletrônica por seu sócio, Toomes inventou a identidade disfarçada do Abutre para denunciar as falcatruas do ex-associado. 
A busca por justiça do Abutre perdeu força quando ele começou a se deliciar com as emoções ilícitas do roubo e a facilidade com que cometia crimes graças ao poder do voo. Pretendendo roubar dinheiro suficiente para levar uma vida de luxo, o Abutre chamou a atenção do Homem-Aranha. Por fim, o herói capturou Toomes, deixando-o a cultivar seu ódio pelo amigão da vizinhança e a planejar vingança. 

De todos os inimigos do Escalador de Paredes, Toomes é quem leva mais para o lado pessoal as incessantes piadas e comentários ácidos do Aranha. Como resultado, nutre um ódio profundo pelo herói. Adrian culpa a interferência do Homem-Aranha por sua incapacidade de conquistar uma vida de riqueza e conforto.

Bom, isso que você acabou de ler é quem é o Abutre dos quadrinhos. Se você já assistiu ao filme, pode notar as diferenças entre sua versão das HQs e dos cinemas. Uma adaptação necessária e muito bem feita, que deu mais profundidade ao personagem e o deixou mais crível. 

Na primeira cena vemos Adrian Toomes trabalhando com sua equipe em Nova Iorque, depois dos eventos do filme Vingadores (o primeiro), limpando a bagunça que ficou depois. Naquela primeira cena, Adrian era um cara normal, um trabalhador. Contudo, é tirado dele o direito de trabalhar naquelas obras. Anne Marie Hoag, líder do grupo e prestadores de serviço conhecidos como Controle de Danos, entra em cena e praticamente desemprega Adrian e seu companheiros de trabalho, de uma forma que nem lhe parece pesar a consciência. 

O que vem depois, é justamente o que deixa Adrian Toomes perplexo, ele precisa tomar uma atitude e reverter a situação. Ele não é rico e precisa cuidar de sua família. A sequencia é uma história completamente possível, feita de escolhas, que vai moldando Adrian em Abutre. E isso nos faz pensar: "O que você faria naquela situação? Teria coragem de tornar-se um criminoso usando a situação como válvula de escape, como motivo ou desculpa? Deixaria tudo para trás recomeçava do zero?". 
Adrian fez a escolha dele e tornou-se Abutre "sem vilanizar" o personagem, o que é incrível, e faz você entender o ponto de vista dele, mesmo que não concorde. 
Agora, com Adrian no mundo do crime, vivendo dos destroços deixados pelos Vingadores e suas batalhas, tudo que é roubado vira arma e é vendido no mercado negro, e dessa forma, Toomes vai alimentando o crime com seu bando, que é formado por vilões icônicos do Homem-Aranha, a maioria deles em "começo de carreira". Vemos: Shocker, Escorpião e Construtor, cada um muito bem definido. Inclusive, deixo este LINK para que você possa entender quem é quem no filme, um ótimo trabalho da equipe do site Universo Marvel 616. Vale muito a pena conferir, fica a dica!

Passando agora para o lado do Peter Parker, temos outra ótica dos acontecimentos da Guerra Civil, onde o Homem-Aranha grava tudo com o seu celular, como se fosse um youtuber, muito hilário. Uma versão atualizada do personagem, e uma clara referência de quem ele era nos quadrinhos de antigamente, onde sempre colocava sua câmera fotográfica num lugar estratégico e registrava seus feitos. 

Peter Parker foi tudo aquilo o que gostaríamos de ver nas telas do cinema, engraçado, juvenil e inexperiente com seus próprios poderes e principalmente com seu uniforme (feito pele Tony Stark), que apresenta muito mais funções do que esperávamos. Tom Holland personificou a essência do Peter e Homem-Aranha, fazendo dele o verdadeiro Homem-Aranha sobre seus antecessores. 

Os trailers entregaram bastante coisa do filme, mas não fique triste, ainda somos apresentados a muitas surpresas. 



Tony Stark tem um papel importante na vida de Peter, sendo para ele uma espécie de tutor. Suas cenas são importantes para o crescimento e entendimento de Peter, lições que ele deve aprender, basicamente aquela frase que já conhecemos "Com grandes poderes..."
Em nenhum momento Stark se torna o protagonista, aparecendo na medida certa, sem excesso. em entrevista ao Screen Rant, o co-produtor Eric Carroll disse: "... Tony aparece em cinco ou seis cenas'. De fato isso não é muito!

Tudo o que foi apresentado, confesso que gostei de modo geral. A sequencia de Peter chegando na casa da Liz e descobrindo que Adrian era pai dela, me pegou de surpresa, realmente não esperava aquilo, eles souberam esconder muito bem. Outro destaque para essa sequencia que termina na cena do carro, entre Peter e Adrian reconhecendo que o garoto era o Homem-Aranha, foi demais! Uma das melhores cenas de diálogo do filme, e mais uma vez Michael Keaton aprofunda o personagem.

O Abutre nunca se preocupou ou deu atenção para o Homem-Aranha, mas quando o Cabeça de Teia começa a atrapalhar seus negócios, aí sim ele precisa colocar a mão na massa para manter o esquema. Ele nunca teve a intenção de ser o assassino do Homem-Aranha, embora fosse conveniente que ele morresse. Com o passar do filme, até o final, vemos o quanto Adrian aprendeu com Peter, e isso se reflete no respeito que ele mostra na cena pós crédito. 

O objetivo do Abutre sempre foi saquear, e sua atenção estava voltada para a valiosa carga que sairia da Antiga Torre dos Vingadores. Depois que o avião cai na praia, Abutre e Homem-Aranha entram em combate, e Peter acaba tomando um sacode. Para Adrian, o Aranha já estava acabado e o mais importante, de fato, era ele completar o objetivo traçado, roubar a carga. O Homem-Aranha não podia fazer mais nada em suas atuais condições.  Então o Abutre tenta levar o que pode do caos que ficou. O problema, foi que seu traje estava também muito danificado. O que dava a energia, o artefato Chitauri, era uma bomba relógio que naquele momento ia explodir nas costas de Adrian. E foi o que aconteceu com a sobrecarga, mas no fim das contas, Peter ainda salva o vilão e o deixa preso com a teia, na carga toda organizada, no estilo que sempre estávamos acostumado a ver nos quadrinhos e desenhos animados, tudo certinho para a polícia só chegar e levar. 

Homem-Aranha: De Volta ao Lar é o verdeiro filme do Teioso. Cumpre seu propósito com o mínimo do mínimo de erros. Tudo isso se reflete no sucesso, nos números e nas críticas positivas ao redor do mundo. Quer queira ou não, essa é a realidade.

Bônus: Se tiver interesse, vale a pena conferir essa matéria, onde os roteiristas dão detalhes valiosos sobre suas decisões. Segue o LINK.

E a Michelle Jones não é a Mary Jane Watson.




Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: contato@fabricadeebooks.com.br

>> Para participar das edições: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Anuncie e Publique Conosco

Anunciante:

MENTES ADOLESCENTES

Posts populares

Inscreva-se e receba nossas novidades por e-mail:

Drago Editorial

FARO EDITORIAL

LIVRO: NARRATIVAS DO MEDO

REVISÃO DE TEXTOS

REVISÃO DE TEXTOS
Revise o seu texto conosco.

Gostou do nosso trabalho?

Passaram por aqui


Labels