quinta-feira, 13 de agosto de 2020

Roberto Minadeo e o livro Sonhos Fulgurantes


Roberto Minadeo é PhD em Ciências da Engª de Produção. Publicou livros sobre Marketing e Estratégias Empresariais, e fez revisões e traduções de obras de negócios.
Em 2018 ingressou na literatura, com a antologia "Sonhos Fulgurantes", focada na fantasia.
Em seguida, teve contos publicados em antologias de diversas editoras.
Em 2020 publicou “Sonhos Fulgurantes” na Amazon, com a revisão dos contos da antologia publicada fisicamente dois anos antes e com a inclusão de vários contos de outras antologias ou inéditos. Link dessa obra: https://www.amazon.com.br/dp/B088P8D8RK
É membro da ANE – Associação Nacional de Escritores, criada em 1963, em Brasília.

ENTREVISTA:

Conexão Literatura: Poderia contar para os nossos leitores como foi o seu início no meio literário?

Roberto Minadeo: Tenho uma antiga paixão pela literatura: entrei no velho Primário já tendo lido a coleção infantil do Monteiro Lobato. Depois vieram muitas leituras, dos famosos autores nacionais aos clássicos estrangeiros, passando por um amplo leque de escritores menos conhecidos, como Wilkie Collins, Henryk Sienkiewicz, Selma Lagerlof, Stefan Zweig ou A. J. Cronin. Em momentos de descontração houve espaço para Agatha Christie e Arthur Conan Doyle.

A atuação no ensino permitiu publicar na área de Marketing e Estratégia:
1000 Perguntas Marketing (que chegou à uma reedição, quase dez anos depois da primeira, totalmente revista)
Marketing Internacional Conceitos e Casos
Gestão de Marketing – Fundamentos e Aplicações – pela Edit. Atlas, líder em livros acadêmicos de Administração.
Marketing para Serviços de Saúde, pela Edit. Campus, líder em livros técnicos de gestão. 
Foi especialmente marcante conseguir chegar a lançar uma obra derivada de minha Tese de Doutorado, intitulada: “Petróleo – A Maior Indústria do Mundo?”

Marketing é uma disciplina dificílima: qualquer leigo no assunto e sem espírito crítico se julga estar no mesmo nível do professor, pelo simples fato de “ter assistido alguma propaganda de certa marca famosa”. Enfrentar tais preconceitos é uma luta muitas vezes inglória. Para se entender melhor o assunto é preciso conhecer os próprios fundamentos da pessoa humana, pois a atividade de marketing se refere ao comportamento humano, restrito à ótica do consumo. Ao compreender melhor as preferências do ser humano, se facilita a arte de escrever: o leitor é o mesmo, porém, já não mais focado sob o restrito foco da mercadologia.

Essas experiências se uniram para cristalizar a inserção na literatura. Aos poucos me dediquei a escrever contos, com a primeira publicação em 2018.

Conexão Literatura: Você é autor do livro “Sonhos Fulgurantes”. Poderia comentar? 

Roberto Minadeo: Ao ingressar na ficção, percebi que há inúmeros desafios – em especial para novos autores. Escolhi escrever contos inicialmente. Ao escrever, segui alguns conceitos básicos. Manter apenas o mínimo indispensável de personagens. Procurar definir bem cada personagem, ou ao menos os principais, de modo a fazê-los presentes ao leitor, como se estivessem falando com ele. Fazer um enredo enxuto e com características ao menos relativamente inovadoras. Não deixar pontas soltas, ou situações que deixam o leitor perdido. Essas quatro caraterísticas obrigam a fugir do óbvio ou de tantos caminhos já percorridos.

Os sonhos estão presentes ao longo da história da humanidade. Em diversos contos de “Sonhos Fulgurantes” a inspiração ocorreu em um sonho – a tal ponto que o único trabalho do autor foi o de vertê-los sob a forma escrita, tal como “Inspiração Noturna”.

