sábado, 5 de janeiro de 2019

Wellington Budim, autor do livro "Teu Pecado" e vencedor do Prêmio Belas Artes de Literatura 2018

Wellington Budim - Foto divulgação
Wellington Budim nasceu no dia 10 de março de 1979 em São Paulo. Graduou-se em Letras e cursou Roteiro. Atua como pesquisador no Acervo Fotográfico da Editora Abril. Descobriu muito cedo a paixão pelos livros e familiarizando-se à leitura, sentiu a necessidade de construir suas próprias histórias. Decidiu então que era o momento de compartilhá-las, publicando seu suspense policial de estreia; Teu Pecado, considerado o Best Seller da editora e vencedor do Prêmio Belas Artes da Literatura 2018. Autor dos Contos Entre Andares e Desolação Krumer publicados nas antologias Quando a noite cai e Horror Show.

ENTREVISTA:

Conexão Literatura: Você é autor de Teu Pecado, uma obra na qual você criou personagens humanos e não fantasiosos. Fale mais sobre seus personagens.


Wellington Budim: Quando a ideia do enredo me surgiu, uma das coisas com que mais me preocupei foi justamente isso, criar uma história onde os personagens fossem tão humanos quanto eu ou qualquer um dos leitores. Não usei estereótipos, não criei rótulos, não quis simplesmente dividi-los em mocinhos ou bandidos, heróis ou vilões. Criei homens e mulheres, crianças e adultos que enfrentaram problemas, que acertaram e erraram em suas escolhas, amaram e odiaram com a mesma intensidade. Cometeram pecados como qualquer outra pessoa. Uma vez alguém me disse que ninguém é cem por cento bom ou mau. Que cabe a nós dosarmos essas duas medidas. Eu guardei isso comigo e refleti muito quando criei cada um dos quase quarenta personagens.


Conexão Literatura: Você ganhou recentemente o Prêmio Belas Artes de Literatura 2018, ficando em 1º lugar. Conte pra gente como foi o processo da inscrição e como foi o momento em que você ficou sabendo que foi o vencedor.

Wellington Budim: Eu estava no Rio de Janeiro em uma feira literária, no primeiro dia do mês de dezembro, quando recebi uma mensagem no meu whatsapp avisando que meu livro estava entre os quatro finalistas e que a votação, através de curtidas na foto da capa, havia começado. Eu demorei um tempo para entender o que estava acontecendo e quando realmente entendi, comecei a pedir votos lá mesmo na feira. A votação foi encerrada no dia 20 e o anuncio do vencedor só no dia 25. Tivemos cinco dias de ansiedade. Quando acordei na manhã de natal, vi que tinha mensagens de amigos que souberam primeiro que eu e estavam me parabenizando. Foi o melhor presente que eu poderia ganhar.

Conexão Literatura: No seu ponto de vista, qual a importância dessa premiação em sua carreira literária?

Wellington Budim: É uma importância muito grande. Ainda mais vindo por um primeiro trabalho. Cinco meses após o seu lançamento. As vezes ainda me pego questionando se tudo o que tem acontecido desde o momento em que me lancei como autor é realmente verdade, se não estou sonhando. Não é uma tarefa fácil ser escritor. Os obstáculos são muitos e a desmotivação é cada vez maior. Um prêmio como este te faz esquecer de todas essas coisas e a focar apenas no que interessa, o reconhecimento.
Eu vejo muito além do certificado, do troféu, esse prêmio deu-se pela votação popular, havia comentários e elogios dos leitores, o que me trouxe orgulho, satisfação e a certeza de que estou no caminho certo. Qualquer que fosse o resultado eu já me sentiria feliz, porque em um país onde a literatura é tão desvalorizada, nós autores nacionais somos sim guerreiros sobreviventes.

Conexão Literatura: Você pretende participar de novos concursos culturais?

Wellington Budim: Se houver oportunidade pretendo sim. Como dizem, o não nós já temos, por que não tentar o sim?

Conexão Literatura: Sobre a sua obra, como o leitor interessado deverá proceder para adquirir um exemplar e saber mais sobre o seu trabalho literário?

Wellington Budim: O livro esgotou na editora a qual foi publicado. Mas recentemente recebi uma proposta de outra casa editorial para a segunda edição agora em 2019. Edição esta que vira com uma surpresa; exemplar de colecionar em capa dura. O leitor que tiver interesse em saber mais sobre este livro ou qualquer outro trabalho pode entrar em contato comigo em uma das minhas redes sociais Facebook e Instagram: Wellington Budim.

Conexão Literatura: Existem novos projetos em pauta?

Wellington Budim: Sim. Na véspera de natal revelamos a próxima obra, intitulada “Aldeia dos Mortos” e disponibilizamos o Book Teaser nas redes sociais.

Conexão Literatura: Deseja encerrar com mais algum comentário?

Wellington Budim: Quero aproveitar para agradecer todas as pessoas que contribuíram curtindo a foto do livro, e especialmente a Horus RM que não só patrocinou a publicação de Teu Pecado como contribuiu para todo o sucesso. Esse prêmio com toda certeza é nosso. 
Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Receba nossas novidades por e-mail (você receberá um email. Basta confirmar ):

REVISÃO E LEITURA CRÍTICA

Posts mais acessados da semana

Anuncie e Publique Conosco

LIVRO DESTAQUE

TAMARA JONG - CAÇADA CÓSMICA

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

LIVRO "OS VELHACOS"

FUTURO! - ROBERTO FIORI

SROMERO PUBLISHER

Leitores que passaram por aqui

Labels