quarta-feira, 7 de março de 2018

O Homem que Matou Getúlio Vargas


Título: O homem que matou Getúlio Vargas
Autor: Jô Soares
Editora: Companhia das Letras 
Páginas: 342 
Lançamento: 1998 

Nome: Dimitri Borja Korozec. Filiação: pai sérvio, mãe brasileira. Marca de nascença: seis dedos em cada mão. Ideologia: algo assim como uma espécie de anarquismo. Profissão: assassino. Vítimas preferenciais: líderes políticos. Ele é o homem certo: formou-se numa escola de assassinos altamente conceituada, tem uma pontaria extraordinária e está sempre disposto a dar cabo dos tiranos que infestam o mundo. Mas sofre de um problema crônico: é desastrado. Com ele não tem meio-termo: é tudo por um triz. Em 1914, por exemplo, na Europa, foi ele quem quase desencadeou a Primeira Guerra Mundial... E é sempre assim, negando fogo, que o anarquista Dimitri Borja Korozec participa ativamente de importantes episódios históricos e convive com estrelas como Mata Hari, Al Capone, Franklin Roosevelt e Getúlio Vargas, entre outros. 

Análise: 

Saudações literárias! Queridos leitores do blog Revista Conexão Literatura, tudo bem com vocês? Espero que sim! Fiquem tranquilos, hoje falarei de um livro incrível do meu ídolo literário, Jô Soares. Bora pra resenha? 

Uma obra literária do qual mescla biografia e ficção, romance e fatos históricos, tudo em um só lugar. Vamos presenciar muitas atrapalhadas do personagem principal, Dimitri Borja Korozec, filho de um sérvio anarquista com uma contorcionista brasileira. O seu diferencial? Seis dedos em cada mão. 

Dimitri tem um fato curioso, tem sangue do então Presidente Getúlio Vargas correndo em suas veias, por motivos familiares ele decide se vingar e por um fim no atual presidente do Brasil. O jovem Dimitri cresceu sob influência do anarquismo, por conta do seu pai, aos quinze anos é aceito em uma escola de assassinos e terroristas na Bósnia. Em seus treinamentos, Dimitri descobre o seu talento único com tiro e sua mira precisa. 

Jô Soares conta com uma escrita rebuscada, em certos momentos precisei utilizar um dicionário para consultar certas palavras e os seus significados. O autor deixou um livro rico em detalhes históricos, fatos que marcaram à humanidade é descrito de forma fluída e magistral. 

O jovem Dimitri recebe sua primeira missão, porém fracassa com sucesso, por ser desastrado e atrapalhado, por conta disso ele acaba por presenciar à Primeira Guerra Mundial. 

Azar é o sobrenome de Dimitri, falhando em diversas missões e presenciando de perto várias personalidades que marcaram o Mundo, porém ele não desiste do seu real objetivo. Eliminar os poderosos tiranos ao redor do Globo. 

Tirando o seu azar e suas atrapalhadas, Dimitri conhece várias personalidades históricas, desde Al Capone até o Presidente Roosevelt. Uma dica? Pesquisem sobre os fatos descritos no livro, deixa a leitura ainda mais rica. 

E mais uma vez, com suas atrapalhas e erros para cumprir missões, Dimitri decide ir para o Brasil, colocar o seu objetivo principal em ação, eliminar Getúlio Vargas, porém nada mudou os desastres e atrapalhas chegam até o Brasil. 

Uma aventura que percorre todo o Mundo de uma forma divertida e com pitadas de humor ácido. Vamos acompanhar o assassino de seis dedos em cada mão, Dimitri e seu ideais para mudar o Mundo.

Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: contato@fabricadeebooks.com.br

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Receba nossas novidades por e-mail (você receberá um email de confirmação):

Anuncie e Publique Conosco

Posts mais acessados

EDITORA DRAGO

LIVRO DESTAQUE

FUTURO! - ROBERTO FIORI

LIVRO: TRAVESSURAS DA MINHA MENINA MÁ

CURSO ONLINE "ESCRITA TOTAL"

LIVRO "TAMARA JONG - O CHAMADO DE ÚLION"

LIVRO "CONTOS DESPERTOS II"

Passaram por aqui


Labels