quarta-feira, 3 de junho de 2020

Um exercício de empatia por meio da escrita


Em seu segundo romance escritor traça um drama de perdas e reencontros

Que drama maior pode acontecer a uma mãe do que o de perder um de seus filhos? 
É esse o tema central da nova obra do escritor Pedro Torres Lobo, que está em lançamento pela Editora Penalux. 
Em Vinte Anos, segundo romance do autor, que também é Defensor Público do Estado do Rio Grande do Sul, são contadas vidas que se aglutinam e se desenvolvem – imbricadas – em torno de um evento: a separação entre mãe e filha, no dia do seu nascimento, para ser entregue à adoção. 
O fato de perder a filha, em vida, faz com a mãe biológica busque conhecer-se melhor, saindo de casa ao encontro de um destino desconhecido. Graças ao talento do romancista, esse enredo aparentemente singelo se transforma em uma trama psicológica que nos mostra o quanto os laços familiares – mais fortemente, o laço sanguíneo entre a mãe e sua prole – podem ser inquebrantáveis e dotados de grande força misteriosa. 
O autor monta sua narrativa intercalando capítulos que, como um quebra-cabeça, são tecidos no presente e no passado da vida de cada um dos personagens, revelando os antecedentes do fatídico dia e suas ramificações e consequências. 
“Todos vivemos emaranhados”, diz o escritor. “De alguma forma ainda desconhecida, talvez estamos interligados. Essa ligação não se quebra nem por uma ordem judicial, nem pelo tempo, tampouco pela distância”, assegura.  
“A obra é de uma sensibilidade ímpar”, atesta Waldemar Menchik Jr., poeta e escritor que assina a orelha do livro. “Deve ser degustada aos poucos, mas, havendo sido cinzelada pela pena espirituosa do autor, será lida, de um só fôlego, pelos leitores que, emocionados, constatarão que as inescondíveis tintas da emoção é que constroem o caráter incomum de um grande livro, que merece ser lido e reconhecido.” 
Para o escritor, os principais efeitos desse seu novo romance são o desencadeamento de emoções e de reflexões, que talvez encontrem ressonância na vida de cada um. “Ainda que cada pessoa que venha a ler a obra não tenha passado por nada do que nela se narra”, pondera. 
A obra busca causar no leitor um natural exercício de empatia por todos os envolvidos na história. “Uma leitura de impacto emocional”, define, por fim, Pedro Torres.   

TRECHO
“Em meio à branca luz do ambiente, uma forma, a fonte do calor, do cheiro, do som. O olhar se perde. Rodopia. O pulsar desse peito. A mesma palpitação, som que rimbombava, ininterrupto, durante os nove meses de hibernação no líquido quente e protetor. Um coma prazeroso. Um presente da vida. Um intervalo – não o começo – de descanso: peregrino que se deita à sombra da árvore e que dorme, preparando-se para a longa jornada. Mas aí está, a angustiante energia, que era amiúde despejada no seu líquido ambiente, seu ar. Veneno que sufoca. Debatia-se quando lhe vinha aquela onda. Remexia-se. Queria se afastar. A cada movimento, contudo, mais ela se espalhava. Tomava conta de todo o seu entorno. O sentimento que sua mãe sentia era o mesmo de que padecia, numa reprodução automática, talvez necessária e natural.”



SERVIÇOS
Vintes anos, Pedro Torres Lobo – romance (288 p.), R$ 42 (Penalux, 2020). 
Link para compra:

AUTOR
Pedro Torres Lobo é escritor e Defensor Público. Em 2018, publicou seu primeiro romance, As Aves que Conduzem o Barco.
Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Receba nossas novidades por e-mail (você receberá um email. Basta confirmar ):

Anuncie e Divulgue Conosco

Posts mais acessados da semana

CLUBE DO LIVRO UNIÃO

REVISÃO E LEITURA CRÍTICA

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

LIVRO DESTAQUE

FUTURO! - ROBERTO FIORI

SROMERO PUBLISHER

Leitores que passaram por aqui

Labels