quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Bruno Borges, o "Menino do Acre", cede entrevista exclusiva para a Revista Conexão Literatura

Bruno Borges - Arquivo pessoal
O desaparecimento do rapaz Bruno Borges teve grande repercussão nacional e internacional. Borges, conhecido como "O menino do Acre", desapareceu deixando em seu quarto as paredes e 14 cadernos com manuscritos criptografados, além de uma estátua de Giordano Bruno (1548-1600), que foi teólogo, filósofo, escritor e frade dominicano.

Desaparecido por quase 5 meses, Borges retornou para casa na última sexta-feira (11).

Confira entrevista exclusiva que Bruno Borges cedeu para a nossa revista.

                                                                                              Por Ademir Pascale

ENTREVISTA:

Conexão Literatura: Poderia contar para os nossos leitores como e quando surgiu seu interesse pelos textos e estudos do teólogo, filósofo, escritor e frade dominicano italiano Giordano Bruno?

Bruno Borges: Sempre em que ouvia falar de Giordano Bruno na sala de aula, ainda na adolescência, eu simplesmente me despertava e ficava extremamente entusiasmado com sua biografia. Algo me convidava a conhecê-lo... Mas meus interesses pelos textos e estudos de Giordano Bruno surgiram mesmo quando passei por uma experiência de união com a natureza. Giordano fala muito sobre o que ele chama de “Uno” e “Alma do Mundo” e isto compactua com minha maneira de pensar. Além do que, defendeu a liberdade de pensamento em uma época em que isto não era permitido, sendo atacado com unhas e dentes. Se observarmos nossa época atual isto não é muito diferente e minha mensagem é voltada para que as pessoas busquem abrir suas mentes para o novo e misterioso sem que se sintam ameaçadas com isto e consequentemente impeçam os outros de passar conhecimentos diferentes.

Conexão Literatura
: Você é autor do livro “TAC - Teoria da Absorção do Conhecimento I”. Poderia comentar?

Bruno Borges: Este foi o primeiro livro que escrevi e o fiz há alguns anos. A “TAC” é uma técnica que se aplicada corretamente pode fazer com que o indivíduo tenha insights e consiga gerar novas informações para passar aos outros. Basicamente foi utilizando ela que consegui gerar ideias novas para outras obras em um curto período de tempo. Estudando o comportamento de grandes homens na História pude conciliar pontos práticos dos mesmos e gerar uma maneira de transformá-los em uma metodologia. Busco estimular o leitor a adquirir conhecimentos e acreditar em seu potencial. Quero que as pessoas acreditem em si mesmas e possam trabalhar em prol de potencializar aquilo que está latente nelas...

Conexão Literatura: Você escreveu 14 cadernos com manuscritos criptografados. Como foram as suas pesquisas e quanto tempo levou para concluí-los?

Bruno Borges: Eu levei 4 anos para concluir tudo. Tive que pesquisar diversas áreas distintas para conseguir realizar este projeto. Assim, aprendi um pouco de tudo, incluindo arquitetura, criptografia, matemática, física e astronomia. Pesquisei bastante em livros e trabalhei com afinco para poder dominar todo este conhecimento. Mas, em geral, absorvi apenas o que necessitava para colocar no projeto.

Conexão Literatura: Por que seus textos foram criptografados e por que você buscou o isolamento por meses?

Bruno Borges: Aos 21 anos de idade passei por uma experiência profunda aonde recebi todas as informações de como deveria proceder. A criptografia era parte do processo e dentre seus muitos objetivos um deles era estimular as pessoas a revelarem o que está oculto. Revelar o que está oculto é só o começo para a senda do autoconhecimento que todos nós buscamos em vida. Esta foi uma maneira de instigá-los ao primeiro passo. Me isolei para atingir uma experiência pessoal de cunho espiritual. 

Quarto de Bruno Borges - Arquivo pessoal
Conexão Literatura: Existem mais segredos em torno de Giordano Bruno além do que já foi exposto ao público?

Bruno Borges: Sem dúvidas! Giordano Bruno tinha muito conhecimento do Hermetismo e Ocultismo. Quem tem a oportunidade de estudar estes assuntos percebe nas obras de Giordano Bruno uma filosofia hermética de ponta a ponta. Muitas coisas foram escondidas do público, mas serão pouco a pouco reveladas.  

Conexão Literatura: Poderia destacar um trecho do qual você acha especial neste primeiro volume?

Bruno Borges: Acredito que este trecho seja importante para compreendermos melhor o que a TAC visa trazer:

“A TAC funciona basicamente como um processo que trabalha para efetivar a verdadeira natureza intelectiva humana, ajudando-o a se autoconhecer e cumprir o papel cognitivo e particular de sua estrutura cerebral como um todo. De maneira simples, trata-se de absorção de conhecimento e da geração de novos conhecimentos através destes, do alimentar-se para depois transformar”.

Conexão Literatura: Para você Giordano Bruno foi um homem além do seu tempo, gênio, estudioso ou nada disso?

Bruno Borges: Giordano Bruno transcendeu. Ele estava não apenas séculos a frente de seu tempo, como ainda hoje podemos ver que suas ideias e filosofias ainda são incompreendidas. Acredito que todos nós temos algo de especial e que a genialidade vem justamente com o estudo (investigação e autoconhecimento). A medida que buscamos e alcançamos este tipo de coisa, aguçamos nossa percepção e podemos enxergar além.

