segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Entrevista com Luciana Syuffi - Gerente de Publicação Independente da Amazon/KDP

Luciana Syuffi - Foto divulgação
“Centenas de milhares de livros são publicados pelo KDP no mundo, temos mais de 90 mil eBooks em português na loja Kindle e, em média, 30 dos 100 eBooks mais vendidos a cada semana na Amazon.com.br são títulos de autores independentes publicados pela ferramenta. O KDP é democrático pois todas as pessoas podem colocar à venda seus livros gratuitamente na Loja Kindle do Brasil e do mundo, recebendo até 70% dos royalties sobre o preço de capa, que é decidido pelo autor.” - Luciana Syuffi

ENTREVISTA:

Conexão Literatura: Você é Gerente de Publicação Independente - KDP na empresa Amazon.com.br. Poderia comentar sobre a sua função?

Luciana Syuffi: Minha responsabilidade é garantir a melhor experiência de autopublicação aos autores independentes brasileiros com o KDP (Kindle Direct Publishing). Trabalho na divulgação da ferramenta, passando dicas para sua utilização e aproximando autores que tiveram sucesso dos que estão começando. Entre minhas atividades estão a participação em eventos, tanto workshops organizados pela Amazon.com.br, como em demais eventos para os que somos convidados. Também atuo em definições de promoções de livros de autores independentes para as campanhas da Amazon.com.br e, mais recentemente, estou muito envolvida com o Prêmio Kindle de Literatura, que anunciamos em setembro, em parceria com a editora Nova Fronteira – estou muito animada em ver que já temos mais de 500 livros inscritos e esperamos ajudar muitos leitores a encontrar novos livros, já que esses livros nunca tinham sido publicados.

Conexão Literatura: Falando em números: sabemos que é crescente, mas você tem uma estimativa de quantos e-books independentes estão disponíveis para venda hoje na Amazon.com.br?

Luciana Syuffi:. Centenas de milhares de livros são publicados pelo KDP no mundo, temos mais de 90 mil eBooks em português na loja Kindle e, em média, 30 dos 100 eBooks mais vendidos a cada semana na Amazon.com.br são títulos de autores independentes publicados pela ferramenta. O KDP é democrático pois todas as pessoas podem colocar à venda seus livros gratuitamente na Loja Kindle do Brasil e do mundo, recebendo até 70% dos royalties sobre o preço de capa, que é decidido pelo autor.

Conexão Literatura: E qual a média de e-books cadastrados por dia na plataforma da Amazon (Brasil) e quais os gêneros mais procurados pelos leitores?

Luciana Syuffi: Não divulgamos o número de livros publicados por país ou por período específico. Os gêneros são bem variados, pois cada leitor é único. Temos autores que obtiveram sucesso com o KDP com livros de fantasia, auto-ajuda, negócios, saúde, romance, religião, entre outros. Uma dica para quem quer escrever é procurar um gênero de que goste muito e que entenda, não pensar em qual gênero está hoje entre os mais vendidos. Livros de todos os gêneros podem encontrar seu público, o foco deve ser na qualidade do conteúdo.

Conexão Literatura: Os custos das obras publicadas são abaixo das empresas concorrentes. Qual o segredo?

Luciana Syuffi: A ferramenta KDP é gratuita para publicação e o valor do livro é determinado pelo próprio autor, que pode receber até 70% em royalties por livro vendido. Além disso, um livro inscrito no KDP Select, que dá uma série de benefícios ao autor, como a opção de promocionar o livro gratuitamente por até 5 dias para divulgar o livro e ser disponibilizado no Kindle Unlimited, permitindo que ele seja lido por mais leitores, os membros do programa de aluguel da Amazon.com.br. Para quem não conhece o serviço, recomendo checar os detalhes em www.amazon.com.br/kindleunlimited. O que posso já adiantar é que ele permite acesso a mais de 1 milhão de eBooks por R$ 19,90, e os primeiros 30 dias são gratuitos, vale a pena para o leitor e para o autor, que receberá um valor por página lida.

Conexão Literatura: A crise que enfrentamos no Brasil chegou nas vendas dos e-books publicados e comercializados na Amazon?

