sábado, 19 de outubro de 2019

Um cenário de guerra política no mundo dos jovens

A escritora Ana Beatriz Brandão, da editora Verus - Grupo Record, lança a obra Entre a Luz e a Escuridão: segundo volume da trilogia distópica que conta como um terrível ditador pode acabar com a sociedade
A política está cada vez mais incisiva na vida das pessoas e atinge diferentes públicos, até os jovens e o gênero literário preferido deles, a fantasia. E, para conscientizar sobre um possível cenário ditatorial, Ana Beatriz Brandão faz da distopia um grito político em um formato lúdico para o público juvenil. A autora de apenas 20 anos apresenta sua segunda obra de uma trilogia distópica, pela Verus, do Grupo Editorial Record: Entre a Luz e a Escuridão.
A personagem principal, Cellestia, e o Instituto são as chaves fundamentais da continuação de Sob a Luz da Escuridão. Para criar um cenário de guerra política, a jovem se inspirou em um universo que imaginou antes das eleições que colocaram o atual presidente dos Estados Unidos no poder. Ou seja, conduziu a história pensando nos efeitos que causariam ter o Trump no poder da maior potência mundial.
O Instituto Leonard Travis Goyle (LTC) controla a vida e a morte de muitas pessoas, acaba com sonhos e tenta erradicar do mundo qualquer diversidade. Na trama, o lugar foi criado por um seleto grupo para homenagear Leonard Travis Goyle, ditador eleito que parece conseguir ter atitudes piores do que Adolf Hitler. Os comandantes do instituto tentam ter controle, a todo custo, sobre os metacromos seres com habilidades especiais como vampiros, pessoas com poderes cinéticos e elementais.
Quando estão no LTC, os metacromos são obrigados a trabalhar para satisfazer os desejos cruéis da elite. Cellestia está sob julgo deles e terá que lutar pela sobrevivência dentro de um ambiente que inibe seus poderes. Sua antiga vida a ronda o tempo todo quase como um espectro. Ela é colocada a prêmio, machucada de diversas maneiras e obrigada a fazer coisas que jamais faria por vontade própria.
Fiquei em silêncio, sentindo lagrimas quentes descerem pelo rosto enquanto continuava abraçando os joelhos no chão. Não era responsabilidade dela me contar se iriam me agredir ou não se quisessem, mas eu estava com tanta raiva daquele lugar no momento que preferia não abrir a boca, ou acabaria dizendo algo de que me arrependeria depois. – Entre a Luz e a Escuridão
Do outro lado do mundo, um grupo de guerrilheiros, uma espécie de resistência, parte em uma missão suicida que os levará de encontro a um dos maiores inimigos dos metacromos.
Uma nova parte do mundo será apresentada, o caos se instalará, o passado será cobrado e o futuro é incerto. Os fãs vão sofrer ainda mais com a trama, afinal, a autora é bastante conhecida pela sua inclinação à crueldade com seus personagens. Ana Beatriz Brandão, em Entre a Luz e a Escuridão, mostra exatamente como deixar os leitores apreensivos com uma distopia politizada, surpreendente e singular.
Sinopse do livro:
O aguardado segundo volume da série Sob a Luz da Escuridão. Da autora do best-seller O garoto do cachecol vermelho. Lollipop assume a liderança da Área 4 e comanda tudo com mãos de ferro. Depois que novas áreas são conquistadas, o clã está mais poderoso do que nunca. Com a ajuda de um novo aliado, Sam, Lolli e Jazz se preparam para interceptar um dos maiores contêineres enviados pelo Instituto. E, quando tudo sai do controle, um grupo de guerrilheiros precisa partir em uma missão suicida que os levará ao encontro do maior inimigo dos metacromos. Destemida, rebelde, divertida e incansável... Uma garota repassa essas palavras em sua mente como um mantra que a mantém equilibrada e a torna forte para obedecer às ordens que recebe de uma voz desconhecida. Programada para trabalhar arrecadando dinheiro para o Instituto LTG, ela é capaz de tudo para se manter viva. Até mesmo matar.
Ana Beatriz Brandão | Foto: Divulgação
Sobre a autora:
Com cinco anos já era uma ávida leitora, aos treze iniciava uma jornada cercada de magia junto aos seus personagens e atualmente, com 20 anos, já publicou cinco livros e embarca na forte emoção de acompanhar o filme baseado em seus dois best-sellers, O Garoto do Cachecol Vermelho e A Garota das Sapatilhas Brancas. Targaryen, potterhead, narniana, semideusa e tributo, Ana Beatriz Brandão vive intensas aventuras todos os dias e celebra suas publicações, desde a mais recente obra Sob a Luz da Escuridão, até aquela que pela primeira vez cativou o público, Sombra de um Anjo. Não esquece as emoções vivenciadas em Caçadores de Almas que também tem um valor inestimável à jovem escritora. Seu maior sonho é poder continuar contando suas histórias para todos aqueles que, assim como ela, acreditam que os livros são a melhor forma de tocar o coração das pessoas e mudar suas vidas.
Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Receba nossas novidades por e-mail (você receberá um email. Basta confirmar ):

REVISÃO E LEITURA CRÍTICA

Posts mais acessados da semana

Anuncie e Publique Conosco

LIVRO "VAIVÉNS DA ALMA"

LIVRO "JORNAL EM SÃO CAMILO DA MARÉ"

LIVRO: CONVERSA NOTURNA E OUTRAS HISTÓRIAS

LIVRO DESTAQUE

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

FUTURO! - ROBERTO FIORI

SROMERO PUBLISHER

Leitores que passaram por aqui

Labels