domingo, 11 de agosto de 2019

Jéssica Milato, seus livros e o Grupo Editorial Hope, por Cida Simka e Sérgio Simka


Fale-nos sobre você.

Casada, mãe de 2 filhos e empresária. É formada em Direito, Produção Editorial e MBA de Book Publishing. Realizou os mais diversos cursos na área de Coaching Literário, Redação Oficial, Escrita Criativa no módulo Literatura, Escrita Criativa: como escrever bem e mudar o mundo, Roteiro: teoria e prática, Estratégia de Leitura: como ler e compreender melhor, Designer Gráfico, Oratória, Master em Vendas e Marketing para Editoras, Ghostwriting e Biografia, Formação de Tradutor de Livros, Educação a Distância para Editores: como produzir e comercializar cursos on-line, Direitos Autorais e Administração de Contratos, Business Plan para Editoras, Panorama do Mercado Editorial, Projeto Editorial, Produção Gráfica, Aquisição de Títulos e Autores, Design Editorial, Vendas e Marketing de Livros, Best-Sellers: como antecipar tendências e Marketing Digital para Editoras.

ENTREVISTA:

Fale-nos sobre seus livros.

Meu romance de estreia foi O fotógrafo, ele faz parte da duologia Verdades Ocultas, cujo segundo livro se chama A jornalista. Eles são um suspense com muita reviravolta e assuntos atuais, por vezes perturbadores, como estupro, queima de arquivo... É uma duologia bem 8 ou 80, muitos gostam do fim, outros não, mas independentemente disso, ele dá muito ao que pensar.
O meu terceiro livro foi O Chefe Secreto. Lançado em e-book no fim de 2016, foi sucesso de vendas na Amazon. Detalhe: foi meu primeiro romance erótico.
Em 2017 lancei meu livro infantil A pinta do menino e um de fantasia, O destino de Minerva, sendo esse último, em parceria com o autor Márcio Zanini.
No fim de 2018 lancei Profissão Amante na Amazon, chegando às primeiras colocações em sua categoria e no início de 2019, lancei Meu CEO secreto, um romance hot LGBT, com meu amigo Adriano Silva.
Em junho, abri a pré-venda do livro Profissão Amante em físico e já tem superado minhas expectativas. 

Você é editora-chefe no Grupo Editorial Hope. Fale-nos sobre ele. Como é o
seu trabalho? Recebe quantos originais por mês? Quantos são publicados? Quem quiser publicar pela editora quais os procedimentos a serem adotados?

Ser editora nunca passou pela minha cabeça. Minhas formações nunca me levaram a isso. Mas após uma passagem desastrosa por uma editora, eu resolvi abrir a minha para ser diferente. Peguei o capital que eu tinha e investi num ramo o qual eu não conhecia. A Hope pra mim hoje é minha vida. Aprendi e amadureci muito com ela. Vi que não basta apenas querer ser editor. Tem que se capacitar para ser um. E foi o que eu fiz. O trabalho de um editor vai além de gerenciar o que vai para revisão, capa e diagramação. É ler o texto, poder enxergar técnica e potencial nele. É editar 1, 2, 3x e quantas mais forem necessárias para que fique perfeito. É trabalhar e se doar durante noites, madrugadas e finais de semana. Parece desumano, mas não troco por nada. Quando a gente ama o que faz, fazemos porque queremos e não por ser uma obrigação.
Atualmente recebemos uma média de 50 a 70 originais por mês, sendo publicados de 1 a 3. Temos um alto índice de recusa, o que chega a ser alarmante, uma vez que os autores pleiteiam uma publicação, mas não mandam o material de forma adequada.
Para publicar na Hope o autor deve ter em mente: A nossa editora é voltada para autores independentes e de baixa tiragem. O envio do original deve ser feito diretamente pelo nosso site www.editorahope.com na aba PUBLIQUE. 
A resposta é dada em até 60 dias. 


Como é ser editor em um país como o Brasil?

O ser editor não é o mais complicado. Na real, ter uma editora (ser empresário do ramo) é o que mais pesa. Pela falta de informação das pessoas que querem se inserir nesse mercado e pela quantidade de maus profissionais que se instalam nele, as pequenas editoras que trabalham corretamente acabam sendo desvalorizadas.
Trabalhar no ramo livreiro tem sido um desafio. A desvalorização dos profissionais da área é muito grande, comparada a outros países. O autor ganha pouco, o editor ganha pouco, o leitor não quer pagar o preço justo num e-book e recorre à pirataria, ou quer precificar o valor de um livro físico, comparando-o a livros de grandes editoras, que imprimem numa quantidade muito maior que as pequenas e médias. Resumindo, trabalhar com livros no Brasil é muito mais um ato de amor do que profissional. 

