terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

Entrevista: Andreia Camargo comenta sobre o seu novo livro "O Sopro do Vento"

Andreia Camargo - Foto divulgação
Andreia Camargo nasceu em 02/03/1958 Natural do Rio de Janeiro, Brasil. Interessou-se pela leitura muito cedo. Começou a escrever aos quatorze anos de idade. Autora de vários livros. Escritora eclética, tem diferentes gêneros publicados: Romances Policiais, Poemas e Poesias, Ficção, Biografia do Vodum no Brasil, Vocabulário da Língua Fòngbè, Livros Infantis e muitos outros. Escreveu e produziu algumas peças teatrais. Vive atualmente na Europa, há mais de vinte anos.

ENTREVISTA:

Conexão Literatura: Poderia contar para os nossos leitores como foi o seu início no meio literário?

Andreia Camargo: Aos quatorze anos eu escrevi o meu primeiro livro infantil. Sempre fui muito criativa e no momento em que a inspiração aparece, é como se estivesse num transe hipnótico. Fui inspirada por alguns autores como: Monteiro Lobato, Oscar Wilde, William Shakespeare, Agatha Christie e muitos outros. Sempre gostei muito de ler. Recordo que na escola sempre tive ótimas notas em redação, pela minha criatividade.

Conexão Literatura: Você é autora do livro “O Sopro do Vento”. Poderia comentar?

Andreia Camargo: O Sopro do Vento foi meu último trabalho, que está no momento sendo revisado pela brilhante profissional, a quem confio todos os meus livros: Rosani Hoelz.  Eu indico a todos os escritores o trabalho da Rosani, ela é excepcional! Esse livro conta a história do período da escravidão no Brasil:

Em 1726 o Brasil era uma colônia Portuguesa, governada pelo vice-rei de Portugal, Conde de Sabugosa,Vasco Fernandes César de Menezes.
Na fazenda “O sopro do vento”, no Rio de Janeiro, de propriedade do Barão Rodolfo de Pinheiros tudo estava para acontecer, após a chegada de sua sobrinha, a jovem Vitoria de vinte anos, que só poderia receber a herança de sua  falecida mãe, depois que completasse vinte e cinco anos. Nesse período de espera, quem iria administrar toda sua fortuna seria seu tio, o Barão de Pinheiros. Tudo se transforma quando a jovem é violada pelo próprio primo Felipe. A jovem Vitoria foi oferecida ao primo em matrimônio pelo tio para limpar sua honra, mas se apaixona pelo escravo Tonho, que se torna seu amante, arriscando a própria vida com essa relação.
Na senzala a escrava Moema se torna Marquesa de Casa Verde e faz escândalos na cidade.
A esposa do Barão de Pinheiros, Baronesa Elvira é assassinada no salão da casa grande e os suspeitos eram a criadagem. Ninguém poderia imaginar que o assassino fosse alguém próximo à Baronesa.
Na senzala, uma grande revolta dos escravos faz toda a plantação do canavial ser queimada. o Barão de Pinheiros perde toda fortuna, levando-o ao desespero.
Vinganças, paixões, amores perdidos e muitas emoções nesse romance.
 

Conexão Literatura: Como foram as suas pesquisas e quanto tempo levou para concluir seu livro?

Andreia Camargo: Houve vezes que levei de dois até três anos para escrever um livro. Esse eu levei apenas dois meses para escrever, devido a grande inspiração pela qual estava tomada. Minhas pesquisas foram em bibliotecas, sites na internet, para buscar os costumes e modos de falar da época: século XVIII. O século das luzes na Europa. Foi um recorde para mim, afinal, o livro tem 702 páginas.

Conexão Literatura: Poderia destacar um trecho do qual você acha especial em seu livro?

