domingo, 4 de fevereiro de 2018

Fantasia e Ficção Científica em “Futuro! – Contos fantásticos de outros lugares e outros tempos”, de Roberto Fiori

Roberto Fiori - Foto divulgação
Roberto Fiori é um escritor de Literatura Fantástica. Natural de São Paulo, reside atualmente em Vargem Grande Paulista, no Estado de São Paulo. Graduou-se na FATEC – SP e trabalhou por anos como free-lancer em Informática. Estudou pintura a óleo. Hoje, dedica-se somente à literatura, tendo como hobby sua guitarra elétrica. Estudou literatura com o escritor, poeta, cineasta e pintor André Carneiro, na Oficina da Palavra, em São Paulo. Mas Roberto não é somente aficionado por Ficção Científica, Fantasia e Horror. Admira toda forma de arte, arte que, segundo o escritor, quando realizada com bom gosto e técnica apurada, torna-se uma manifestação do espírito elevada e extremamente valiosa.

ENTREVISTA:

Conexão Literatura: Poderia contar para os nossos leitores como foi o seu início no meio literário?

Roberto Fiori: Sempre fui uma pessoa que teve aptidão para escrever. Desde o ginásio, passando pelo antigo 2º Grau, minhas notas na matéria de redação eram altas, muito acima da média. O que me motivava a escrever eram minhas leituras, principalmente Ficção Científica e Fantasia. Descobri cedo, pelo mestre da Fantasia Ray Bradbury, que era a Literatura Fantástica que eu admirava acima de qualquer outro gênero literário.

Em 1989, sob a indicação de uma grande amiga minha, Loreta, que conheci a Oficina da Palavra, na Barra Funda, em São Paulo. E fiz uma boa amizade com o maior professor de literatura que já tive, André Carneiro. Sem dúvida alguma, se não fosse pelo André, eu jamais saberia o que sei hoje, sobre a arte da escrita. Nos cursos que ele ministrava, aprendi na prática a escrever, as bases de como tornar uma mera história de ficção em uma obra que atraísse a atenção das pessoas.
 
Conexão Literatura: Você é autor do livro "Futuro! - Contos fantásticos de outros lugares e outros tempos". Poderia comentar?

Roberto Fiori: “Futuro! – Contos fantásticos de outros lugares e outros tempos” é uma obra parte Fantasia, parte Ficção Científica, parte Horror, e que poderá vir a se tornar realidade, quer em outra época, no futuro, quer em outra dimensão paralela à nossa. Vivemos em um Cosmos que não é o único, nessa teia multidimensional chamada Multiverso. Ele existe, segundo as mais avançadas teorias da cosmologia. São Universos Paralelos, interligados por caminhos ou “wormholes” – buracos de minhoca. Um “wormhole” conecta dois buracos negros, ou singularidades, em que a gravidade é tão elevada que nada pode escapar de sua atração gravitacional, nem mesmo a luz. Em tais “wormholes”, o tempo e o espaço perdem suas características, tornam-se algo que somente podemos especular e deduzir matematicamente.

“Futuro! – Contos fantásticos de outros lugares e outros tempos” é uma coletânea de treze contos e noveletas. Invasões alienígenas por seres implacáveis, ameaças vindas dos confins da Via Láctea por entidades invencíveis, a luta do Homem contra uma raça peculiar e destrutiva ao extremo, terrível e que odeia o ser humano sem motivo algum. Esses são exemplos de contos em que o leitor poderá não enxergar qualquer possibilidade de sobrevivência para o Homem. Mas ao lado de relatos de pesadelo, surgem contos que nos falam de emoções. Uma máquina pode apresentar emoções? Ela poderia sentir, se emocionar? Nosso povo já esteve à beira da catástrofe nuclear, em 1962. Isso é realidade. Mas e se nossa sobrevivência tivesse sido conseguida com uma pequena ajuda de uma raça semelhante à nossa em tudo, na aparência, na língua, nos costumes? E que desejaria viver na Terra, ao lado de seus irmãos humanos? Há histórias neste livro que trazem ao leitor uma guerra milenar, que poderá bem ser parada por um casal, cada indivíduo situado em cada lado da contenda. E há histórias de terror, como uma presença, não mais que uma forma, que mata, destrói e não deixa rastros.

Enfim, é uma obra de ficção, mas que poderá vir a se revelar algo palpável para o Homem, como na narrativa profética da destruição de um planeta inteiro.
Conexão Literatura: Como foram as suas pesquisas e quanto tempo levou para concluir seu livro?