Sinopses dos Contos
“O Cavalo Mágico” é o conto de abertura. Tem o papel de inserir o leitor no clima de fantasia que permeia toda a obra.
Houve contos nos quais o enredo se encontra mais desenvolvido, como “Reconstrução” e “Lenta possessão pela máquina”.
“Tesouro Maldito” mescla romance e suspense, estando ambientado na glamorosa Roma antiga. Da mesma forma, “Serena Soberania” se passa no auge de Veneza. Esta obra foi originada de forma inacreditável. O autor, distraidamente, presenciou um quadro e ganhou toda a inspiração – de forma instantânea, inclusive o título.
“Chocolate, Ytzank e a Dança do Oito” é um romance no qual uma importante e rara cena foi vivenciada pelo autor.
“Decisão Maravilhosa”, “Ameaças Aterrorizantes” e “Nada como ser Especial” são contos de terror. 
“Milagres Acontecem” foi baseado em uma cena absolutamente real vivenciada pelo próprio autor.
“Legado Familiar”, “Animais Misteriosos”, “Taxímetro Descontrolado”, “Haverá Algum Talismã?” e “De Surpresa em Surpresa” são apoiados em elementos oníricos. 
“Princesa Quase Perfeita” e “Infame Dor de Cotovelo” são lendas infantis, que, como tantas vezes, possuem enfoque também ao público adulto.
Em “Noite Estrelada, Uísque e Cookies”, houve uma cena aparentemente simples, porém de grande dificuldade em ser comunicada na forma escrita; além disso, um aspecto não relevante do conteúdo é deixado a critério do juízo do leitor. O conto é onírico, cheio de suspense e de romance.
Em outros contos se nota uma forte preponderância da descrição detalhada do protagonista e de como este se vê no mundo, como “Trocando de Paraíso”, cujo enredo apresenta uma surpresa ao leitor.
“O Astronauta na Aula de História” mescla aspectos de ficção científica e de crítica social.
"O Fim do Fim” representa uma distopia. “Surge o Bom Humor” segue a mesma linha, porém ambientado em uma realidade bastante palpável e presente a tantos dos leitores.
“Números e Política”, “Nada Como uma Boa Memória” e “Tudo Começou com Pastéis de Belém” envolvem curiosos elementos: fantasia e romance, ambientados em uma trama política com elementos de suspense.
“Na Hora Certa” é fortemente onírico, estando ambientado no início da II Guerra Mundial. 
"Animais Bestiais” foi escrito com o sonho de se tornar um longa metragem de animação.
“Streaming Inovador”, “Corrida de Mamutes”, e “Ah! Que Bom que foi Somente um Sonho!” apresentam de modo mais marcante o aspecto onírico.
“Visitas Noturnas” se constituiu em um desafio: apresentar com grande detalhe uma personalidade complexa, a mais rica de toda a obra. Ao mesmo tempo, houve o empenho pela manutenção da fluidez na escrita para evitar o estilo de texto exclusivamente psicológico, e, portanto, de leitura excessivamente densa.
“Celeiro fatal” mescla ação ao mundo interior do protagonista, que se encontra em uma situação complexa, da qual se livra de modo surpreendente. O elemento onírico pode até estar ausente, conforme a avaliação do leitor.
“Theo e Van Gogh: Surge uma Lenda” é uma fantasia em torno do improvável sucesso de alguém que parecia totalmente fadado ao fracasso. Apresenta interessante pitada de crítica social, juntamente com “Armageddon”.
“The FireBikers” é um thriller, que também representou um desafio na construção dos protagonistas – cuja riqueza de detalhes veio a se constituir em um complexo desafio à tarefa da escrita. Oferece surpresas interessantes ao leitor, pois também conta com o elemento fantasioso. Trata-se do conto mais marcantemente próximo ao estilo de um seriado.
“Nas Quadras de Tênis” se assemelha a um ensaio sobre o universo que ronda esse esporte.
“O Segredo dos Livros” e “O Carreiras de Sucesso” apresentam elementos de suspense envolvidos em tramas cheias de elementos oníricos.
“A Mãe da Ciência” mescla elementos oníricos e de romance.
“Engano Fatal” é uma completa fantasia, com um elemento tão presente na atualidade: o universo dos dragões.
“Natal Restaurador” apresenta elementos predominantes de fantasia, entremeados com suspense.