Andreia Camargo: Fiquei encantada com o trecho onde a ex-escrava entra no salão de festas do vice-rei do Brasil, vestida como uma rainha, criando estupor a todos os presentes: ...As horas estavam passando e os convidados começavam a se preocupar com a demora da Marquesa negra. Alguns já estavam dizendo que tudo não passava de uma lenda, que ela nunca existira, outros desmentiam dizendo que eram testemunhas vivas sobre a sua existência. Teve uma nobre senhora que jurou que vira a Marquesa negra nua passeando pela cidade de carroça. No meio de tantas fofocas a tão esperada hora é chegada: o elegante empregado do palácio anuncia:
_ Marquês Manoel de Casa Verde e sua acompanhante a Marquesa Moema de Casa Verde.
Formou-se uma multidão para olhar a mulher que estava movimentando todos os salões da nobreza. A Baronesa Elvira ao ver a entrada da Marquesa Moema com o mesmo modelo do seu vestido no corpo, não aguentou a vergonha e desmaiou. O Barão Rodolfo, seu marido, a socorreu gritando: tem um médico no salão?_ rapidamente um senhor veio acudir a Baronesa, que foi imediatamente levada para casa pelo filho Felipe.
Todos estavam boquiabertos com tamanha beleza e riqueza. O vestido era o mesmo da Baronesa de Pinheiros, com uma diferença, Moema tinha muito mais joias, uma tiara na cabeça repleta de diamantes, pedras preciosas por todo corpo, colares caríssimos e pulseiras para invejar uma rainha. Era a mulher mais bem vestida do salão.

Conexão Literatura: Você é autora de vários livros, mas existe um entre eles que seja muito especial para você? Caso sim, por quê?

Andreia Camargo: Todos os livros são como filhos. Não existe o melhor! Em minha opinião, cada um nos trazem emoções diferentes. Estou muito empolgada com a trilogia que estou escrevendo Operação Babilônia I, Operação Babilônia II, (ambos já publicados) e em breve estarei escrevendo a Operação Babilônia III, último da trilogia. Estava muito empolgada escrevendo os livros de espionagem, até surgir à inspiração para O Sopro do Vento, que me fez viajar em uma nova emoção.

Conexão Literatura: Como o leitor interessado deverá proceder para adquirir um exemplar do seu livro e saber um pouco mais sobre você e o seu trabalho literário?

Andreia Camargo: Meus livros estão todos publicados no Amazon. Basta escrever o meu nome e aparecem todos os meus trabalhos. São mais de vinte livros.

Conexão Literatura: Existem novos projetos em pauta?

Andreia Camargo: Estou com alguns projetos que serão uma grande surpresa para os meus leitores. Eu costumo escrever em contemporânea, três livros ao mesmo tempo. A inspiração toma conta  de mim e inicio a criar.  Quando vem o período Writer's block, sem inspiração, é muito triste porque pode durar de uma semana há seis meses, depende muito. Estou no período de criar, é o momento de aproveitar e colocar para fora toda a minha inspiração.

Perguntas rápidas:

Um livro: Guerra e Paz, de Liev Tolstói, mais conhecido no Brasil como Leon Tolstói
Um (a) autor (a): Liev Tolstoi
Um ator ou atriz: São tantas personalidades, que eu seria leviana em citar um nome, poderia ofender algumas. Tenho algumas amigas atrizes. Prefiro dizer que no Brasil temos grandes talentos, que no momento não estão sendo aproveitados.
Um filme: O Poderoso Chefão (1972)
Um dia especial: Todos os dias são especiais em minha opinião, porque renascemos a cada despertar.

Conexão Literatura: Deseja encerrar com mais algum comentário?

Andreia Camargo: Estou muito honrada pela entrevista. Agradeço aos responsáveis pela revista, por esta oportunidade e carinho. Aproveito para agradecer também a todos os meus leitores! Continuem lendo sempre. Ler é como alimentar a alma! Gratidão!
Andreia Camargo

Vídeo do livro “O Sopro do vento” no youtube:
https://youtu.be/apjRqIyrRgc

Meu site pessoal:
www.andreiacamargo.com

Instagram: @andreiadecamargo
Twitter: @camargoandreia
Minha pagina no Facebook:
https://www.facebook.com/AndreiaCammargo/?ref=bookmarks
Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: contato@fabricadeebooks.com.br

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Receba nossas novidades por e-mail (você receberá um email de confirmação):

Anuncie e Publique Conosco

Posts mais acessados da semana

EDITORA PENALUX

EDITORA DRAGO

ENCONTRE UMA EDITORA PARA O SEU LIVRO

LIVRO DESTAQUE

FUTURO! - ROBERTO FIORI

LIVRO: TRAVESSURAS DA MINHA MENINA MÁ

LIVRO "TAMARA JONG - O CHAMADO DE ÚLION"

Passaram por aqui


Labels