domingo, 16 de junho de 2019

Carlos Fraga e o livro “Eles, Livro I”

Carlos Fraga - Foto divulgação
Policial civil por mais de duas décadas, sempre escreveu textos técnicos e, com o descanso merecido, tentou algumas opções não literárias, porém de resultado sofrível. Durante um mês, trocando o dia pela noite, começou a escrever, nem sabia o quê. Ao dar por si, surgiram mais de mil páginas de um texto sobre uma ficção plena e fisicamente possível. Como a família e amigos acharam ótima a estória, foi dado continuidade.
Desde então, foi consultor técnico na edição de duas publicações; o Livro III da trilogia Eles foi finalizado; um projeto de 2017 está em desenvolvimento e passou a escrever contos policiais, os “causos e casos”.

ENTREVISTA:

Conexão Literatura: Poderia contar para os nossos leitores como foi o seu início no meio literário? 

Carlos Fraga: No mínimo, inusitado. Basicamente após aposentar no serviço público em 2014, tentei a jardinagem. Todavia mostrou-se um péssimo negócio e também de resultado muito duvidoso (além de destruir minhas costas e joelhos). Um grande amigo e autor, Jairo Miranda, pediu-me uma “consultoria” em seu Livro “um país chamado Jeitoso”, e acabei por me empolgar em publicar os meus já escritos livros. Atualmente estamos escrevendo juntos uma obra com título provisório “ensaio sobre a morte”

Conexão Literatura: Você é autor(a) do livro “Eles, Livro I”. Poderia comentar?

Carlos Fraga: É uma trilogia de “sci fi” em que Eles, Livro II será lançado, juntamente com o relançamento do Eles Livro I, na Bienal Rio, edição 2019. Eles Livro III será lançado, ao que tudo indica, em meados de 2020 no Brasil; também em Portugal e nas ex-colônias portuguesas na China (Macau) e Angola. No livro Antologia, Tecendo Tramas e Dramas “um corpo nas sombras” um de meus contos policiais foi publicado agora em fevereiro de 2019.

Conexão Literatura: Como foram as suas pesquisas e quanto tempo levou para concluir seu livro?

Carlos Fraga: os dois primeiros livros foram escritos em 2014 e o terceiro livro estendeu-se até 2019. Tudo o que foi escrito tem fundamento na física, ou seja, tudo imaginado com base em ensaios e de tecnologias existentes, mesmo em fase embrionária. Foi uma pesquisa técnica e pontual. O objetivo foi alcançado, considerando não ser uma estória fantasiosa, contudo uma possibilidade plausível. 
Os protagonistas erram bastante, aprendem com o desenrolar da trama, não são super-heróis míticos (muito embora adore o estilo) e cheios de defeitos como todos os seres humanos o são. Vencem e perdem. Os capítulos possuem pontos de vista de vários personagens, de seus algozes também.  

Conexão Literatura: Poderia destacar um trecho do qual você acha especial em seu livro?

Carlos Fraga: Sou suspeito para falar a respeito, mas prefiro remeter-me ao prólogo do Livro I, escolhido por minha linda e amada esposa. “Parecia um mágico, pois, quando estava triste, ele percebia antes que eu começasse a chorar e colocava a cabeçorra na minha perna, fitando-me com aqueles olhos escuros. Era como se estivesse pedindo perdão de alguma coisa. Ele me manteve são.”

Conexão Literatura: Como o leitor interessado deverá proceder para adquirir um exemplar do seu livro e saber um pouco mais sobre você e o seu trabalho literário?

Carlos Fraga: Conforme mencionado acima, o relançamento do Livro I ocorrerá junto com o lançamento do Livro II na Bienal Rio 2019 e, a partir deste evento, será possível adquiri-los na versão impressa em contato direto com a empresa distribuidora e nos sites para download como Amazon. O marketing se iniciará pelas redes sociais e exposições cujo agendamento está em curso. Agradeço antecipadamente se puder contar com o canal Conexão Literatura para tal.

Conexão Literatura: Existem novos projetos em pauta?

Carlos Fraga:  Sim existe um projeto bastante adiantado. Uma trama meio espionagem e policial inteiramente situado na no velho continente e Ásia. O título (ainda não definitivo) é “vingança dos miseráveis”. Embora não seja de ficção futurista, o enredo se passa em uma Europa dez anos à frente, se reconstruindo das guerras islâmicas e sendo utilizada como refúgio para o mais baixo tipo de gente. Aparentemente um homem os caça e retoma parte do que se apropriaram, porém não se sabe com qual objetivo até o término do livro.

Perguntas rápidas:

Um livro: O Alienista, Machado de Assis
Um (a) autor (a): Nelson Rodrigues
Um ator ou atriz: Cris Vianna
Um filme: O último dos Moicanos
Um dia especial: Natal, com a família - SEMPRE

Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Receba nossas novidades por e-mail (você receberá um email de confirmação):

Anuncie e Publique Conosco

Posts mais acessados da semana

LIVRO DESTAQUE

TAMARA JONG - CAÇADA CÓSMICA

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

LIVRO "OS VELHACOS"

FUTURO! - ROBERTO FIORI

SROMERO PUBLISHER

Leitores que passaram por aqui

Labels