domingo, 2 de julho de 2017

Livro "Narrativas do Medo", reunirá principais nomes do horror nacional

Narrativas do Medo será publicado pela Editora Autografia, através de seu novo selo, o Neblina Negra. A previsão é que o livro seja publicado na Bienal do Livro, que acontece entre o final de agosto e o início de setembro, no Rio de Janeiro. O livro vai reunir 17 autores, entre eles alguns dos principais nomes do gênero. A ideia do organizador Vitor Abdala era reunir não só autores publicados em grandes editoras, como Cesar Bravo, Rô Mierling, Alexandre Callari e Marcus Barcelos, como também outros nomes de destaque no cenário nacional. Além deles, há autores de grande talento, que foram publicados de forma independente ou por editoras menores, como é o caso de Duda Falcão, Márcio Benjamin, Paul Richard Ugo, Ademir Pascale, Alfer Medeiros, Gustavo Perosini e Geraldo de Fraga. Também reúne algumas promessas, isto é, autores que ainda não publicaram trabalhos solo, como Flávio Karras e Hedjan C.S., mas que já demonstraram talento inquestionável com seus contos publicados em antologias. Além disso, tem a lenda do cinema de horror trash nacional Petter Baiestorf, que é mais conhecido por sua face de cineasta, mas que também tem um projeto chamado “Mal do Horror”, um site onde publica contos e poemas próprios e de outros autores. Para fechar o elenco, o organizador convidou dois estreantes na literatura, mas que são nomes bastante conhecidos no meio do horror. Daniel Pires é jornalista e cineasta, criador do Canal Lenda Urbana, onde produz curtas de terror, e Rodrigo Ramos, que é um expert no terror e colaborador do Boca do Inferno, apesar de nunca ter escrito ficção antes. Portanto, somando todos eles e mais a participação do organizador, somam 17 autores. Vitor Abdala convidou pessoalmente cada um deles com a seguinte proposta: escrever um conto de terror, de tema livre, com cerca de 3 mil palavras. Como se isso não fosse suficiente, Rubens Francisco Lucchetti aceitou fazer um pequeno texto, para aparecer na contracapa ou na orelha do livro. E isso se encaixou perfeitamente na proposta do projeto, porque é como se o nome mais importante da literatura de horror brasileira apresentasse uma nova geração de sucessores.

ENTREVISTA:


Conexão Literatura: Será lançado em breve o livro “Narrativas do Medo” (Editora Autografia), obra que reúne 17 autores mais a participação do lendário escritor R. F. Lucchetti. Qual o diferencial do livro se comparado com outras antologias do mesmo tema?
Vitor Abdala: Nos últimos anos, têm aparecido muitas coletâneas de terror no país, mas, em geral, são para reunir novos autores. E são antologias abertas pagas, isto é, a editora abre inscrições, vários autores enviam seus textos e precisam comprar um número específico de exemplares. Essa iniciativa é ótima, porque dá oportunidade aos novos talentos. Mas não são tão atrativas para o leitor, para o fã do horror. Pensando nesse leitor, acho que faltam grandes antologias de horror no Brasil. Faltam aquelas antologias que você olhe e pense “Meu Deus, Fulano, Beltrano e Sicrano publicando juntos. Só fera! Preciso ter esse livro!”. Faltam aqueles livros que o leitor olhe e saiba que encontrará boas histórias, só de ver os nomes ali reunidos.
São poucas as antologias que reúnem nomes importantes do gênero aqui no país. Nos EUA, antologias de terror reunindo grandes autores são uma coisa comum. Tem coletâneas que trazem Stephen King, Clive Barker e Peter Straub no mesmo livro, por exemplo.

Tentei transpor essa ideia para cá, juntando os nossos King, Barker e Straub nacionais. Tenho a convicção de que essa antologia entrará para a história do horror brasileiro.

Conexão Literatura: Profissionais da sétima arte também estarão no livro. Conte mais pra gente.

