quinta-feira, 30 de janeiro de 2020

JORGE D'MORAES e o livro Um mundo particular, por Cida Simka e Sérgio Simka


Fale-nos sobre você.

Sou jornalista, escritor e trabalho no Instituto Federal do Rio de Janeiro (IFRJ), na Coordenação Geral de Comunicação. Sou carioca, divorciado, moro no bairro da Tijuca. Desde pequeno, morando na Ladeira de Santa Teresa, um dos lugares mais bonitos do Rio de Janeiro, descobri o interesse pela ficção, fosse pelas séries de TV de Irwin Allen (Túnel do Tempo, Perdidos no Espaço, Terra de Gigantes e Viagem ao Fundo do Mar), fosse pelos primeiros longas de O Planeta dos Macacos. Na adolescência passei a me interessar pela literatura, por Jorge Amado, Dias Gomes, Luis Fernando Veríssimo, Arthur Clarke, Philip K. Dick etc... era algo bem eclético rsrs. Mais tarde, influenciado pela Legião Urbana, fui ser vocalista de uma banda de rock (que existe até hoje). Paralelamente, fiz teatro, joguei futebol e vivi intensamente o amor pelas primeiras namoradas rsrs.

Enfim, este é um resumo de quem é o Jorge, ou do que ele fez e do que gosta.

ENTREVISTA:

Fale-nos sobre o livro "Um mundo particular". O que o motivou a escrevê-lo?

Um Mundo Particular tem uma trajetória interessante. Uma indagação que sempre me incomodou é: destino ou livre-arbítrio? Até onde temos o controle das coisas que nos acontecem... e temos mesmo esse controle? Se não temos... alguém tem? Esse questionamento está presente, de alguma forma, em inúmeras obras, e um belo dia escrevi uma crônica sobre isso. Ficou perdida no tempo, num blog. Anos depois, vendo um episódio de Além da Imaginação (a série clássica), tive aquele insight famoso rsrs, e a crônica poderia se tornar um livro. Não vou revelar o episódio da série para não dar spoiler a quem quiser ler o livro. Faltava apenas um gancho... e isso me veio quando li uma reportagem sobre Paulo Coelho. Fique pensando o que teria acontecido com ele se de repente descobrissem que ele não era o autor de O Alquimista... Pronto. Eu já tinha meu livro engatilhado.

Então, Um Mundo Particular é, digamos, um grande episódio de Além da Imaginação. O leitor vai sendo apresentado aos personagens, a um mistério que percorre o livro todo. O mais interessante é que muitos leitores entraram em contato comigo para falar do que entenderam do final da trama. Porque este livro tem exatamente esta proposta, que o leitor viaje na história imaginando o que está, de fato, acontecendo, e assim interpretam o final de acordo com suas referências e com o que entenderam da história. E cada leitor 'explicava' o final de uma maneira. Achei isso fantástico, porque era isso que eu queria que acontecesse.

Na história, o leitor mais atento vai encontrar muitas referências a clássicos da literatura e vai perceber a homenagem ao criador da série Além da Imaginação.

A capa de Um Mundo Particular traz o quadro As Meninas (1656) de Diego Velazquez. A princípio, algumas pessoas perguntaram o que ela tinha a ver com a história, ou se era meramente uma escolha da editora, ou algo assim. Na verdade, este quadro tem uma particularidade que até hoje intriga pesquisadores, porque você olha para o quadro, só que não entende bem o que está acontecendo, e essa é a essência do livro. Trata-se de uma imagem dentro de uma imagem que, por sua vez, está dentro da mesma imagem, ou seja: mise en abyme. Foi uma escolha minha, com um trabalho belíssimo do pessoal da editora Chiado, lá em Portugal.

Como analisa a questão da leitura no país?