Como analisa a questão dos e-books?

Não creio que um dia substituirão os físicos, pois quem é bookaholic, o livro físico é um troféu, o qual não abrimos mão de ter na estante. Tirando a parte da pirataria sem controle dos e-books, vejo eles como uma alternativa muito bacana dos autores independentes se lançarem no mercado e ganhar visibilidade, além de uma fonte de renda. 

Como vê a literatura “hot”? Ainda existe espaço para ela?

Por incrível que pareça, ainda vivemos o mainstream da literatura hot, principalmente na Amazon. Para os físicos o espaço vem diminuindo, por isso costumo dizer que leitor de e-book e de físico é público distinto. Na Amazon o hot impera, nos físicos a alta agora são livros motivacionais ou autoajuda. 
                                                                       
Quais são suas leituras preferidas?

Os livros da Hope (risos). Eu gosto muito de livros de horror, suspense e thriller psicológico.

Que conselho pode dar a um escritor principiante?

No meu curso de Storytelling, temos um módulo que falamos sobre a preparação do escritor. Nele dou alguns conselhos, que darei aqui: Leia, leia e leia. Não existe melhor forma de aprender a escrever do que lendo. Domine a língua a qual pretende escrever. Português é chato? É! Mas é preciso estudar para se profissionalizar. Pesquise! É por meio da pesquisa que você consegue acrescentar à sua história elementos que você não conhece bem. Se quiser ser um autor profissional, aja como um. Dedique tempo para sua escrita, tenha um espaço para produzir seus textos, tenha uma rotina, trace metas. Se for mandar livro para editora, invista numa boa revisão. Apresentação é tudo. E o principal, veja se a editora publica o gênero o qual você escreve.


Quais os próximos projetos da editora (e seus)?

Para a editora, temos agora a caixa bimestral de Clássicos. São livros em edições limitadas com brindes exclusivos. 
Meus ainda estão em banho-maria. Como editora, vários novos livros lindos a serem lançados no mercado. 

Sobre seu curso de Storytelling, poderia falar sobre ele? 

No fim de 2018 notei que havia muitos poucos cursos voltados para a profissionalização do autor. Então criei a plataforma Venha Fazer História. Nela, além de serviços editoriais como, ISBN, capa, revisão... também tem cursos e mentorias para autores. Temos o curso de Storytelling, que tem como temas principais a escrita e desenvolvimento dela e em breve teremos um curso totalmente gravado em EAD, com vários profissionais do ramo, ensinando sobre os mais diversos temas.
Para conhecer a plataforma, basta visitar o site www.venhafazerhistoria.com.


Cida Simka é licenciada em Letras pelas Faculdades Integradas de Ribeirão Pires (FIRP). Coautora do livro Ética como substantivo concreto (Wak Editora, 2014) e autora dos livros O acordo ortográfico da língua portuguesa na prática (Wak Editora, 2016), O enigma da velha casa (Editora Uirapuru, 2016), “Nóis sabe português” (Wak Editora, 2017) e Prática de escrita: atividades para pensar e escrever (Wak Editora, 2019). Organizadora dos livros Uma noite no castelo (Editora Selo Jovem, 2019) e Contos para um mundo melhor (Editora Xeque-Matte, 2019). Integrante do Núcleo de Escritores do Grande ABC.

Sérgio Simka é professor universitário desde 1999. Autor de mais de cinco dezenas de livros publicados nas áreas de gramática, literatura, produção textual, literatura infantil e infantojuvenil. Idealizou, com Cida Simka, a Série Mistério, publicada pela Editora Uirapuru. Organizador dos livros Uma noite no castelo (Editora Selo Jovem, 2019) e Contos para um mundo melhor (Editora Xeque-Matte, 2019). Autor, dentre outros, do livro Prática de escrita: atividades para pensar e escrever (Wak Editora, 2019). Membro do Conselho Editorial da Editora Pumpkin e integrante do Núcleo de Escritores do Grande ABC.

Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Receba nossas novidades por e-mail (você receberá um email. Basta confirmar ):

REVISÃO E LEITURA CRÍTICA

Posts mais acessados da semana

Anuncie e Publique Conosco

LIVRO "JORNAL EM SÃO CAMILO DA MARÉ"

LIVRO: CONVERSA NOTURNA E OUTRAS HISTÓRIAS

LIVRO DESTAQUE

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

FUTURO! - ROBERTO FIORI

SROMERO PUBLISHER

Leitores que passaram por aqui

Labels