Conexão Literatura: Como foram as suas pesquisas e quanto tempo levou para concluir seu livro?

Roberto Minadeo: A primeira versão teve os contos sendo iniciados em 2017 e foi lançada ao final de 2018.
Há uma pergunta vital e que ajuda cada pessoa a se conhecer melhor: o que você faz quando não está fazendo nada? No meu caso, a agenda é dedicada à literatura nos momentos em que não estou no trabalho nem em atividades familiares, sociais ou esportivas: não há espaço a videogames nem à TV. Leio e escrevo muito nessas ocasiões. Trabalho em várias produções simultaneamente. Quando alguma delas fica mais madura, foco em finalizá-la, deixando as demais de lado. Da mesma forma, leio diversos textos ao mesmo tempo.

Conexão Literatura: Poderia destacar um trecho do seu livro especialmente para os nossos leitores?  

Roberto Minadeo: Conto: Carreiras de Sucesso

Sofrimento era a definição do que Eduardo enfrentava. Perdera o posto de diretor de uma empresa. Ficou chato. A namorada o largou (...) Demorou a reconhecer que algo não estava bem e que precisava de apoio médico. Começou a ser tratado pela Dra. Daisy, que viu nele seu paciente mais indócil (...) De origem humilde, ela estudara em escolas públicas, destacando-se nas notas (...) Falar e arrepender-se: duas faces da mesma moeda. Daisy sabia que culpar alguém de algo é a principal fonte de conflitos – quer a acusação fosse justa ou injusta. Pois é, pôde constatar isso amargamente, com uma briga que levou Eduardo a dormir aquela noite fora de casa (...) O mundo de Daisy desmoronou. Teria sido a busca de sucesso em seu consultório tão exorbitante, a ponto de impedi-la de ver algo tão grave assim em um de seus pacientes? (...) Ela, uma psiquiatra, caíra em uma repaginada versão do velho conto do vigário!

Conexão Literatura: Como o leitor interessado deverá proceder para saber mais sobre o seu livro e um pouco mais sobre você? 

Roberto Minadeo: O link da obra (https://www.amazon.com.br/dp/B088P8D8RK) tem uma apresentação de cada um dos contos.

Conexão Literatura: Quais dicas daria para os autores em início de carreira?

Roberto Minadeo: Participar de antologias pode representar uma experiência interessante, pelo fato de que o(a) editor(a) inicia um esforço coletivo, ao qual precisa fazer participantes inúmeros outros autores(as). Há muitas editoras que fazem um trabalho impressionante de desenvolvimento de novos talentos mediante tais iniciativas – que despertam inúmeros(as) autores(as) de todas as idades.

Conexão Literatura: Existem novos projetos em pauta? 

Roberto Minadeo: Um primeiro romance/drama já está pronto, após vários meses de trabalho, à busca de uma editora: “Duas Irmãs”.

Perguntas rápidas:

Um livro: A Menina que Roubava Livros.
Um (a) autor (a): Wilkie Collins.
Um ator ou atriz: Audrey Hepburn.
Um filme: V de Vingança.
Um dia especial: O lançamento de “Sonhos Fulgurantes” na Amazon, em maio/2020.

Conexão Literatura: Deseja encerrar com mais algum comentário? 

Roberto Minadeo: A motivação para escrever está na grande satisfação trazida pela atividade: ser lido e compreendido por outras pessoas representa o compartilhar a forma de abordar certo aspecto marcante da realidade.

Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Receba nossas novidades por e-mail (você receberá um email. Basta confirmar ):

Anuncie e Divulgue Conosco

Posts mais acessados da semana

COMUNIDADE INFLUXO

SONHOS FULGURANTES - ROBERTO MINADEO

CLUBE DO LIVRO UNIÃO

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

LIVRO DESTAQUE

FUTURO! - ROBERTO FIORI

SROMERO PUBLISHER

Leitores que passaram por aqui

Labels