 A questão da leitura é sempre uma preocupação, porque nós, brasileiros, lemos bem pouco. Hoje em dia, com tantas possibilidades tecnológicas, com os mundos virtuais, talvez houvesse a perspectiva disso melhorar, mas, por enquanto, o que aumentou é o número de pessoas que escrevem. Afinal, chegamos num ponto em que qualquer adolescente, ou pré-adolescente, já pode ter um programa on-line, um site, um blog. Vivemos a euforia da exposição virtual. Mas, como alertava Bauman, é algo imenso e vazio, é superficial, não há preocupação com densidade, com aprofundamento. Até porque, se for 'complicado', se for 'longo', afasta o público. Mas acho que sempre vai haver gente querendo ler, querendo se informar, e produzir conteúdos que valham a pena.

O que tem lido atualmente?

Olha, no segundo semestre de 2019, resolvi ler clássicos do terror. Dei conta de que sempre conheci os personagens, mas nunca havia lido as obras. Então li Frankstein, O Médico e o Monstro e agora estou finalizando Drácula. Dos três, o único que realmente é, a meu ver, fantástico, é Drácula. É um texto que flui através de uma estratégia excepcional do Bram Stocker, de usar a narrativa em primeira pessoa, relatos dos personagens. E ele carrega muito na dramaticidade de alguns momentos de maneira grandiosa. Respeitando, claro, o contexto em que a obra foi escrita.

Qual a dica que poderia fornecer a um aspirante a escritor?

 A dica é estar atento ao dia a dia, ao que consome de cultura, às pessoas que conhece, tudo é inspiração. Não fique preso a esquemas complexos sobre o que você deve fazer para ser um escritor. No fundo, o que você precisa é gostar de escrever e de ler (para entender como desenvolver sua trama), e estruturar sua narrativa pensando que ela deve ser prazerosa para você e para seu leitor. Ao pensar na sua história, pense em como irá terminar, senão você corre o risco de se perder. Ah, e nos dias em que você estiver sem vontade de escrever... escreva assim mesmo. Autodisciplina é a chave para a conclusão do trabalho.

Quais os seus próximos projetos?

Estou pensando em algumas coisas, mas nada que valha um livro, ainda. Não tenho pressa. Se não vier nenhuma ideia boa, quem sabe Um Mundo Particular não se torne um clássico mundial, como O Apanhador no Campo de Centeio, do Salinger, e eu nem escreva outro livro rsrs. 

Abraços, Sérgio, e parabéns pelo trabalho que você desenvolve em prol da literatura. Acho mais do que importante haver pessoas como você cuidando da cultura.

Quem tiver interesse em adquirir o livro UM MUNDO PARTICULAR pode fazê-lo pelos sites como SARAIVA e AMAZON ou entrar em contato com o autor pelo e-mail: satufacha@bol.com.br.


CIDA SIMKA
É licenciada em Letras pelas Faculdades Integradas de Ribeirão Pires (FIRP). Autora, dentre outros, dos livros O enigma da velha casa (Editora Uirapuru, 2016), Prática de escrita: atividades para pensar e escrever (Wak Editora, 2019) e O enigma da biblioteca (Editora Verlidelas, 2020). Organizadora dos livros: Uma noite no castelo (Editora Selo Jovem, 2019), Contos para um mundo melhor (Editora Xeque-Matte, 2019), Aquela casa (Editora Verlidelas, 2020) e Um fantasma ronda o campus (Editora Verlidelas, 2020). Integrante do Núcleo de Escritores do Grande ABC e colunista da Revista Conexão Literatura.

SÉRGIO SIMKA
É professor universitário desde 1999. Autor de mais de seis dezenas de livros publicados nas áreas de gramática, literatura, produção textual, literatura infantil e infantojuvenil. Idealizou, com Cida Simka, a série Mistério, publicada pela Editora Uirapuru. Membro do Conselho Editorial da Editora Pumpkin, integrante do Núcleo de Escritores do Grande ABC e colunista da Revista Conexão Literatura.
Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Receba nossas novidades por e-mail (você receberá um email. Basta confirmar ):

Anuncie e Divulgue Conosco

Posts mais acessados da semana

EDITORA TREVO

CLUBE DO LIVRO UNIÃO

REVISÃO E LEITURA CRÍTICA

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

LIVRO DESTAQUE

LIVRO: CONVERSA NOTURNA E OUTRAS HISTÓRIAS

FUTURO! - ROBERTO FIORI

SROMERO PUBLISHER

Leitores que passaram por aqui

Labels