segunda-feira, 1 de julho de 2019

PC Marciano, Editora Gráfica Heliópolis e o Rumos Itaú Cultural

PC Marciano - Foto divulgação
PC Marciano é ator, roteirista, produtor audiovisual, escritor e ativista cultural. 
Morador de Heliópolis, o artista procura exercer suas atividades artísticas e culturais dentro de sua comunidade. PC Marciano acredita que todos, sem exceção, são capazes de se expressar através da arte e com seus projetos tenta viabilizar esses sonhos. 

ENTREVISTA:

Conexão Literatura: Poderia contar para os nossos leitores como foi o seu início no meio literário?

PC Marciano: na minha infância eu tive vários problemas com a fala e sem eu perceber isso acabou me obrigando a me expressar por outros caminhos. Tive contato com a música aos 5 anos de idade e aos 7 anos com o teatro e a literatura em um projeto de uma escola pública (Escola municipal Presidente Campos Salles), onde estudei até a oitava série. 
Na sala de leitura, meus amigos queriam ler histórias em quadrinhos e eu logo de cara me afeiçoei por um senhor barbudo chamado Júlio Verne.  Em um primeiro momento, a minha professora do primário tentou me incentivar a ler um outro livro mais adequado para a minha idade, mas com a minha insistência, a professora da sala de leitura, Célia, resolveu ler comigo e me mostrar cada detalhe do livro, inclusive pegando mapas para auxiliar o meu entendimento. Esse acolhimento foi primordial para que eu mergulhasse nesse universo. Como eu tinha muitos problemas com a fala, era motivo de piada, risadas toda vez que eu abria a boca para dizer algo. A leitura me levava para um universo interessante e com a boca fechada, isso me poupava alguns sofrimentos. 

Na adolescência o rock nacional me levou a mergulhar nas pesquisas literárias. Estudava as letras de Raul Seixas, Renato Russo, Cazuza, Humberto Gessinger e outros.  Queria saber o que estava por trás das músicas e isso me levou a estudar outros compositores como Chico Buarque, Caetano Veloso, Djavan, Belquior, etc.

Conexão Literatura: Você é o criador e editor da Editora Gráfica Heliópolis. Poderia comentar?

PC Marciano: Tentei publicar o meu livro durante oito anos mais ou menos e com o passar do tempo eu fui entendendo mais sobre as dificuldades de se publicar uma obra.  Resolvi fazer um mapeamento de escritores da minha região e entender se eles também sofriam com a mesma questão.  Depois de compreender que as frustrações de muitos eram maiores do que a minha, surgiu a necessidade de criar algo que contemplasse a todos. Infelizmente existem caixas que o sistema comercial coloca o escritor e, com isso, muitos não são publicados. A Editora Gráfica Heliópolis vem para dar voz pra quem tem o que dizer. 

Autoras e PC Marciano na Editora Gráfica Heliópolis
Conexão Literatura: É verdade que o projeto foi contemplado pelo RUMOS ITAÚ CULTURAL?

PC Marciano: Quando eu tive a ideia de criar uma editora na comunidade em um sistema de acesso para todos, automaticamente ganhei um problema. Como conseguir capitar recursos para montar uma gráfica? Apelei para leis de fomento, mas a maioria não embarcava nessa ideia,  foi então que eu conheci o edital Rumos Itaú cultural.  Estudei o edital, vi que era super interessante, por ser um edital aberto no sentido cultural.  Não é um edital engessado. 

Conexão Literatura: A Editora Gráfica Heliópolis lançou 17 obras de autores da comunidade. Agora abre espaço e lança escritores LGBT. Poderia comentar?

PC Marciano: no geral todos os nossos escritores estão a margem do modelo editorial atual e pessoas LGBT, inclusive pessoas trans estão mais a margem. O nosso DNA é dar voz a essas pessoas, que têm muito a dizer. 

Conexão Literatura: Vocês também promovem atividades, como saraus e workshops? 

PC Marciano: Sim.  No próximo lançamento teremos uma roda de conversa, além disso estamos realizando o SLAM do Helipa e outras ações para formação de público. 

Conexão Literatura: Quais são os próximos passos da Editora Gráfica Heliópolis e como os interessados poderão saber mais sobre ela?

PC Marciano: em agosto vamos publicar obras das escolas públicas da região. Nós acreditamos muito nessa formação de público e para os alunos uma ação como essa gera energia para que eles se incentivem dentro da literatura. 

Perguntas rápidas:

Um livro: Os miseráveis 
Um (a) autor (a): Marçal Aquino
Um ator ou atriz: Fernanda Montenegro 
Um filme: Menina de ouro
Um dia especial: Hoje 

Conexão Literatura: Deseja encerrar com mais algum comentário?

PC Marciano: Muito obrigado pela oportunidade. Sou de um lugar onde a mídia tem interesse em divulgar as coisas ruins e quando aparecem jornalistas que querem mostrar o lado bom também, desperta toda a nossa gratidão. Muito obrigado. 
Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Receba nossas novidades por e-mail (você receberá um email de confirmação):

Anuncie e Publique Conosco

Posts mais acessados da semana

LIVRO DESTAQUE

TAMARA JONG - CAÇADA CÓSMICA

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

LIVRO "OS VELHACOS"

FUTURO! - ROBERTO FIORI

SROMERO PUBLISHER

Leitores que passaram por aqui

Labels