quarta-feira, 18 de abril de 2018

Bruno Gaudêncio e a HQ "Ariano Suassuna em Quadrinhos"

Bruno Gaudêncio - Foto divulgação
Escritor, jornalista, historiador e professor, Bruno Gaudêncio nasceu em Campina Grande, Paraíba, em dezembro de 1985. É formado em jornalismo e história pela Universidade Estadual da Paraíba; mestre em História pela Universidade Federal de Campina Grande; e atualmente cursa o doutorado em História Social pela Universidade de São Paulo. É Professor concursado da Secretária de Educação da Paraíba e foi professor substituto de História na Universidade Estadual da Paraíba. É autor de mais de 10 livros, entre coletâneas de poemas, contos, ensaios e roteiros de quadrinhos biográficos.

ENTREVISTA:

Conexão Literatura: Poderia contar para os nossos leitores como foi o seu início no meio literário?


Bruno Gaudêncio: Desde a adolescência sou um leitor impulsivo. Frequentei bibliotecas públicas. Encantei-me pelo objeto livro e suas potencialidades. Já adulto comecei a criar estratégias de inclusão no chamado campo literário. Muita leitura, contatos via mundo virtual, publicações em revistas e sites culturais. Dediquei-me principalmente a poesia. Mas também a outros gêneros como a biografia e o ensaio. Em 2009 lancei O Ofício de Engordar as sombras, um livro raquítico de poemas, que banquei graças a ajuda de amigos e parentes. Teve uma boa repercussão. De lá pra cá, vem crescendo o número de livros publicados. Uma paixão.

Conexão Literatura: Você é autor da HQ “Ariano Suassuna em Quadrinhos”. Poderia comentar?

Bruno Gaudêncio: Em 2013 fui convidado pela editora Patmos, de João Pessoa a participar enquanto roteirista de um projeto chamado Primeira Leitura. O projeto consistia em biografar personalidades culturais e políticas nascidas na Paraíba e com destaque na História Brasileira. Fiz primeiramente Pedro Américo em Quadrinhos (isso em 2014) e depois vieram Ariano Suassuna em Quadrinhos (em 2015) e mais recentemente Horácio de Almeida em Quadrinhos e Paulo Pontes em Quadrinhos (2016 e 2017). De todos evidentemente o que alcançou melhor repercussão foi Ariano Suassuna em Quadrinhos. Lancei em vários estados e o livro já alcançou algumas reimpressões.

Conexão Literatura: Como foram as suas pesquisas e quanto tempo levou para concluir seu roteiro?

Bruno Gaudêncio: Foram cerca de cinco meses de pesquisa e mais dois ou três de ajustes. Utilizei os próprios livros do Ariano, suas entrevistas e aulas espetáculos e algumas biografias publicadas sobre ele no mercado editorial brasileiro. Foi um dos trabalhos mais divertidos que fiz até o momento.

Conexão Literatura: Poderia destacar um trecho do qual você acha especial em sua HQ?

Bruno Gaudêncio: Acho que o momento em que Ariano se torna o Ariano que todos conhecemos. De uma intelectual atuante no Nordeste, principalmente no Recife, ele se torna um show-men (a expressão ele odiaria). Momento este quando o Auto da Compadecida se torna um sucesso nacional, suas obras ganham reedições  e são reestudadas na academia. Isso tudo durante a década de 1990. Foi o momento do reconhecimento.

Conexão Literatura: Como o leitor interessado deverá proceder para adquirir um exemplar da HQ e saber mais sobre os seus outros livros?


Bruno Gaudêncio: Com a própria editora, Patmos, comigo (a vantagem do autógrafo) e claro no site nas livrarias, como a Cultura. Na Paraíba e Pernambuco você encontra em quase todas as livrarias.

Conexão Literatura: Existem novos projetos em pauta?

Bruno Gaudêncio: Vou publicar alguns livros novos este ano. Agora em abril sairá o Ensaios, perfis e (quase) memórias, pela Editora Ideia, de João Pessoa. Em junho sairá o meu novo livro de poemas, a Cicatriz que canta o incêndio da raiz, pela Editora Moinhos, de Belo Horizonte. Vou lançar em São Paulo e depois na Paraíba, meu estado natal. Estes dois são os certos. Tenho ainda mais dois livros prontos. Um acadêmico e outro juvenil.

Perguntas rápidas:

Um livro: Crime e Castigo.
Um (a) autor (a): No momento, Alberto da Cunha Melo.
Um ator ou atriz: Fernanda Montenegro.
Um filme: O Sétimo Selo.
Um dia especial: Os que chovem ou fazem sol. Sim, os nublados também.

Conexão Literatura: Deseja encerrar com mais algum comentário?

Bruno Gaudêncio: Seguimos nesta luta no campo literário, escrevendo, publicando, encantando, desencanto o mundo.
Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Receba nossas novidades por e-mail (você receberá um email de confirmação):

Anuncie e Publique Conosco

Posts mais acessados da semana

DRAGO EDITORIAL

LIVRO DESTAQUE

LIVRO: TRAVESTIS BRASILEIRAS EM PORTUGAL

FUTURO! - ROBERTO FIORI

ENCONTRE UMA EDITORA PARA O SEU LIVRO

LIVRO: TRAVESSURAS DA MINHA MENINA MÁ

Passaram por aqui


Labels