quarta-feira, 5 de setembro de 2018

A Liga dos Corações Puros - A Chama, de César Dabus


Antes de explicar a sinopse, já adianto e garanto - mas garanto mesmo! -, que este é o livro mais louco que você vai ler em toda a sua vida. Literatura. Poesia. Espiritualidade. Rock’n’roll. Autoconhecimento. Despertar da Consciência. Meditação. Chakras. Alquimia. A Liga dos Corações Puros é a mistura disso tudo numa coisa só.
Agora, vamos para a sinopse. O universo Flor Estelar vive em intenso conflito. O Exército do Rock’n’roll vs o Exército do Ruído. Esqueça as armas convencionais. Esta é uma história onde atiram Rock’n’roll com instrumentos musicais. Sim, os próprios instrumentos “atiram”. Os ruidosos querem continuar causando desarmonia espiritual para propagar o materialismo, enquanto os roqueiros querem trazer harmonia espiritual de volta ao universo. 
 E foi nessa sociedade onde Zakzor nasceu. E desde pequeno fora condicionado, robotizado, para servir ao desarmônico sistema do Exército do Ruído. Porém, Zakzor tinha poderes mediúnicos, também conhecidos como Intuição. Em outras palavras, sua Voz Interior. E isso era “errado”. Você não podia viver conforme a “sua Voz Interior”. Você devia viver conforme “Voz-do-mundo”, a Voz Exterior. A voz social que te conduz, que te robotiza a fazer aquilo que “foi condicionado como certo”. Ouvindo Intuição, Zakzor chega à Liga dos Corações Puros, onde é recebido por sete mestres que o guiam numa jornada interior de autoconhecimento para o despertar de sua consciência e encontrar a harmonia espiritual dentro de si mesmo.

A Chama é o primeiro livro de uma saga. Embarque nesta aventura mais do que recheada de batalhas, sofrimento, meditação, cantorias, e procure conhecer um pouco mais sobre você.

SOBRE O AUTOR: César Dabus Nas fronteiras paulistanas, em época capricorniana, mais precisamente dia 16 de janeiro de 1992, César Dabus encarnou. Apesar de ter sido uma criança levada,hiperativa, aos seis anos sua escrita começou. Escrevendo reflexões,pensamentos e desabafos do dia a dia em um pequeno caderno, escrevia sobre quem e o que queria. Aos onze anos, bateria começou a tocar. E mesma época, Rock’ n’ roll começou a estudar. Estudando sobre sua banda favorita, The Who, chegou até um guru chamado Meher Baba que lhe introduziu na espiritualidade. E assim se formou a fulminante e inefável Trindade de César Dabus: literatura, Rock’n’roll e espiritualidade, que foram as maiores influencias na composição desta Grande Obra.

Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: contato@fabricadeebooks.com.br

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Receba nossas novidades por e-mail (você receberá um email de confirmação):

Anuncie e Publique Conosco

Posts mais acessados da semana

EDITORA DRAGO

EDITORA PENALUX

LIVRO DESTAQUE

LIVRO: TRAVESTIS BRASILEIRAS EM PORTUGAL

FUTURO! - ROBERTO FIORI

ENCONTRE UMA EDITORA PARA O SEU LIVRO

LIVRO: TRAVESSURAS DA MINHA MENINA MÁ

Passaram por aqui


Labels