Luciana Syuffi: Continuamos felizes com os resultados que temos visto aqui no Brasil. Nosso foco é trabalhar pelo cliente, tanto o autor, como o leitor. O que os clientes querem é conveniência, boas ofertas e atendimento, focamos em oferecer isso para eles. Acredito que os autores encontram no KDP uma ferramenta confiável, que lhes dá acesso a dados sobre as suas vendas em tempo real, pagamento mensal com depósito em conta e atendimento com equipe especializada em caso de dúvidas, além da certeza de que estão colocando seus títulos na Amazon.com.br e em quaisquer sites da Amazon no mundo, rapidamente e sem custo nenhum.

Conexão Literatura: Existem planos para produtos físicos além de livros e para o conteúdo de streaming do Amazon Prime?

Luciana Syuffi: Eu sou responsável apenas pelo Kindle Direct Publishing, mas de todo modo, a Amazon não especula sobre planos futuros.

Conexão Literatura: Sobre as funcionalidades da plataforma: autores podem publicar seus próprios trabalhos (e-books), mas antes disso precisam preencher alguns formulários no próprio site, principalmente no primeiro trabalho do qual é preciso preencher dados do autor e se um item não for preenchido, o e-book não fica disponível para venda. Existe um manual ou vídeo que explique o passo a passo para chegar até a publicação?

Luciana Syuffi: O processo de publicação do livro digital é rápido e bem intuitivo. O cadastro do autor é basicamente nome, endereço, dados bancários (onde a Amazon irá depositar os royalties) e um formulário de impostos americanos para confirmar se o autor é considerado um cidadão americano para efeitos fiscais.

O cadastro do livro tem apenas 11 etapas com campos obrigatórios e outros opcionais. Na primeira etapa o autor escolherá se seu livro fará parte do programa KDP Select. As informações necessárias são título do livro, sinopse, nome do autor, preço, categoria, confirmar que tem os direitos autorais do livro e adicionar os arquivos do livro e a capa. O conteúdo do livro pode ser publicado em Word - que normalmente é o mais simples -, mas o KDP também aceita outros formatos de arquivo como PDF, txt, Mobi, ePub. Caso o autor não tenha uma capa pronta, pode criar uma capa na ferramenta gratuita do KDP que já oferece um banco de imagens e é fácil de manusear.

As informações opcionais são as palavras-chaves que são importantes para o livro ser encontrado por mais pessoas, o ISBN é opcional na publicação do livro digital, e também pode-se incluir subtítulo e os nomes de outros colaboradores do livro como coautores, ilustradores, revisores.

Após este processo de publicação o livro fica disponível para venda no mundo inteiro em até 48hs.
E o autor também pode atualizar o livro quando quiser. Lembrando que os direitos autorais permanecem com o autor na autopublicação.
Nosso site traz todas as informações necessárias para a publicação via KDP: http://kdp.amazon.com.br/ e temos alguns vídeos e dicas na página do Facebook www.facebook.com/KindleDirectPublishingBR.

Conexão Literatura: Quais os e-books de autores independentes mais vendidos na Amazon (Brasil) e quais os autores em destaque?

Luciana Syuffi: Toda semana cerca de 30 em cada 100 livros na lista de mais vendidos são KDP e com frequência há novos talentos se destacando na Amazon. Aqui no Brasil temos alguns bons exemplos de autores autopublicados que engajam milhares de fãs.
Durante a Bienal de São Paulo homenageamos os autores independentes que mais se destacaram nas avaliações dos leitores em 8 categorias desde que o KDP entrou no Brasil em dezembro de 2012:

1) Autor de Romance: Nana Pauvolih, Tatiana Amaral,  Carlie Ferrer
2) Autor de Negócios: Raiam Santos, Bastter, Bernardo Guimarães
3) Autor de Ficção: FML Pepper, Vanessa Bosso, Karen Alvares
4) Autor de Não-Ficção: Paulo Gentil, Eldes Saullo, Alexandre Feldman
5) Autor de Auto-ajuda: Rogerio Job, Luiz Felipe Carvalho, Rui Fernando
6) Editora de Autores Independentes: Editora Bezz, Editora PL, Editora Charme
7) eBook KDP mais lido: Memorização e Aprendizado Acelerado – Mnemônica, Guia Prático de Programação Neurolinguística, Função CEO - A Descoberta do Amor
8) Autor Destaque no Kindle Unlimited: Tatiana Amaral, Nana Pauvolih, Katherine Laccomt

Conexão Literatura: No seu ponto de vista por que esses autores fazem tanto sucesso?

