sexta-feira, 25 de outubro de 2019

Realidades adaptadas




Philip K Dick é um dos escritores de ficção científica mais adaptados para o cinema. Seus textos, em especial os contos, tinham todas as características para se tornarem filmes de sucesso. Ação na medida certa e história instigante, geralmente com um plot Twist verossímil.
Realidades adaptadas é um livro da Alephn que reúne os contos do autor que foram filmados. O título destaca a principal questão por trás de todos os textos: o que é real e o que não é em um mundo de simulacros.
O próprio autor refletiu sobre isso, em nota publicadas no final do volume, a respeito do conto Segunda variedade: “Neste conto meu tema principal – Quem é humano e o que aparenta ser (simulacro) humano? – emerge de forma mais sublime. A menos que consigamos, individual ou coletivamente, ter certeza da resposta a essa pergunta, temos de encarar o que, em minha opinião, é o problema mais sério de todos. Se não a respondermos adequadamente, não poderemos ter certeza sobre nossa própria natureza (...) Para mim, nenhuma pergunta é mais importante. E a resposta é difícil de ser encontrada”.
A obra é uma seleção única, de extrema qualidade, de forma que é difícil destacar os melhores contos – e mais difícil ainda resumi-los sem dar spoillers. Mas alguns merecem destaque.
O famoso “Lembramos para você a preço de atacado” deu origem ao filme O Vingador do futuro e tem sido usado para discutir os problemas da memória: um homem pacato vai a uma empresa que lhe incutiria memórias de uma falsa viagem a Marte na qualidade de espião. Mas, ao fazer isso, ele descobre que realmente havia ido a Marte e que era um espião. Ficção e realidade se misturam e se alternam de maneira genial.
Segunda variedade fala de uma arma de guerra travada através de seres cibernéticos, esferas que estraçalham o inimigo. Mas tudo parece sair do controle quando elas começam a se consertar e a fabricar novos robôs – alguns perigosamente parecidos com humanos. É um triller de suspense que envolve um grupo de sobreviventes e a pergunta: quantos deles são realmente humanos?
O impostor é talvez um dos menos conhecidos do volume, mas um dos mais intrigantes. Autoridades descobrem que um cientista importante foi trocado por uma cópia cibernética que é, na verdade uma bomba. Mas o cientista sabe que é humano e tem que provar sua humanidade antes de ser morto. Dick brinca com as expectativas do leitor e com a nossa noção de humano.
Um ponto negativo da edição da Aleph são os textos introdutórios, muito curtos, a maioria dos quais se limitando apenas a dar informações básicas sobre os filmes adaptados dos contos, como diretor, roteiristas e atores.

Compartilhe:

Um comentário:

  1. Conheço alguns dos contos de K. Dick e são mesmo muito bons... estou conhecendo a revista agora, acredito que vou achar bem interessante.

    ResponderExcluir

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Receba nossas novidades por e-mail (você receberá um email. Basta confirmar ):

REVISÃO E LEITURA CRÍTICA

Posts mais acessados da semana

Anuncie e Publique Conosco

LIVRO "VAIVÉNS DA ALMA"

LIVRO "JORNAL EM SÃO CAMILO DA MARÉ"

LIVRO: CONVERSA NOTURNA E OUTRAS HISTÓRIAS

LIVRO DESTAQUE

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

FUTURO! - ROBERTO FIORI

SROMERO PUBLISHER

Leitores que passaram por aqui

Labels