terça-feira, 1 de setembro de 2020

Rozz Messias e o livro Contos de Suspense e de Morte

Rozz Messias - Foto divulgação
Rozz Messias é professora, contista, poeta e organizadora de Antologias. Autora dos livros infantis “Papai, tem monstro?” e “Um galo lá em casa”. Participou dos Planos de Aula da Revista Nova Escola e organiza as Antologias Lendas pelo mundo (Leyendas Mexicanas, Kamishibai e Anansi). Publicou os e-books “Entrelaçados”, “Ao seu encontro” e “Encontro com a morte”. Foi premiada duas vezes pelo Concurso Literário de Colombo e outra pelo Conectando Saberes, no Projeto Cordel Extraordinário. Participa de 35 antologias de contos e poesias. Autora da Círculo Soturnos com “Contos de suspense e de morte” e “Lamentos Noctívagos”. Recentemente publicou “Poetizando” pela UICLAP.

ENTREVISTA:

Conexão Literatura: Poderia contar para os nossos leitores como foi o seu início no meio literário?

Rozz Messias: Escrevo poesia desde os 15 anos, mas foi somente em 2018 que tomei coragem para participar das primeiras antologias. Com as aprovações me senti mais segura para participar de saraus, grupos literários e iniciar a escrita de um livro solo. Não foi uma jornada fácil, eu não conhecia ninguém do meio literário, não tinha recomendação de nenhuma editora, foi uma sequência de erros e acertos.  

Conexão Literatura: Você é autora do livro “Contos de Suspense e de Morte”. Poderia comentar? 

Rozz Messias: “Contos de suspense e de morte” reúne contos escritos nos últimos dois anos e trata de um tema muito comum em meus textos, a morte. Traz um pouco de fantasia, lobisomens, monstros, espíritos, anjos, demônios. Em todos os textos trabalho a mudança de cenário iniciando com situações rotineiras, criando suspense e terminando com surpresa e horror. É uma obra com personagens diversificados, objetivando agradar diferentes tipos de leitores. O título é uma homenagem ao autor Edgar Allan Poe, uma menção à “Contos de imaginação e mistério”. Além da capa lindíssima a diagramação também é maravilhosa.

Conexão Literatura: Como foram as suas pesquisas e quanto tempo levou para concluir seu livro?

Rozz Messias: Por ser professora eu costumo investir muito em pesquisa, leio diferentes textos sobre o tema a ser trabalhado e às vezes complemento assistindo alguma série ou filme sobre o assunto. Quando é possível faço visitas aos locais que serão cenário do conto, por exemplo: o conto cemitério veio de uma visita noturna ao Cemitério Municipal de Curitiba. Para escrita do conto Amaldiçoada visitei o Museu Egípcio Rosa Cruz. Como o livro traz vários contos com temas diferentes: possessões, assassinatos, maldições… as pesquisas foram intensas e demoradas. O processo de escrita e publicação durou quase dois anos. 

Conexão Literatura: Poderia destacar um trecho do seu livro especialmente para os nossos leitores?  

Rozz Messias: “Juan seguiu até a cozinha, voltando de lá com uma faca grande de carne. O rapaz dormia de boca aberta, a cabeça caída sobre o encosto do sofá, roncando. Juan enfiou a faca do lado esquerdo do peito de seu assassino. O corpo resistiu, duro abaixo de sua mão, até ceder e a ponta da faca deslizar atingindo o coração. No mesmo instante em que o jovem abriu os olhos, assustado, Juan girou o cabo da faca, devagar, aproveitando o momento, fazendo com que o rapaz emitisse gritos agudos de dor, enquanto tentava levar uma das mãos ao peito, assim como Juan fez há dois anos atrás. O jovem não resistiu, fechou os olhos novamente, o coração batendo cada vez mais devagar, até parar. 
Juan não se sentiu satisfeito, apenas morte para seu assassino, era pouco. Antes que percebesse o que estava fazendo, retalhou o moço, várias vezes, sentindo um prazer mórbido cada vez que a faca cortava a pele e o sangue viscoso jorrava. O cheiro era atrativo, teve vontade de bebê-lo, só não o fez porque não podia mais perder tempo ali. Admirou mais uma vez os ossos expostos, a agonia na face do jovem. Depois saiu, deixando um rastro de sangue por onde passava. Sabia que seu tempo era limitado. 
No sofá uma cabeça pendia disforme, o corpo cortado diversas vezes, um dos braços quebrados, torto como se estivesse possuído por demônios. As roupas eram apenas trapos, imersos no líquido viscoso que escorria. O cheiro de morte pairava no ar. A primeira parte da missão de Juan à Terra estava concluída.” Conto Festa dos Mortos

Conexão Literatura: Como o leitor interessado deverá proceder para saber mais sobre o seu livro e um pouco mais sobre você? 

Rozz Messias: Os interessados podem entrar em meu site ou no blog que tenho na editora Soturnos. Ali há um pouco do meu trabalho, links para compra do livro e degustação de textos. Tenho podcast de alguns dos contos gravados pelo Creepy Metal Show (no Youtube). