segunda-feira, 14 de maio de 2018

Resenha: Estado Terminal - Dylan Ricardo


Título: Estado Terminal
Autor: Dylan Ricardo
Editora: All Print Editora
Páginas: 124
Ano Lançamento: 2017 

Sinopse: 

Era uma vez um dedicado leitor que queria ser escritor, pois achava que tinha o que dizer, mas não só isso, ele precisava expor, era muito mais que apenas um exercício de arrogância inconsciente. Era vital. 

O monstro que lhe habitava as entranhas estava a cada dia mais barulhento e preenchia cadernos com medos, desejos, lembranças e revoltas. Ele queria registrar tudo o que havia vivido, precisava deixar compiladas suas experiências, como uma marca do que passou durante a existência. Uma prova de que havia vivido. 

Ele queria arrancar seus escritos das gavetas e atirá-los ao mundo. Queria tocar em sua obra publicada, pegar nas folhas, sentir o peso das frases, o cheiro do livro e o aguilhão de cada letra. 

Não lhe bastava mais escrever para si, ele desejava mostrar a todos o que acontecia pelos fumegantes e devastados campos inóspitos do seu cérebro. Queria cuspir, vomitar, arremessar tudo o que lhe carcomia as vísceras. 

E copulando com a dor, partejou poemas. Cem poemas que compõem esta pequena obra, fruto de noites em claro, de ácidas lágrimas vermelhas, de espelhos quebrados, paredes esmurradas, pulmões nicotinados, garrafas esvaziadas e torturantes lembranças. 

Caros leitores, bem-vindos ao meu cérebro. 

Análise: 

Poesia é profunda, que chega em nossas almas e arrebata para um plano que desconhecemos completamente. Os poetas são mágicos, verdadeiros artistas que conseguem transformar com precisão versos, frases e rimas nas mais belas e graciosas poesias. 

Já que o assunto é poesia, vamos falar do livro “Estado Terminal”, do autor Dylan Ricardo, que em seus versos, prosas e rimas, acabamos por conhecer os seus medos, fraquezas e escuridões que perturbam sua mente. 

Durante à leitura, notamos uma semelhança entre outro poeta de peso na literatura nacional, Augusto dos Anjos, sendo uma poesia bem delineada e intensa. 

Dylan Ricardo possui uma escrita apurada e única, ele consegue em simples versos transmitir todos os seus sentimentos, um misto de dores, amores e raivas. Poesias completas que arrebatam qualquer leitor, ainda mais para aqueles que apreciam um bom livro do gênero. 

A obra conta com uma excelente diagramação, bons espaçamentos e uma fonte adequada para leitura em qualquer hora do dia e da noite. 

Ao todo, são cem poesias reunidas em uma incrível obra, para os amantes de poesia nacional, leitura mais que indicada. RECOMENDADA! 

Já para aqueles leitores que apreciam um bom livro, fica nossa indicação. 

Poesia é igual vinho, deve ser apreciado/degustado tranquilamente, indicada em um final de semana bem sossegado. 

Quero agradecer ao autor pelo envio de sua obra para o blog da Revista Conexão Literatura, muito obrigado!


Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Receba nossas novidades por e-mail (você receberá um email de confirmação):

Anuncie e Publique Conosco

Posts mais acessados da semana

DRAGO EDITORIAL

LIVRO DESTAQUE

LIVRO: TRAVESTIS BRASILEIRAS EM PORTUGAL

FUTURO! - ROBERTO FIORI

ENCONTRE UMA EDITORA PARA O SEU LIVRO

LIVRO: TRAVESSURAS DA MINHA MENINA MÁ

Passaram por aqui


Labels