terça-feira, 23 de janeiro de 2018

Curiosidades do livro de John Green – Tartarugas Até Lá Embaixo

Tartarugas até lá embaixo, novo livro de John Green, foi publicado no Brasil pela Editora Intrínseca (272 páginas). Aza Holmes não está disposta a sair por aí bancando a detetive para solucionar o misterioso desaparecimento de um bilionário chamado Russell Pickett, mas há uma recompensa de cem mil dólares em jogo. Sua destemida e falante amiga, Daisy, quer muito botar a mão nesse dinheiro todo. Assim, as duas vão atrás do único contato que têm em comum com o magnata: o filho dele, Davis.
 
Aos dezesseis anos, Aza ainda não encontrou um modo de lidar com as terríveis espirais de pensamento que se afunilam cada vez mais e ameaçam aprisioná-la. Ela tem transtorno obsessivo compulsivo (TOC).
 
Confira algumas curiosidades por trás do livro: 

O título Tartarugas Até Lá Embaixo 

O nome do livro pode soar estranho, mas tem uma origem. Diz-se na comunidade científica que certa vez um renomado cientista estava dando uma palestra sobre astronomia. Ele falava como a Terra orbita o Sol e como o Sol, por sua vez, orbita o centro de uma vasta quantidade de estrelas a que damos o nome de galáxia. Quando a palestra terminou, uma senhora se levantou e disse que aquilo que o homem havia acabado de falar não tem sentido, pois “o mundo é um prato achatado apoiado no dorso de uma tartaruga gigante”. O cientista questionou onde a tartaruga gigante estaria apoiada e a senhora respondeu que estaria apoiada em outra tartaruga. “Uma tartaruga abaixo da outra. Há tartarugas até lá embaixo.” E isso se explica ao lermos a narrativa contada por Green. A história que dá nome ao livro é relatada por Stephen Hawking em Uma Breve História do Tempo. 

Uma pintura de Raymond Pettibon 

Numa determinada passagem do livro a protagonista Aza fica fascinada com uma pintura de Raymond Pettibon. “Era uma espiral colorida, talvez uma rosa ou um redemoinho. Algum efeito nas linhas curvas fazia meus olhos se perderem na pintura, me obrigando a voltar repetidas vezes do todo para partes menores (...) Tive de me conter para não arrancar o quadro da parede e fugir com ele” – declara Aza.

Raymond Pettibon é um artista que tem pinturas e desenhos, muitos deles em preto e branco.  Nasceu em 16 de junho de 1957 em Arizona – Estados Unidos. Formou-se na Universidade de Los Angeles. Fez parte de uma banda punk chamada Black Fag, formada no sul da Califórnia no ano de 1976. As letras das músicas tratavam de solidão, neuroses e paranoia. A maioria das capas dos discos foi feita por Pettibon. 

TOC – Transtorno Obsessivo Compulsivo 

O TOC caracteriza-se por pensamentos excessivos que levam a comportamentos repetitivos, as chamadas compulsões. Para quem não sabe, John Green, o autor do livro, também foi diagnosticado com tal transtorno. Daí o fato de conseguir tratar de maneira bastante real e autobiográfica a maneira como a protagonista lida com isso. Ele, o autor, teve fases em sua vida, nas quais a doença o impedia de trabalhar e até de se alimentar. Com terapias e remédios, a doença foi controlada. John Green revelou em vídeo: “Tentei criar uma experiência não sensorial de viver dentro da minha espiral de pensamento.” 

Star Wars 

A amiga da protagonista, Daisy, é uma jovem que escreve fanfic de Star Wars. Então, ao longo do livro há várias referências da franquia. Um dos personagens declara: “Star Wars é a religião oficial dos Estados Unidos”. 

Chuck E. Cheese’s 

Chuck E. Cheese’s é o local de trabalho de Daisy, a amiga de Aza Holmes. O restaurante realmente existe. É uma rede de restaurantes dos Estados Unidos, que é conhecida por sua programação infantil, que inclui serviços de pizza, festas, brinquedos e jogos. O site da empresa é www.chuckechesse.com. 

Citações 

O personagem Davis, filho do bilionário desaparecido, costuma postar citações na internet, que são apresentadas em várias partes do livro. Há citações de escritores, como  J. D. Salinger, Charlotte Brontë, William Shakespeare, Terry Pratchett, , Jacqueline Woodson, Maurice Sendak (que além de escrever livros infantis é ilustrador), William James (um dos fundadores da psicologia moderna), entre outros.

Boa leitura!
 
Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: contato@fabricadeebooks.com.br

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Receba nossas novidades por e-mail (você receberá um email de confirmação):

Anuncie e Publique Conosco

Posts mais acessados

EDITORA DRAGO

LIVRO: TEU PECADO

LIVRO: TRAVESSURAS DA MINHA MENINA MÁ

CURSO ONLINE "ESCRITA TOTAL"

LIVRO "TAMARA JONG - O CHAMADO DE ÚLION"

LIVRO "CONTOS DESPERTOS II"

FUTURO! - ROBERTO FIORI

LIVRO DESTAQUE

Passaram por aqui


Labels