Conexão Literatura: Já existe previsão para o lançamento do 2º volume?

Bruno Borges: Estamos trabalhando nisto. O que posso garantir é que todos terão uma surpresa com este novo volume e vão poder entender melhor aonde quero chegar com o processo ensinado no livro “TAC – Teoria da Absorção de Conhecimentos”

Conexão Literatura: Como o leitor interessado deverá proceder para adquirir um exemplar do seu livro e saber um pouco mais sobre você e o seu trabalho?

Bruno Borges: Os exemplares estarão disponíveis na livraria Saraiva e Cultura. Estamos com um site em que o leitor interessado poderá saber um pouco mais sobre mim e meu trabalho: https://brunoborgeslivros.com/ e no facebook: Bruno Borges - Estudante do Acre (https://www.facebook.com/autorbrunoborges)

Conexão Literatura: Existem novos projetos em pauta?

Bruno Borges: Nunca deixará de existir. Quem procura, acha. E quem pede, recebe. Basta buscarmos a verdade e todo o resto é acrescentado. Se eu continuo trabalhando e tendo fé, se coloco em prática as técnicas da “TAC”, então é só uma questão de tempo para que as informações do que devo fazer, cheguem...

Perguntas rápidas:

Um livro: Giordano Bruno - Acerca do infinito, do universo e dos mundos
Um (a) autor (a): Jacob Boehme
Um ator ou atriz: Leonardo Dicaprio
Um filme: Os 12 macacos

Conexão Literatura: Deseja encerrar com mais algum comentário?

Bruno Borges: Gostaria de dizer a todas as pessoas que se sentiram motivadas a buscar conhecimentos e que de certa forma renasceram para o mundo do conhecimento através deste projeto que sou eternamente grato por elas, pois foram estas pessoas que ganharam um significado em suas vidas que me deram forças para continuar. 


Compartilhe:

7 comentários:

  1. Muito bacana entender um pouco mais do que se passa na mente do Bruno, e do seu processo de criação. Adorei a entrevista!

    ResponderExcluir
  2. Na sua obra ele nos abre os olhos para o além do que é conhecido e nos instiga a procurar e querer saber sobre nossa existência, assim como a sair do quadrado em que nos encontramos. Isso é maravilhoso!

    ResponderExcluir
  3. Muito legal, ele tenta estimular as pessoas a acreditarem mais em si mesmas e nunca desistir de seus objetivos. Entrevista muito boa e explicativa, excelente!

    ResponderExcluir
  4. Recomendo pro BRUNO a leitura do meu livro: ADUÇÃO, O DOSSIÊ ALIENÍGENA. Não utilizamos qualquer técnica de TAC conforme descreveu o rapaz, mas sem dúvida é uma obra fruto de muitos insights e que igualmente pode trazer insights para o leitor ou mesmo um cientista das áreas correlacionadas com a história, entre as quais destaco a ASTROFÍSICA e a UFOLOGIA.
    Fica a dica,
    Abraços

    ResponderExcluir
  5. Tem muita gente criticando o rapaz dizendo que ele deu um golpe publicitário. Mas ora, o que queriam, que ele realmente tivesse sumido? AINDA BEM QUE ELE VOLTOU!!! É melhor um garoto esperto assim vivo, agora escritor, trazendo suas ideias do que desaparecido, para todos e para sua família especialmente!
    Só vê se num some de novo se não o coração num aguenta...
    Abs!

    ResponderExcluir
  6. Hoje, pela Lei, não pode mais haver segredos. Tudo o que foi e o que está sendo mantido secretoa por Ordens, Irmandades secretas e outras nem tanto, vai ser exposto. O segredo deixou de ser velado para ser desvelado. Quem quiser comercializar o que, pela lei deve ser de conhecimento de todos, terá lucro pequeno ou nenhum.
    O "Garoto do Acre" como ficou conhecido pela mídia fez o que fez motivado por razões que só interessam a ele no momento. Golpe publicitário? Quem sabe!
    Somente uma leitura de seus escritos ou livros vai dizer.
    De qualquer maneira, essa "aventura" que despertou mais uma vez, o lado místico do povo, relembrou também, que o Acre é um dos estados mais desconhecidos do Brasil. Suas estradas são ótimas para quem gosta de praticar rally, fazer trilhas radicais, principalmente nas épocas de chuva (janeiro à março). De resto, desafio a quem quer que seja, dizer de pronto, o nome de uma segunda cidade do estado, sem ser a capital.
    Bruno, sucesso em suas obras literárias, se tiverem uma motivação além do interesse comercial.

    ResponderExcluir

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: contato@fabricadeebooks.com.br

>> Para participar das edições: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Inscreva-se e receba nossas novidades por e-mail:

Anuncie e Publique Conosco

Anunciante:

LIVRO: 666 - SINAIS - MARLI FREITAS

Posts populares

LIVRO DESTAQUE

Drago Editorial

FARO EDITORIAL

LIVRO: NARRATIVAS DO MEDO

REVISÃO DE TEXTOS

REVISÃO DE TEXTOS
Revise o seu texto conosco.

Gostou do nosso trabalho?

Passaram por aqui


Labels