quinta-feira, 29 de novembro de 2018

Autora de “Como matar o seu marido” é a principal suspeita de matar o marido

Nancy Brophy - Foto divulgação
Nancy Brophy escreveu o livro Como Matar o Seu Marido. Agora, a norte-americana de 68 anos é a principal suspeita da morte do seu marido.

No livro Como Matar o Seu Marido, Nancy Crampton Brophy escreve um ensaio sobre como é que uma mulher pode matar o marido sem ser descoberta. As descrições que surgem pintadas nas páginas da obra são, porém, muito detalhadas, tendo feito soar os sinais de alerta.

Ironicamente, Nancy Brophy foi detida no dia 5 de setembro pelas autoridades norte-americanas como principal suspeita pelo homicídio de Daniel C. Brophy, seu marido.

No dia 2 de junho, o norte-americano de 63 anos foi encontrado baleado na escola de culinária onde era professor em Portland, no estado do Oregon. Daniel estava casado com a escritora há 27 anos, numa relação descrita pela própria como “de mais momentos bons do que de maus”.

O professor de cozinha, que os alunos recordam como uma “enciclopédia de conhecimento”, era detentor de uma abordagem muito criativa de ensino e, além disso, tinha “um excelente sentido de humor”.

Neste último aspecto, ambos eram muito parecidos, dado que Nancy era também uma fã de humor negro que, através das redes sociais, falava do seu casamento em tom satírico, adianta o jornal Público.

No entanto, não é com humor que Nancy Crampton Brophy enfrenta o mais recente capítulo da sua vida: as autoridades norte-americanas acreditam que a escritora terá usado a arma do marido para cometer o assassinato, seguindo um dos métodos que a própria descreve minuciosamente no ensaio do livro Como Matar o Seu Marido.

No livro, Nancy refere detalhes muito precisos. Além de aconselhar a não recorrer a um assassino profissional, porque “acabam por contar tudo à polícia”, a escritora adverte que é melhor não pedir ajuda ao amante: “nunca é uma boa ideia”.

Semanas após a morte do marido, os vizinhos notaram que se passava algo de muito estranho com Nancy. Don McConnell, vizinho da autora há seis anos, disse ao Oregonian que Nancy “nunca mostrou sinais de estar triste ou muito chateada”. Sem qualquer emoção, quando Don lhe perguntou se havia novidades acerca do caso, a escritora respondeu: “sou suspeita“.

No dia 5 de setembro, Nancy Crampton Brophy acabou por ser detida e acusada pela morte do homem com quem era casada há 27 anos. Agora, a escritora está sob custódia das autoridades, sem fiança.

Via ZAP
Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Receba nossas novidades por e-mail (você receberá um email de confirmação):

Anuncie e Publique Conosco

Posts mais acessados da semana

SROMERO PUBLISHER

LIVRO DESTAQUE

LIVRO: TRAVESTIS BRASILEIRAS EM PORTUGAL

FUTURO! - ROBERTO FIORI

ENCONTRE UMA EDITORA PARA O SEU LIVRO

LIVRO: TRAVESSURAS DA MINHA MENINA MÁ

Passaram por aqui


Labels