sexta-feira, 31 de julho de 2020

Lançado Mundos de uma noite só, primeiro romance de Renata Belmonte


Premiada por seus livros de contos, a autora faz a sua estreia como romancista. Segundo Luiz Ruffato, que assina a orelha do romance, "Mundos de uma noite só é obra madura que coloca Renata Belmonte num lugar de destaque da literatura brasileira contemporânea".

Nascida em Salvador e residente em São Paulo, Renata Belmonte ingressou no universo literário, aos vinte e um anos, com o livro de contos Femininamente, vencedor do Prêmio Braskem de Literatura de 2003. Posteriormente, ela teve outros dois livros de contos publicados – O que não pode ser (2006), que conquistou o Prêmio Arte e Cultura Banco Capital, e Vestígios da Senhorita B (2009). Ela estreia agora como romancista com a obra Mundos de uma noite só, lançada pela Faria e Silva Edições.

O livro, escrito numa linguagem ao mesmo tempo fluida e intensa, possui várias camadas de leitura. Ao convidar o leitor a acompanhar a jornada de uma mulher em busca da sua verdadeira história, o romance aborda não apenas as consequências da recorrente opressão feminina, mas também a própria formação política do Brasil, recontando parte de nossa narrativa pública a partir do olhar de grupos tradicionalmente marginalizados. Cheio de não ditos, o enredo também se destaca por não entregar nada de modo imediato ao leitor, tornando-o cúmplice dos mistérios que se apresentam a cada página. Renata Belmonte, descrita pela escritora Carola Saavedra como "um desses acontecimentos raros, de uma inteligência que tudo atinge, capaz das frases mais belas, das tramas mais profundas, da narrativa mais complexa e sedutora", nos apresenta então um romance instigante, repleto de nuances.

Na orelha do livro, Luiz Ruffato escreve que "Renata Belmonte não faz concessões. Ela sabe que a literatura é o espaço privilegiado da liberdade e da transgressão". Ele ainda assinala que a obra repousa na "mistura de sonhos, melancolia e cicatrizes antigas. Cacos de vidas que uma observadora privilegiada tenta organizar em 'Uma valsa para o esquecimento', um livro dentro do livro." E conclui afirmando que "Magnífico, Mundos de uma noite só é obra madura que coloca Renata Belmonte num lugar de destaque da literatura brasileira contemporânea".

Sobre a autora

Renata Belmonte nasceu em Salvador (BA) em 1982. É autora dos livros de contos Femininamente (2003), O que não pode ser (2006) e Vestígios da Senhorita B (2009). É também advogada, com doutorado em Direito pela USP e mestrado pela Fundação Getúlio Vargas.

Sobre a Faria e Silva Edições

Fundada em 2020, a Faria e Silva Edições tem foco em autores brasileiros (embora não se limite a eles) e está alicerçada em quatro eixos editoriais: autores contemporâneos, futuros clássicos de autores consagrados e em atividade, obras desconhecidas de autores consagrados e HQs autorais, conceituais e com proposta estética diferenciada.

A Faria e Silva ingressou no mercado editorial com um modelo operacional inovador: todos os profissionais envolvidos são remunerados com um percentual do preço de capa, incluindo não só autores, ilustradores e tradutores - como é habitual -, mas também artistas gráficos, editores, revisores e diagramadores. 

Ficha técnica
Título: Mundos de uma noite só
Autora: Renata Belmonte
Editora: Faria e Silva Edições
Capa e projeto gráfico: Raquel Matushita
Páginas: 200
Preço: R$ 56,00
Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Receba nossas novidades por e-mail (você receberá um email. Basta confirmar ):

Anuncie e Divulgue Conosco

Posts mais acessados da semana

CLUBE DO LIVRO UNIÃO

REVISÃO E LEITURA CRÍTICA

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

LIVRO DESTAQUE

FUTURO! - ROBERTO FIORI

SROMERO PUBLISHER

Leitores que passaram por aqui

Labels