segunda-feira, 21 de janeiro de 2019

Bruna Ramos da Fonte e o workshop Escrevendo o seu sucesso em 2019, por Sérgio Simka e Cida Simka

Bruna Ramos da Fonte - Foto divulgação
Fale-nos sobre você.

Eu sou biógrafa e escritora, autora de projetos biográficos, entre eles as biografias de Sidney Magal e Roberto Menescal. Para aprimorar o meu trabalho como biógrafa, há alguns anos eu iniciei os meus estudos na área da Psicanálise a fim de buscar um entendimento cada vez maior sobre as pessoas sobre quem escrevo. E foi durante a minha formação em Psicanálise que entrei em contato com a Escrita Terapêutica, que eu considero a união perfeita entre o meu trabalho como escritora e o meu trabalho na Psicanálise. A partir daí surgiram os meus primeiros projetos e estudos nesse campo.

ENTREVISTA:

Fale-nos sobre seu workshop. O que a motivou a realizá-lo?


Escrevendo o seu sucesso em 2019 é o meu primeiro workshop deste ano, no qual eu escolhi trabalhar os projetos, ideias e sonhos que a gente acaba sempre deixando para o próximo ano e acaba não encontrando o momento certo para realizar. Nos meus grupos de trabalho, atendimentos em clínica, palestras e cursos, eu percebo que este acaba sendo o tema mais frequente e que mais gera o sentimento de frustração nas pessoas. Grande parte dos casos de depressão nasce da insatisfação da pessoa com as escolhas que fez e, principalmente, das frustrações por conta das escolhas que não fez. Os sonhos não realizados acabam se tornando fantasmas com os quais é extremamente difícil conviver. Neste workshop, eu ofereço ferramentas para que a pessoa resgate os seus sonhos, entenda os medos que fizeram com que ela não os realizasse e aprenda a organizar a sua rotina de modo a dedicar um espaço de tempo à realização dos seus projetos pessoais.   


O que é Escrita Terapêutica?

Eu costumo dizer que a Escrita Terapêutica é um caminho para si mesmo. É a prática da escrita sem que ela tenha - ao menos num primeiro momento - finalidade literária; a pessoa que pratica a Escrita Terapêutica não precisa, necessariamente, ser ou querer ser escritora nem mesmo ter a intenção de publicar os seus escritos. É uma escrita que fazemos para nós mesmos, a fim de nos conhecermos melhor e entendermos os nossos porquês. Os diários que fazíamos na escola já eram uma forma de Escrita Terapêutica que, infelizmente, vem caindo em desuso nas últimas décadas.

Você acredita que as pessoas têm escrito mais?


Eu acredito que as pessoas têm medo de escrever, medo do que os outros irão pensar daquilo que elas escrevem. Isso faz com que muitos acabem criando um bloqueio enorme com o papel e a caneta. Mas o que eu vejo é que existem muitas pessoas com vontade de escrever e que estão buscando um caminho para isso. Então, no meu trabalho eu sempre busco fazer com que as pessoas aprendam a escrever para si mesmas e não para o outro. Se você escreve um texto sem imaginar que alguém terá acesso ao seu conteúdo, ele será muito verdadeiro e extremamente sincero, enquanto que se você escreve imaginando que está escrevendo para um determinado público ou pessoa, a tendência é que o texto se torne menos profundo por conta do medo que temos em ser julgados ou de ter os nossos pensamentos mais profundos expostos. Então se você quer entrar em contato com a sua verdadeira essência - e com a sua própria voz - é preciso aprender a escrever para si mesmo.

O que tem lido ultimamente?

Eu tenho lido um pouco de tudo, de Darcy Ribeiro a estudos na área da Psicossomática.

NOTA: Aqueles que, ao se inscreverem, informarem que souberam do workshop por meio desta entrevista, receberão um desconto. Para essas pessoas, o workshop sairá de R$ 145,00 por R$ 95,00. Os contatos para inscrição: contato@brfonte.com - 11 9 7685 6525.


*Sérgio Simka é professor universitário desde 1999. Autor de cinco dezenas de livros publicados nas áreas de gramática, literatura, produção textual, literatura infantil e infantojuvenil. Idealizou, com Cida Simka, a Série Mistério, publicada pela Editora Uirapuru. Organizador dos livros Uma noite no castelo (Selo Jovem, 2019) e Contos para um mundo melhor (Xeque-Matte, 2019). Membro do Conselho Editorial da Editora Pumpkin e integrante do Núcleo de Escritores do Grande ABC.

Cida Simka é licenciada em Letras pelas Faculdades Integradas de Ribeirão Pires (FIRP). Coautora do livro Ética como substantivo concreto (Wak, 2014) e autora dos livros O acordo ortográfico da língua portuguesa na prática (Wak, 2016), O enigma da velha casa (Uirapuru, 2016) e “Nóis sabe português” (Wak, 2017). Organizadora dos livros Uma noite no castelo (Selo Jovem, 2019) e Contos para um mundo melhor (Xeque-Matte, 2019). Integrante do Núcleo de Escritores do Grande ABC.
Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Receba nossas novidades por e-mail (você receberá um email. Basta confirmar ):

REVISÃO E LEITURA CRÍTICA

Posts mais acessados da semana

Anuncie e Publique Conosco

LIVRO "JORNAL EM SÃO CAMILO DA MARÉ"

LIVRO: CONVERSA NOTURNA E OUTRAS HISTÓRIAS

LIVRO DESTAQUE

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

FUTURO! - ROBERTO FIORI

SROMERO PUBLISHER

Leitores que passaram por aqui

Labels