Roberto Fiori: Minhas pesquisas foram baseadas em toda uma série de livros e revistas de divulgação científica, e artigos da Internet. Levei três anos para concluir os rascunhos, as pesquisas e as inúmeras revisões a que submeti meus trabalhos originais. Livros de gabarito, como “Cosmos”, de Carl Sagan, ou “Civilizações Extraterrenas“ (“Extraterrestrial Civilizations”), de Isaac Asimov, me deram a base e a inspiração para descrever raças alienígenas. “O Colapso do Universo” (“The Collapsing Universe”), de Isaac Asimov, e “Buraco Negro, o Supremo Desconhecível” (“Black Holes: The End of the Universe?”), do cientista inglês John Taylor, foram as duas obras principais que me levaram a escrever sobre os buracos negros. A revista Scientific American Brasil me foi de imensa ajuda, para me inteirar sobre o Multiverso e as várias dimensões que nosso Universo possui. Pela Internet, fiz pesquisa sobre ervas e raízes venenosas e místicas. Essas são algumas das fontes que utilizei. Muitos outros livros foram consultados e a influência de autores como Isaac Asimov, Arthur C. Clarke, Robert Silverberg, Jack Vance e tantos outros foi essencial para formar meu próprio estilo literário.

Conexão Literatura: Poderia destacar um trecho do qual você acha especial em seu livro?

Roberto Fiori: Existe um trecho em meu conto “Filhos da Esperança”, que me emociona muito, cada vez que eu o leio:
“Ele custou a acreditar nas palavras de sua amada. Olhou fixo para os olhos dela e compreendeu. Eram opostos que se atraíam, ao mesmo tempo em que eram como a água e o vinho. Ele, o vinho, sem possibilidade de se misturar com ela, a água.
A nave partiu do vale, quando chegou a hora. Ninguém acompanharia Semiel. Demielle, ao lado de um monte, vendo a superestrutura subir, derramou uma lágrima. E disse para si que ele era um tolo, que levaria todos ao esquecimento, se o seguissem.

Ela deu as costas ao ponto de luz que desaparecia no céu, e dirigiu-se à sua casa, pelas ruas de terra e grama da vilazinha silenciosa.”

Conexão Literatura: Como o leitor interessado deverá proceder para adquirir o seu livro e saber um pouco mais sobre você e o seu trabalho literário?

Roberto Fiori: Para adquirir meu livro, o leitor poderá comprá-lo nos seguintes pontos de venda (lista que poderá sofrer alteração em decorrência da possível inclusão de novos pontos de venda ou exclusão):

1)    E-books: Pelo site da Saraiva, pelo link:                                                    
https://www.saraiva.com.br/futuro-10025928.html
2)     Pelo site da Amazon, pelo link:
https://www.amazon.com.br/Futuro-contos-fant%C3%A1sticos-outros-lugares-ebook/dp/B0798RVQ8K/ref=sr_1_13?ie=UTF8&qid=1517072073&sr=8-13&keywords=roberto+fiori
3)    Livros físicos (impressos): com o autor, na editora Livros Ilimitados ou em várias livrarias.
a)    Com o autor:  entrem em contato comigo, pelo e-mail spbras2000@gmail.com
b)    Na editora, pelo link: https://livrosilimitados.loja2.com.br/8050483-Futuro-contos-fantasticos-de-outros-lugares-e-outros-tempos
c)    No site da Submarino, pelo link: 
https://www.submarino.com.br/produto/30671333/livro-futuro-contos-fantasticos?pfm_carac=futuro%21%20contos%20fantasticos%20de%20outros%20lugares%20e%20outros%20tempos&pfm_index=1&pfm_page=search&pfm_pos=grid&pfm_type=search_page%20
d)    No site das americanas.com: pelo link:
https://www.americanas.com.br/produto/30671333/livro-futuro-contos-fantasticos?pfm_carac=futuro%21%20contos%20fantasticos%20de%20%20outros%20lugares%20e%20outros%20tempos&pfm_index=0&pfm_page=search&pfm_pos=grid&pfm_type=search_page%20
Haverá o lançamento do livro em formato físico e/ou em formato de e-books, nos pontos de venda:
e)    Livraria Galileu;
f)    Livaria da Folha;
g)    Pontofrio.com;
h)    Walmart;
i)    Livraria da Travessa – a livraria oficial da FLIP;
j)    Livraria Leitura;

Deverão ser lançados livros físicos e/ou e-books também nos pontos de venda:
k)    Árvore de Livros;
l)    Livraria Nobel;
m)    Livraria Argumento;
n)    Eldorado;
o)    Apple;
p)    Livrarias Curitiba.

Para conhecer um pouco de meu trabalho, possuo alguns exemplares do livro “UTOPIA – Contos Fantásticos”, lançado em 2014 pela Andross Editora, com dois contos de Ficção Científica meus, que foram ampliados nesta edição de “Futuro! – Contos fantásticos de outros lugares e outros tempos”.

Os interessados em conhecer meus contos em “UTOPIA – Contos Fantásticos”, podem entrar em contato comigo, pelo e-mail  spbras2000@gmail.com. Os compradores terão uma ideia de minha primeira versão para os dois contos que foram relançados agora, em uma nova versão que, espero, também agrade o leitor. “UTOPIA – Contos Fantásticos” está sendo lançado em um preço promocional, muito abaixo do mercado.

