quinta-feira, 30 de agosto de 2018

Monólogo “Galo Índio”, com texto e atuação de Rodolfo Amorim, do Grupo XIX de Teatro, faz curtíssima temporada no Sesc Santo Amaro

Cena do espetáculo “Galo índio” - Foto: Renato Bolelli Rebouças
Montagem elucida as memórias da relação conflituosa entre um filho e seu pai ausente
 
Nos dias 31/08, sexta, às 20h, 01/09, sábado, às 19h e 02/09, domingo, às 18h, o Espaço das Artes do Sesc Santo Amaro apresenta o monólogo autobiográfico “Galo Índio”, com texto e atuação de Rodolfo Amorim, do Grupo XIX de Teatro. A direção é de Antônio Luiz Dias Januzelli (Janô).

O espetáculo traz o conceito “Proscênio” que, no literal, designa o local mais próximo dos espectadores em relação ao cenário. É o espaço que se encontra entre a beira do palco e a primeira fileira de assentos, possibilitando que exista troca de olhares e a notabilidade dos diversos tons de voz do ator.

Por essa razão, a intenção é realizar juntos, público e ator, o resgate da memória afetiva de um garoto órfão, que tenta retratar a imagem do pai por meio de fragmentos das suas lembranças sobre a relação familiar e a busca pelo significado de sua existência. O filho tenta obter respostas para sua própria construção como adulto, além do entendimento de sua forma de ver e interagir com a vida, recriando as situações determinantes para o vazio percebido por ele.

Essa situação é um drama que esconde segredos e, à medida que as cenas avançam, leva o público a criar um imaginário de perguntas e respostas, com situações ficcionais e imaginadas pelo ator que denotam o drama de uma realidade vivenciada e confundida por ele em dolorosas camadas. Cada cena cria uma nova roupagem para o personagem, nada tão distante das várias máscaras que o ser humano veste para a sociedade e que, por ordem do acaso ou influenciadas por vários fatores caem abruptamente.

SINOPSE
O monólogo "Galo Índio" explora as potências cênicas do relato de um órfão de um pai suicida, que tenta retratar a ausência paterna a partir de poucos fragmentos que se alojaram em sua memória. Na busca pelos contornos desse pai, sua própria infância emerge de suas lembranças. Um encontro entre pai e filho, entre um adulto e sua criança, será conhecido pelo público.

FICHA TÉCNICA
Texto e atuação: Rodolfo Amorim
Direção: Antônio Januzelli (Janô)
Iluminação: Beto de Faria
Direção de Arte: Renato Bolelli Rebouças

SERVIÇO
ESPETÁCULO “GALO ÍNDIO”
Quando: 31/08, 01 e 02/09.
Horário: Sexta, às 20h; Sábado, às 19h; Domingo, às 18h.
Local: Espaço das Artes (1º andar). Capacidade 80 lugares.
Duração: 80 minutos
Classificação: 16 anos

Ingressos: R$ 17,00 (inteira); R$ 8,50 (estudantes, +60 anos e aposentados, pessoas com deficiência e servidores da escola pública) e R$ 5,00 (Credencial Plena válida: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculados no Sesc e dependentes).

SESC SANTO AMARO
Bilheteria e horário da unidade: Terça a sexta, das 10h às 21h30. Sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h30.
Endereço: Rua Amador Bueno, 505.
Acessibilidade: universal.
Estacionamento da unidade: R$ 5,50 a primeira hora e R$ 2,00 por hora adicional (Credencial Plena); R$ 12,00 a primeira hora e R$ 3,00 por hora adicional (outros).
Preço único mediante apresentação de ingresso (a partir das 18h): R$ 7,50 (Credencial Plena) e R$ 15,00 (outros).
Disponibilidade: 158 vagas para carros e 36 para motos. A unidade possui bicicletário gratuito.
Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Receba nossas novidades por e-mail (você receberá um email de confirmação):

Anuncie e Publique Conosco

Posts mais acessados da semana

SROMERO PUBLISHER

LIVRO DESTAQUE

LIVRO: TRAVESTIS BRASILEIRAS EM PORTUGAL

FUTURO! - ROBERTO FIORI

ENCONTRE UMA EDITORA PARA O SEU LIVRO

LIVRO: TRAVESSURAS DA MINHA MENINA MÁ

Passaram por aqui


Labels