sexta-feira, 30 de novembro de 2018

APM lança o livro "Acervo do Museu de História da Medicina da Associação Paulista de Medicina, Sala Jorge Michalany"

Evento, que ocorre em 11 de dezembro, também contará com exposição da memória da instituição e das obras de sua pinacoteca
 

Em 11 de dezembro, a Associação Paulista de Medicina - APM promove o lançamento do livro “Acervo do Museu de História da Medicina da Associação Paulista de Medicina, Sala Jorge Michalany”. Com 176 páginas e 360 ilustrações, a obra foi concluída após ter passado por uma criteriosa catalogação do acervo da instituição, a qual foi coordenada pelo curador do museu e diretor da APM, Guido Arturo Palomba. O levantamento, de cerca de 400 peças, teve início em julho de 2015 e foi encerrado em novembro deste ano.

O livro nasceu da necessidade de catalogação e difusão do acervo presente no Museu de História da Medicina da Associação Paulista de Medicina – Sala Jorge Michalany, que recebeu este nome em homenagem ao seu idealizador e primeiro doador, o prof. Dr. Jorge Michalany (1916-2012). De acordo com Palomba, o professor Michalany ia ao museu todos os dias, salvo raríssimas exceções, até falecer com 96 anos. “Ele mesmo organizava as fichas, o arquivo, as vitrines e pedia doações. Assim, o Museu de História da Medicina da APM cresceu, tornando-se importante centro cultural do Estado de São Paulo e do Brasil”, diz o diretor.

A obra, que é um catálogo com imagens e verbetes descritivos sobre as peças apresentadas no espaço expositivo da APM, apresenta o nome do objeto, sua funcionalidade, em que contexto surgiu, a data, quem o utilizou e quem fez a doação. “Dividi­do em capítulos e por áreas da Medicina, no livro é possível identificar a raridade de alguns ins­trumentos, como, por exemplo, aparelhos de anestesia, ou a mostra de microscó­pios, estetoscópios, seringas etc. No capítulo sobre fármacos há uma grande quantidade de remédios raros e suas embalagens, sendo que alguns deles são do final do século 19 ou das primeiras décadas do século 20. Além disso, conta com um conjunto de peças de cera do maior ceroplasta (escultor em cera) da Medicina brasileira e suas impressionantes dermatopatias (doenças da pele) moldadas de tal forma que parecem membros de doentes vivos”, cita Palomba.

O acervo da instituição possui fár­macos, livros raros, instrumentos cirúrgicos, documentos, fotografias, estações móveis de anestesia, pediatria, oftalmologia, dermatologia, objetos cirúrgicos, microscópios, máquinas fotográ­ficas, além de peças alusivas à revolução de 1932. Dos artistas escolhidos da pinacoteca, cujas obras poderão ser admiradas durante o lançamento do livro, estão Antonio Peticov, Caciporé Torres, Cecília Suzuki, Olimpio Franco, Alex Flemming e outros artistas renomados.

Inscrito e aprovado pelo Ministério da Cultura, tendo a Bradesco Seguros como sua patrocinadora, o livro terá mil exemplares publicados e, a partir do final de novembro, será distribuídos gratuitamente a museus, bibliotecas e escolas públicas de São Paulo.

SERVIÇO

Lançamento “Acervo do Museu de História da Medicina da Associação Paulista de Medicina, Sala Jorge Michalany” (para convidados)
Quando: 11 de dezembro (terça-feira)
Horário: 19h às 22h30
Local: Pinacoteca da Associação Paulista de Medicina
Endereço: Av. Brigadeiro Luís Antônio, 278 - Bela Vista – São Paulo / SP (01318-901)
Confirmação de presença: (11) 3188.4304  museu@apm.org.br

Sobre a Associação Paulista de Medicina

Fundada em 1930, a APM é uma entidade representativa dos médicos do Estado de São Paulo. Sem fins lucrativos, de utilidade pública e com cerca de 30 mil associados, tem o objetivo de identificar e enfrentar os grandes desafios da medicina na atualidade. Além do Música nos Hospitais, a APM apoia diversos programas culturais abertos ao público e gratuitos. São exposições de arte, palestra sobre história da arte, programas musicais que vão do erudito ao jazz, cinema com debates e para a terceira idade. Realizou as exposições itinerantes “Além da Pele, A Beleza da Alma e da Família” e “Hiroshima e Nagasaki: Um Agosto para Nunca Esquecer!”.Oferece, ainda, encontros de lazer e cultura, escola de artes, biblioteca, pinacoteca e Museu de História da Medicina.

Sobre a Bradesco Seguros

Incentivar a cultura faz parte do compromisso do Grupo Bradesco Seguros com a conquista da longevidade com qualidade de vida. Nesse sentido, garantir o acesso a bens culturais é fundamental para a preservação da memória e expansão do conhecimento de uma forma geral.

O Circuito Cultural Bradesco Seguros se orgulha de ter patrocinado e apoiado, nos últimos anos, diversas manifestações artísticas, como música, dança, artes plásticas, teatro e literatura. Viabilizar a impressão do acervo da APM vai ao encontro desta missão, que é a de valorizar, por meio da arte, os “capitais” do conhecimento e de uma vida cultural ativa – os quais integram, ao lado dos “capitais” da saúde e financeiro, as iniciativas do Grupo Bradesco Seguros voltadas para a valorização da longevidade.

Para conhecer o calendário do Circuito Cultural Bradesco Seguros, aces­se www.bradescoseguros.com.br (clique em “Circuito Cultural”).
Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Receba nossas novidades por e-mail (você receberá um email de confirmação):

Anuncie e Publique Conosco

Posts mais acessados da semana

SROMERO PUBLISHER

LIVRO DESTAQUE

LIVRO: TRAVESTIS BRASILEIRAS EM PORTUGAL

FUTURO! - ROBERTO FIORI

ENCONTRE UMA EDITORA PARA O SEU LIVRO

LIVRO: TRAVESSURAS DA MINHA MENINA MÁ

Passaram por aqui


Labels