Luciana Syuffi: A ferramenta KDP proporciona a oportunidade de novos autores se autopublicarem e a divulgação da obra é uma tarefa importante. É importante a comunicação direta entre autor e leitor das mais diversas formas: redes sociais, eventos, e-mails, blogs literários ou relacionados ao gênero literário do livro; vemos que quem usa estas ferramentas sai na frente e angaria fãs fiéis, construindo um relacionamento que impulsiona as leituras, a divulgação boca a boca e o sucesso de seus lançamentos. Além disso, os autores independentes investem em uma boa produção do livro, principalmente na capa e revisão da obra, para garantir que não tenha erros ortográficos e que o texto esteja coeso. Alguns autores aprendem a fazer capas, outros tem amigos e familiares que fazem o papel de revisores, ou ainda tem leitores-beta, e há aqueles que contratam terceiros para ajudar.

Em resumo, posso dizer que o “segredo” comum a todos os autores independentes de sucesso é escrever uma boa obra, fazer uma produção do livro e se divulgar. Além disso, a própria publicação ajuda o autor a amadurecer na carreira, principalmente na publicação digital em que a resposta dos leitores vem rapidamente.

Conexão Literatura: Existem novos projetos ou novas funcionalidades ligadas ao KDP vindo por aí?

Luciana Syuffi: Estamos sempre buscando melhores a experiência dos autores e leitores, mas não comentamos projetos futuros.

Conexão Literatura: Há muitos autores que começaram publicando pelo KDP e hoje tem contratos com editoras?

Luciana Syuffi: Sim, há vários. O KDP se tornou uma vitrine para editoras e vemos que hoje em dia os autores têm melhores oportunidades porque já têm fãs e leitores antes de negociar com as editoras. Há autores que até mantêm os direitos autorais digitais e se tornam o que chamamos de autores híbridos: os direitos do livro impresso é da editora, mas o livro digital é do autor, assim ele pode continuar usando o KDP e controlando todo o processo no mundo digital. Temos alguns exemplos de autores como o Raiam Santos que teve seu livro publicado pela editora LeYa este ano, a Sue Hecker pela Happer Collins, Nanna Pauvolih pela editora Rocco, FML Pepper pela Valentina, Tatiana Amaral pela Pandorga, Nina Muller pela Planeta, Mila Wander pela Universo, entre diversos outros.

Conexão Literatura: Deseja encerrar com mais algum comentário?

Luciana Syuffi: O KDP permite um processo fácil, rápido e grátis a todos os autores, colocando suas obras, de forma justa, entre os livros disponíveis no catálogo da Amazon. Muitos autores independentes brasileiros já tiveram seus livros por semanas entre os mais vendidos da loja e isso é, para nós e para eles, um grande sonho realizado: demonstra que nossos clientes estão gostando de ter acesso a novos autores e a novas obras. A autopublicação permitiu que autores encontrassem facilidade e dinamismo no meio digital, contribuições importantes para desenvolver uma carreira de sucesso como escritor.

Gostaria de convidar os autores que tem obras escritas de todos os gêneros literários para experimentar a publicação digital no KDP.

Acesse
http://kdp.amazon.com.br

Para baixar gratuitamente a edição nº 17 da Revista Conexão Literatura, com Luciana Syuffi em destaque: clique aqui.
Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: contato@fabricadeebooks.com.br

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Ajude a manter a nossa revista. Doe, nossas edições são gratuitas para os leitores!

Curta Nossa Fanpage

Inscreva-se e receba nossas novidades por e-mail:

Anuncie e Publique Conosco

LIVRO: 666 - SINAIS - MARLI FREITAS

Posts mais acessados

LIVRO DESTAQUE

REVISÃO DE TEXTOS

REVISÃO DE TEXTOS
Revise o seu texto conosco.

Passaram por aqui


Labels