O vídeo de divulgação de “Futuro! – Contos fantásticos de outros lugares e outros tempos” pode ser acessado pelo Youtube, no link:
https://www.youtube.com/watch?v=LzTwDoTNwLc&list=PL0JiWTCuulya18ZYmDeIqyRwEmQpVNE-l

Um link preview, contendo o prefácio e o primeiro conto do livro “Futuro! – Contos fantásticos de outros lugares e outros tempos”, pode ser acessado pelo link:
https://issuu.com/livrosilimitados/docs/9788563194657_i

Conexão Literatura: Existem novos projetos em pauta?

Roberto Fiori: No momento, estou trabalhando em um projeto totalmente inovador, que deverá levar algum tempo para ficar pronto. Trata-se de um livro que trata da imaginação, do ato de imaginar, a nível bioquímico e a nível de possibilidade ilimitada de nossa consciência. Mas é somente uma ideia, existem outros projetos que eu já vinha desenvolvendo há anos, como um romance distópico em um futuro não muito distante.

Perguntas rápidas:

Um livro: Existem muitos excelentes, mas o meu preferido é e sempre será “2001 – Uma Odisseia no Espaço”.
Um (a) autor (a): Arthur C. Clarke, pela humanidade e simplicidade que ele coloca em suas obras.
Um ator ou atriz: Ator: Richard Gere ;  Atriz: Charlize Theron.
Um filme: “2001 – Uma Odisseia no Espaço”.
Um dia especial: Quando soube que a obra “UTOPIA – Contos Fantásticos” incluiria dois contos de minha autoria.

Conexão Literatura: Deseja encerrar com mais algum comentário?

Roberto Fiori: Sim. Hoje em dia, vivemos em uma época em que a leitura não é muito considerada, no Brasil.
Li que quatro a cinco volumes são lidos em média pelos jovens, em nosso país, por ano, incluindo os livros obrigatórios das escolas.
Isso não deveria ser assim! As pessoas deveriam gostar de ler, gostar verdadeiramente. Ler por prazer, seja que tipo de leitura for. Fazer do livro uma companhia constante. Nosso país precisa de mentes criativas, que somente a leitura pode oferecer, levando pessoas humildes a mundos inteiramente inovadores.

No livro “Maestria”, de Robert Greene, vemos o caso de um dos mais influentes cientistas da História, o físico e químico Michael Faraday. Ele descobriu o benzeno, os princípios de construção do motor e do gerador elétrico, descobriu os campos elétrico e magnético, enfim, sem Faraday, Thomas Alva Edison, Nicola Tesla e outros jamais poderiam ter conseguido aplicar a eletricidade em nossa sociedade. Estaríamos na estaca zero, isso se outros não tivessem feito tais descobertas.

Michael Faraday teve uma infância muito difícil, seu pai era ferreiro. Faraday teria sido um lavrador, segundo Greene, por vontade do pai. Mas ele nunca poderia ter tido sucesso como lavrador, mesmo porque sua constituição física não o tornava apto a trabalhar no campo. Ele era fisicamente fraco. Mas descobriu uma livraria, no centro de sua cidade, quando era bem jovem, e o dono da livraria, uma pessoa generosa, deixava que Faraday lesse livros de sua loja, depois do expediente. Michael Faraday trabalhava como menino de recados e como entregador de livros, para o livreiro, quando criança.

Faraday tornou-se apaixonado pelos fenômenos elétricos descritos nos livros. A partir de sua paixão pela leitura, tornou-se, ao longo de sua vida, membro da Royal Institution, por indicação de seu mestre, Humphrey Davy, conferencista, membro da Royal Society, perito em tribunais, aperfeiçoou o telescópio, inventou o dínamo, fundou a eletrólise, obteve um Diploma Honorário na Universidade de Oxford, recebendo a medalha Copley, a maior honraria dada por esta instituição. Tornou-se Professor Fulleriano na Royal Institution e recusou o convite para a presidência da Royal Institution, porque queria ter tempo para suas experiências, o que não teria se fosse presidente.

Em resumo, a paixão pela leitura levou Michael Faraday a se tornar um dos mais brilhantes cientistas que o mundo já conheceu. A leitura engrandece o espírito, traz paz à alma, é um remédio eficaz para o tédio, aumenta o conhecimento. Traz apenas benefícios.
Se cada um de nós se tornasse um “Faraday” consumidor de livros, o mundo seria outro!
Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: contato@fabricadeebooks.com.br

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Inscreva-se e receba nossas novidades por e-mail:

Anuncie e Publique Conosco

Posts mais acessados

EDITORA DRAGO

CURSO ONLINE "ESCRITA TOTAL"

LIVRO "TAMARA JONG - O CHAMADO DE ÚLION"

LIVRO "CONTOS DESPERTOS II"

FUTURO! - ROBERTO FIORI

LIVRO DESTAQUE

Passaram por aqui


Labels