Vitor Abdala: Pois é. Em resumo, a proposta desse livro é reunir alguns dos principais nomes do horror no Brasil. E não reunir os escritores mais conhecidos de literatura de terror no Brasil. Há uma diferença sutil entre as duas propostas. Ao dizer “principais nomes” e “não escritores mais conhecidos”, eu abro espaço para trazer para o livro algumas das mentes mais criativas da cena do horror nacional, em outras áreas. Temos pelo menos três exemplos desses no livro. Dois dos autores são essencialmente cineastas, que são Petter Baiestorf e o Daniel Pires. O Petter, se não me engano, se dedica muito pouco a escrita de contos, mas é um dos principais nomes do cinema independente nacional, com histórias absurdamente criativas. Daniel Pires nunca havia escrito um conto antes do NARRATIVAS DO MEDO, mas já escreveu vários curtas e seu canal do Youtube é um dos maiores produtores de curtas de terror do país. O terceiro exemplo é o Rodrigo Ramos, que também nunca escreveu literatura de ficção, mas tinha um ótimo trabalho como crítico do portal Boca do Inferno e tinha lançado, em conjunto com outros autores, uma obra de referência sobre os palhaços no terror. Quando o convidei, ele até ficou com um pouco de receio de participar, mas eu sabia que ele faria um bom trabalho. E eu estava certo. Em relação aos três autores.

Conexão Literatura: Como estão os preparativos para o lançamento do livro?

Vitor Abdala: O conteúdo do livro está 70% concluído. A capa também já foi definida. Nesse momento, estou aguardando para receber os últimos contos e estamos revisando os textos já recebidos. A expectativa é que, no mais tardar no meio de julho, o material seja encaminhado para a editora, para que possamos lançá-lo na Bienal do Livro do Rio de Janeiro.

Conexão Literatura: Como o leitor interessado deverá proceder para saber mais e adquirir um exemplar do livro?

Vitor Abdala: Depois de lançado, o livro estará disponível nos sites das principais editoras do país. Como a editora é pequena, será difícil encontrar o livro em livrarias físicas. A sugestão é que o leitor encomende na livraria online e peça para entregar numa filial física, ou encomende direto na livraria física ou ligue pedindo o livro. Ainda não sabemos se o livro entrará em pré-venda. Essas coisas dependem da editora.

Conexão Literatura: Além de organizador você também é escritor e já tem livros publicados. Poderia comentar?

Vitor Abdala: Na verdade, eu sou um jornalista que, por acaso, resolveu enveredar também pela literatura. Sou essencialmente um repórter, que acha mais interessante criar histórias do que simplesmente escrever notícias. Comecei há pouco tempo na literatura. Meu pontapé inicial foi dado no ano passado, quando publiquei duas coletâneas de contos. Tânatos foi publicada por uma pequena editora de São Paulo, em abril, e Macabra Mente foi publicado de forma 100% independente em novembro. Por causa desses lançamentos, acabei também publicando meus contos no exterior. Sou co-autor das antologias americanas Horror Library – Volume 6 e Night Shades #1. Um terceiro conto deve ser publicado na antologia britânica The 5th Spectral Book of Horror Stories, no ano que vem. Também sou atualmente o único membro brasileiro da Horror Writers Association, associação internacional que reúne alguns dos principais nomes do gênero, como Stephen King, Dean Koontz e Peter Straub. Atualmente, além de organizar a NARRATIVAS DO MEDO, estou terminando de escrever meu primeiro romance, uma história policial misturada com horror.

Conexão Literatura: Deseja encerrar com mais algum comentário?

Vitor Abdala: Só queria destacar que o cenário nacional do horror tem crescido muito e esse livro reúne apenas alguns dos principais nomes. Há vários outros que gostaria de reunir em outro volume. Quem sabe um Narrativas do Medo – Volume 2?

Segue abaixo, uma breve biografia dos autores participantes:

Cesar Bravo
Farmacêutico de formação, é autor de Ultra Carnem (DarkSide Books, 2016). É também autor de vários romances e coletâneas, comercializados em formato de e-book pela Amazon, que lhe garantiram o reconhecimento de leitores de todo o país.

