segunda-feira, 13 de julho de 2020

Sandra Abrano e o livro A ilha das almas selvagens de H. G. Wells, por Cida Simka e Sérgio Simka

Sandra Abrano - Foto divulgação
Fale-nos sobre você.

Meu nome é Sandra Abrano, sou escritora, autora de Vestígios - Mortes nem Um Pouco Naturais, e editora da Bandeirola, que este mês de junho completou dois anos de muita agitação. Não sou novata na profissão (rs), trabalhei em editoras como Abril, Atual e FTD e tenho outros livros publicados em coautoria, na linha de paradidáticos.

ENTREVISTA:

Fale-nos sobre o projeto na Catarse. O que a levou a implementá-lo?

Vivemos tempos assombrosos, não é mesmo? Esse isolamento social que nos protege a saúde, ao mesmo tempo nos coloca em difícil situação econômica. Uma editora independente como a Bandeirola depende fundamentalmente do leitor. Participamos de festivais e feiras literárias diversas e também estamos com nossos livros em livrarias, mas todas essas alternativas estão completamente fora de questão em tempos de pandemia.

O financiamento coletivo se torna, então, uma saída fenomenal porque nos coloca diretamente em contato com os leitores, oferecendo um livro fundamental escrito no final do século 19 e atualíssimo nos dias de hoje. A ILHA DAS ALMAS SELVAGENS de H. G. Wells, além de discutir o papel da ética na Ciência a obra também se comunica com questões ainda urgentes de nossos dias, como a exploração de populações específicas, o preconceito em relação a grupos sociais e a manipulação de indivíduos por meio do discurso científico.

A edição é especial, capa dura, com prefácio de Braulio Tavares, escritor, tradutor, compositor e conhecedor, como poucos, da literatura fantástica e de ficção científica. 

Fale-nos sobre outro projeto da Catarse (livro "O doutor negro"). Como foi a receptividade? 

A nossa primeira campanha de financiamento coletivo foi para o lançamento de O DOUTOR NEGRO de Conan Doyle, em livro de contos de espanto e horror, sem a presença de seu principal personagem, Sherlock Holmes.

A recepção foi ótima, apesar de ser a nossa primeira experiência nesse tipo de recurso. Aprendemos muito, principalmente porque a própria plataforma dispõe de  manuais explicativos em escrita direta e cheios de dicas.

Para quem pretende iniciar uma campanha, não pense que é simples e facinho: tem que ter muita organização, elaborar um bom e sério projeto e primeiro responder a uma pergunta simples: por que alguém gostaria de apoiar essa minha ideia? E tentar responder a essa pergunta, com sinceridade.

Tem que passar também um período observando como são os projetos semelhantes aos seus e pensar nos motivos que o levariam a apoiar este, não aquele, por exemplo. O financiamento coletivo pressupõe honestidade (com o outro e consigo próprio), criatividade e organização. 

Qual são seus próximos projetos?

A Bandeirola está trabalhando muito para lançar o livro que é um marco na literatura nacional de gênero, A ESPINHA DORSAL DA MEMÓRIA, escrito por Braulio Tavares, livro ganhador do prestigioso prêmio internacional Caminho de Ficção Científica, em Portugal, em edição comemorativa de 30 anos de sua primeira edição.

Essa nova edição contará com uma Fortuna Crítica, que é uma coletânea de artigos escritos por diversos críticos literários brasileiros e portugueses que analisam o livro e sua importância.

Lançamento conjunto com outro título de Braulio, MUNDO FANTASMO, também de contos, só que escritos em período posterior, já como autor conhecido e consagrado. Esse lançamento será em outubro de 2020. 
  
Link para o financiamento coletivo:


Veja a entrevista com a Sandra Abrano, o seu livro Vestígios e a Editora Bandeirola:



CIDA SIMKA
É licenciada em Letras pelas Faculdades Integradas de Ribeirão Pires (FIRP). Autora, dentre outros, dos livros O enigma da velha casa (Editora Uirapuru, 2016), Prática de escrita: atividades para pensar e escrever (Wak Editora, 2019) e O enigma da biblioteca (Editora Verlidelas, 2020). Organizadora dos livros: Uma noite no castelo (Editora Selo Jovem, 2019), Contos para um mundo melhor (Editora Xeque-Matte, 2019), Aquela casa (Editora Verlidelas, 2020) e Um fantasma ronda o campus (Editora Verlidelas, 2020). Colunista da Revista Conexão Literatura.

SÉRGIO SIMKA
É professor universitário desde 1999. Autor de mais de seis dezenas de livros publicados nas áreas de gramática, literatura, produção textual, literatura infantil e infantojuvenil. Idealizou, com Cida Simka, a série Mistério, publicada pela Editora Uirapuru. Membro do Conselho Editorial da Editora Pumpkin e colunista da Revista Conexão Literatura. Seu mais novo livro se intitula Pedagogia do encantamento: por um ensino eficaz de escrita (Editora Mercado de Letras, 2020).
Compartilhe:

2 comentários:

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Receba nossas novidades por e-mail (você receberá um email. Basta confirmar ):

Anuncie e Divulgue Conosco

Posts mais acessados da semana

COMUNIDADE INFLUXO

SONHOS FULGURANTES - ROBERTO MINADEO

CLUBE DO LIVRO UNIÃO

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

LIVRO DESTAQUE

FUTURO! - ROBERTO FIORI

SROMERO PUBLISHER

Leitores que passaram por aqui

Labels