quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Em entrevista, Clara Haddad comenta sobre o programa social que capacita através de oficinas, livros e intercâmbio, alunos de escola pública de São Paulo

Clara Haddad - Foto Divulgação
Clara Haddad é uma artista da palavra. Escritora e narradora de histórias tem uma trajetória de 20 anos de sucesso com um repertório repleto de relatos tradicionais, contos literários e histórias escritas sob encomenda. No decorrer de sua carreira, formou mais de 50 mil pessoas, em oficinas, cursos de longa duração e palestras sendo considerada uma referência na área do Storytelling. Já contou histórias para mais de 300 mil pessoas, no Brasil e no exterior. É uma empreendedora que fundou a Escola de Narração Itinerante, a primeira escola de capacitação de contadores de histórias e mediadores de leitura em Portugal. Foi eleita a melhor narradora de língua portuguesa da Europa e já teve seu livro destacado numa das maiores feiras de literatura infantojuvenil do mundo.

ENTREVISTA:

Conexão Literatura: Poderia contar pra gente como foi o seu início no meio literário?

Clara Haddad: Eu sempre fui uma ouvinte de histórias e uma leitora ávida e o mundo dos livros e da leitura sempre esteve presente em minha vida. A entrada no meio literário oficialmente aconteceu em 2008, num encontro com a escritora Lenice Gomes, que leu meus textos e me incentivou a continuar escrevendo e a publicar. Enviei alguns textos para ela, que escolheu um, para integrar o livro «Histórias de quem conta histórias» organizado por ela e por Fabiano Moraes, e este livro desde que foi lançado em 2010, está em várias listas de altamente recomendável, obteve a maior distribuição feita pelo Programa Nacional de Biblioteca na Escola (PNBE 2012) e foi escolhido para representar o Brasil, no catálogo brasileiro da feira internacional do livro infantil em Bolonha-Itália em 2011 e 2012, a maior feira mundial da área infantojuvenil, o que me deixa extremamente feliz. Foi uma estreia no meio literário com o pé direito. A partir daí, não parei mais e tenho muitos livros sendo preparados. A mais recente publicação foi o« Poeira das Estrelas» publicado pela Fabrica das Histórias, de Portugal.

Conexão Literatura: Você criou o projeto social "Jovens Narradores - Descobrindo Novos Horizontes", que capacita através de oficinas e livros, alunos de uma escola pública de São Paulo. Poderia comentar?

Clara Haddad
: Este projeto eu criei junto com minha irmã, Sandra Haddad. Desenvolvi todo o conceito e a ideia, e minha irmã ficou encarregada do desenvolvimento do projeto durante cada ano letivo. O programa iniciou em 2012 e desde então não paramos mais! Tínhamos a necessidade de fazer algo juntas e esta foi a união perfeita. Acreditamos que a arte e literatura podem ajudar ao desenvolvimento do ser humano. Queríamos resgatar a memória da nossa avó que foi um exímia contadora de histórias e nos ensinou o amor pela arte narrativa.

Conexão Literatura: Como o projeto se mantêm financeiramente. Ele tem apoiadores?

Clara Haddad: Infelizmente, ainda não temos apoio algum de nenhuma entidade pública ou privada. Somente eu com minha Escola de Narração e a Fábrica das Histórias Associação Cultural, de Portugal consigo ceder alguns materiais e oferecer graciosamente meu trabalho e alguns livros para compor a biblioteca dos jovens porque acredito no projeto. Mas, teríamos que ter mais apoios, sobretudo financeiro, para saídas de estudo dos jovens, para aumentar a oferta de atividades, para compra de livros e materiais de pesquisa, convidar narradores e escritores para visitas e workshops e isso tudo tem um custo, pois são profissionais e precisam ser pagos pelo seu trabalho.

Conexão Literatura
: Todo ano você seleciona alguns alunos para participarem do projeto, crianças com idade entre 7 e 12 anos. Como é feita a seleção?

Clara Haddad: Essa seleção não sou eu que faço. Minha irmã, Sandra Haddad, que desenvolve a programação que idealizo, é responsável por esta parte. Ela tem mais contato com os jovens durante todo o ano letivo. Eu chego somente na segunda fase da programação, geralmente no segundo semestre de cada ano, quando estou no Brasil. Faço alguns workshops com os jovens nos quais desenvolvo a comunicação oral, a expressão corporal e ensino técnicas da arte de contar histórias.

Conexão Literatura
: Além da literatura, você também trabalha com a comunicação interpessoal das crianças?

Clara Haddad: Sem dúvida, a arte de contar histórias trabalha isso. Não é só a capacidade de leitura, ou a compreensão leitora, é preciso saber comunicar ideias, trocar informações baseadas no nosso repertório cultural, nossas vivências, emoções…O sucesso na comunicação não depende só da forma como a mensagem é transmitida, a compreensão dela é fator fundamental.

Conexão Literatura: Em 2015, o tema proposto para trabalharem no projeto foi a "África Berço da Humanidade". Em 2016, foi abordado o "Mundo da Lusofonia". É verdade que nesse ano vocês pretendem tratar de um assunto atual e que vem preocupando o mundo: os refugiados?

Clara Haddad
: Sim estamos desenvolvendo essa temática com os jovens. Buscamos sempre estar atentos a atualidade e achamos pertinente tocar neste assunto, que é muito sério nos dias atuais. Essa é a maior crise humanitária do século e a maior parte dos refugiados é da África ou do Oriente Médio e queríamos debater essa questão, falar dos costumes e hábitos, da cultura e tentar através da histórias criar um elo e um vínculo de afeto com essas pessoas, que têm sofrido tantas perdas. O foco, deste ano, está na Síria, mas no próximo ano manteremos o tema, mas abordaremos outro país.

Conexão Literatura: Como os interessados deverão proceder para saber mais sobre você e do projeto "Jovens Narradores - Descobrindo Novos Horizontes"?

Clara Haddad: Podem visitar meu site (www.clarahaddad.com) ou seguir nossa página do Facebook dos Jovens Narradores-Descobrindo Novos Horizontes no Facebook.

Conexão Literatura: Deseja encerrar com mais algum comentário?

Clara Haddad: Agradeço o interesse pelo meu trabalho e os projetos que desenvolvo. Convido para que visitem minhas mídias sociais e acompanhem o Encontro com as Histórias que são emissões ao vivo, que realizo uma vez por semana, com entrevistas e dicas de livros que faço na minha página do facebook com narradores, escritores e pessoas com trabalhos interessantes na arte de contar histórias e literatura infantojuvenil.
Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: contato@fabricadeebooks.com.br

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Ajude a manter a nossa revista. Doe, nossas edições são gratuitas para os leitores!

Curta Nossa Fanpage

Inscreva-se e receba nossas novidades por e-mail:

Anuncie e Publique Conosco

LIVRO: 666 - SINAIS - MARLI FREITAS

Posts mais acessados

LIVRO DESTAQUE

REVISÃO DE TEXTOS

REVISÃO DE TEXTOS
Revise o seu texto conosco.

Passaram por aqui


Labels