Alexandre Callari
Autor de Apocalipse Zumbi – Os Primeiros Anos (Generale, 2011) e Apocalipse Zumbi 2 – Inferno na Terra (Generale, 2013). É escritor, tradutor e editor da DC Comics no Brasil, além de apresentador do Canal Pipoca e Nanquim.

Rô Mierling
Autora de sete livros, entre eles Diário de uma Escrava (DarkSide Books, 2016), cuja degustação no Wattpad teve mais de 1,7 milhão de leituras. Em seu currículo está a organização de mais de 30 antologias.

Marcus Barcelos
Autor de Horror na Colina Darrington (Faro Editorial, 2015), livro publicado originalmente no Wattpad, onde teve mais de 1,2 milhão de leituras. O autor tem mais de 16 mil seguidores na plataforma de leitura online.

Duda Falcão
Um dos principais nomes da literatura fantástica do sul do país, é autor das coletâneas de contos Mausoléu (Argonautas, 2013) e Treze (Argonautas, 2013). É também professor universitário, editor e organizador de antologias.

Petter Baiestorf
Um dos principais nomes do cinema independente de gênero do país, é diretor de mais de 20 filmes (muitos dos quais também é roteirista) como “O Monstro Legume do Espaço” (1995), “Zombio” (1999) e “Zombio 2: Chimarrão Zombies” (2013).

Daniel Pires
Cineasta e jornalista, é criador do Canal Lenda Urbana, onde veicula curtas de terror que ele dirige e, muitas vezes, escreve. Seu canal no Youtube tem quase 80 mil inscritos. Já a página do Lenda Urbana no Facebook tem 1 milhão de seguidores.

Vitor Abdala
Membro da Horror Writers Association, dos Estados Unidos, é autor de Tânatos (Giostri, 2016) e Macabra Mente (VCA, 2016). É também coautor das antologias americanas Horror Library – Volume 6 (Cutting Block Books, 2017) e Night Shades #1 (Frith Books, 2017).

Rodrigo Ramos
Estreante na literatura de ficção, é coautor do livro Medo de Palhaço (Generale, 2016) e um dos editores do site Boca do Inferno, maior site de horror e fantasia do país.

Geraldo de Fraga
Autor de Histórias que nos Sangram (Multifoco, 2009), coletânea sobre lendas macabras recifenses, e colaborador do site Toca o Terror, um dos principais do gênero de terror brasileiro.

Marcio Benjamin

Autor potiguar, foi um dos 30 convidados da Primavera Literária Brasileira de Paris, realizada na Universidade de Sorbonne, em 2016. É autor de Maldito Sertão (Jovens Escribas, 2015) e Fome (Jovens Escribas, 2016). Maldito Sertão serviu de base ainda para uma HQ homônima.

Ademir Pascale
Autor de O desejo de Lilith (Draco, 2010) e Caçadores de Demônios (Draco, 2014), também é organizador de várias antologias. Seus contos foram publicados no Brasil e no exterior. É editor da revista online Conexão Literatura.

Paul Richard Ugo

Autor de Contos de Alguns Lugares (Autografia, 2015), é também roteirista do canal Medologia, um dos principais canais de curtas de terror brasileiros, com 127 mil inscritos no Youtube.

Alfer Medeiros
É autor da série Fúria Lupina e organizador das coletâneas de terror da Editora Andross, casa que já publicou mais de mil autores.

Gustavo Perosini (Melvin Menoviks) 
É autor da coletânea A Caixa de Natasha e Outras Histórias e tem contos publicados em várias antologias.

Flávio Karras
É autor de vários contos de terror publicados em antologias e no Wattpad.

Hedjan C.S.

É autor de vários contos de terror publicados em antologias e revistas e colunista do site literário Litere-se.

Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: contato@fabricadeebooks.com.br

>> Para participar das edições: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Anuncie e Publique Conosco

Anunciante:

MENTES ADOLESCENTES

Posts populares

Inscreva-se e receba nossas novidades por e-mail:

Drago Editorial

FARO EDITORIAL

LIVRO: NARRATIVAS DO MEDO

REVISÃO DE TEXTOS

REVISÃO DE TEXTOS
Revise o seu texto conosco.

Gostou do nosso trabalho?

Passaram por aqui


Labels