sexta-feira, 7 de junho de 2019

Libre faz festa dos independentes na Mário de Andrade

Biblioteca Mário de Andrade. Foto Divulgação - Shai
A Liga Brasileira de Editoras (Libre) festejará a bibliodiversidade, de sexta-feira (7) a domingo, na Biblioteca Mário de Andrade, em São Paulo, com o Esquenta Primavera. Grátis, a festa das letras reunirá atrações culturais para todas as idades e livros com descontos, das 10h às 20h. A Libre congrega pequenos e médios editores independentes. O conceito de bibliodiversidade traduz a necessidade de diversidade de títulos e temas no mercado de livros, para garantir sua sustentabilidade.

A nova diretora da Mário de Andrade, Joselia Aguiar, destaca a importância do evento: "Um dos nossos compromissos é contribuir para a divulgação e circulação de autores, livros e ideias dentro de uma perspectiva ampla de bibliodiversidade. Apoiar feiras como o Esquenta Primavera é parte desse nosso esforço." Para a presidente da Libre, Raquel Menezes, discutir diversidade na principal biblioteca de São Paulo é um “grande orgulho”. “Ao ocupar o espaço, a Libre corrobora com a trajetória da entidade, sempre atenta à democratização do livro e da leitura”, diz Raquel. 

Com 30 editoras participando da feira, a programação começará, às 10h, no Salão Oval da biblioteca, onde ocorrerão os debates, com o tema “O profissional que o mercado procura: oportunidades no mercado editorial atual”. A conversa reunirá Monique D'Orazio, Felipe Sali, Felipe Colbert e Cassia Carrenho. Às 11h30h, o tema será “Sua história além das páginas: como pensar e produzir conteúdo em vários formatos”, com Mariana Rolier, Camila Cabete, Toni Brandão, Macos DeBrito e Camila Cabete.

Ainda na sexta, às 14h, o auditório receberá a primeira exibição a cargo do Cineclube Cine&Manas, com o filme “Eleições”, de Alice Riff. Depois, às 16h, acontecerá o workshop “Bibliotecas transformadoras”, sobre a metodologia do Programa Recode Bibliotecas. Às 17h30, acontecerá o encontro “Clube do livro pelo clube do livro”, com Renata Nakano, Carol Delgado e Renata Costa. Fechando o primeiro dia do Esquenta, a atriz Marina Trajan fará uma leitura dramatizada, às 19h30, de “Querido Diego, a abraça Quiela”, texto da mexicana Elena Poniatowska sobre Diego Rivera.

No sábado, a feira de livros prosseguirá, tendo como debates os temas “Coletivos: independentemente juntos”, às 10h, com Daniela Padilha, Raquel Menezes, Cid Vale Ferreira e mediação de Leonardo Neto, e “Biblioteca escolar: porta do aprendizado”, às 11h30h, com Rafael Motta, Renata Costa e Cristine Fontelles, mediados por Volnei Canonica. Às 14h, acontecerá a mesa “Esquenta Primavera convida Quatro Cinco Um e Tapera Taperá”, com Paulo Werneck e Antonio Freitas.

Também às 14h, no auditório, será a vez do Cine&Manas apresentar “Slam:  Voz de levante”, de Tatiana Lohmann e Roberta Estrela D´Alva. Na sequência, a Cooperifa conduzirá o primeiro sarau da festa, às 16h, no Salão Oval. Às 17h30, Vitor diCastro, do canal Deboche Astral, falará com humor sobre “Escritores de cada signo”. Às 19h30, “O poema ensina a cair” será o recado a cargo de Roberta Ferraz, Natasha Felix e Estela Rosa.

No domingo, a programação começa, às 10h, na Sala Infantil, com as histórias do grupo Dúdú Badé, em “Descobrindo nossos tesouros: da África para o Brasil”, dentro do projeto “Manhãs de domingo na Mário”. Enquanto as crianças se divertem, os pais podem participar do debate sobre “A produção do livro para crianças - literatura, cultura e mercado”. A mesa reunirá integrantes do Coletivo Alice: Márcia Leite, Paulo Verano e Zeco Monte, com mediação de Bia Reis. Às 11h, no auditório, a atração será a peça “Pescadora de ilusão”, inspirado no livro “A mulher que matou os peixes”, de Clarice Lispector.

Às 11h30, o tema das conversas será “Como os cegos leem e escrevem o mundo”, com Marcos Lima e Sara Bentes contando suas experiências, ao lado da mediadora Guacyara Guerreiro. Às 14h, ocorrerá a terceira exibição do Cine&Manas, com o filme “Corpo manifesto”, de Carol Araujo. Depois, às 16h, o Slam da Guilhermina fará um sarau no Salão Oval. Os selos com a produção poética dos autores também estarão na feira de livros, assim como os da Cooperifa.

Após a poesia, às 17h30, a conversa será sobre “Quando uma ilustração conta uma história”, com os artistas visuais Fernando Vilela e Stela Barbieri, mediados por Veronica Lessa. Às 19h30, o debate girará em torno de uma boa questão: “Como fazer ficção em uma realidade tão fictícia”. Na mesa, Ricardo Lisias, João Carrascoza e Paloma Franca Amorim. A mediação será de Maria Fernanda Rodrigues.

As editoras participantes do encontro são a Alameda Casa Editorial, Aleph, Bamboozinho, Belas Letras, Carochinha, Cobogó, Coesão Editorial, Coletivo Alice, Dublinense, Edições Barbatana, Editora Caixote, Editora 34, É Realizações, Grupo Autêntica, Instantes, Instituto Mojo, Jujuba, Mundaréu, Malê, Moinho, Morro Branco, Numa Editora, Oficina Raquel, Relicário, Semente Editorial, Sesi e Veneta. O projeto da Libre foi batizado de Esquenta Primavera em referência à Primavera Literária, que chegará à 19ª edição em outubro, no Rio.

A Biblioteca Mário de Andrade fica na Rua da Consolação, 94, República. Com parceria do Lab Pub e da Quatro Cinco Um, a programação completa do Esquenta pode ser conferida nas redes da Libre.
Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Receba nossas novidades por e-mail (você receberá um email. Basta confirmar ):

REVISÃO E LEITURA CRÍTICA

Posts mais acessados da semana

Anuncie e Publique Conosco

LIVRO "JORNAL EM SÃO CAMILO DA MARÉ"

LIVRO: CONVERSA NOTURNA E OUTRAS HISTÓRIAS

LIVRO DESTAQUE

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

FUTURO! - ROBERTO FIORI

SROMERO PUBLISHER

Leitores que passaram por aqui

Labels