quinta-feira, 27 de julho de 2017

Crônica - Vício


Sim! Estou nesse vício há muito tempo, é difícil você deixar de lado, largar, abandonar ou chutar para longe, bem longe! Isso exige força e perseverança, apesar de que em certos momentos, é uma boa ideia continuar mantendo esse vício. 

O nosso cérebro faz com quê busquemos cada vez mais por isso, com estímulo e toda aquela complexidade de ondas cerebrais e substâncias produzidas em nossos corpos, um emaranhado de pulsações. 

É um assunto complexo que envolve diversos fatores do qual estamos viciados e com o coração acelerado, acabamos agindo por impulso e na maioria das vezes, fazemos uma tremenda burrada, uma não! Várias burradas. 

Sabe qual é esse vício? Ele tem um nome, pode ter diversas formas, jeito e até mesmo um cheiro e gosto. O nome desse vício é AMOR.

Sim! O amor, aquele que derruba qualquer pessoa, até mesmo um lutador de boxe peso pesado que nos deixa beijando a lona em um ringue qualquer da vida. 

Mesmo sabendo que vamos sofrer em um determinado momento da vida, ainda batemos o pé em amar, em ter esse vício em nossos corações que fluí de uma forma enlouquecedora em nossas veias. 

É difícil explicar o lado positivo e negativo do amor, só sei que é muito bom quando estamos com esse vício (mesmo nos momentos de “sofrência”). Quem não ama amar? Até nossa mãe natureza ama, os animais amam, enfim. Oh! Vício complexo em ser resumido em uma crônica.


Compartilhe:

7 comentários:

  1. Ah esses vícios que se empoderam de nós e passam a nos controlar... ao mesmo tempo que é tão bom quando se está inebriado de amor... Adorei!

    ResponderExcluir
  2. Que texto lindoo! Com certeza o amor é um vício que, em algum momento de nossas vidas, mesmo sabendo que iremos sofrer estamos dispostos a arriscar.

    ResponderExcluir
  3. Oie! Tudo bem?

    Adorei o texto, e infelizmente e felizmente o Amor é um vicio bem complicado, eu faz tempo que me mantenho longe dele, chega de sofrer por enquanto por causa dele! kkk

    Bjss

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem? Que bela crônica. De fato é difícil falar, explicar ou quantificar o amor. E concordo com gênero e grau que é um vício. Sofremos, desiludimos, mas sempre temos uma esperança lá no fundo. Belas palavras <3
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oii!


    Aaaah o amor <3 É engraçado como ele é agridoce e importante em nossa vida! Acredito que seja um dos melhores sentimentos que podemos ter.
    Ótima cronica!

    Beijinhos,

    ResponderExcluir
  6. Olá! Adorei a sua crônica! Ah, o amor! Que delícia falar e ler sobre o amor! Amei, principalmente, a analogia da questão do lutador peso pesado caindo na lona. Que vício difícil é esse de amar, heim? Muito boa crônica, você tem talento!
    Beijos!
    Karla Samira
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá!

    Amar é um vício maravilhoso, não é mesmo? Ao mesmo tempo é bom e ruim... Parabéns pela crônica!

    ResponderExcluir

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: contato@fabricadeebooks.com.br

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Ajude a manter a nossa revista. Doe, nossas edições são gratuitas para os leitores!

Curta Nossa Fanpage

Inscreva-se e receba nossas novidades por e-mail:

Anuncie e Publique Conosco

LIVRO: 666 - SINAIS - MARLI FREITAS

Posts mais acessados

LIVRO DESTAQUE

LIVRO: DECAF ME - SONHOS VITALIDADE CRIATIVIDADE

REVISÃO DE TEXTOS

REVISÃO DE TEXTOS
Revise o seu texto conosco.

Passaram por aqui


Labels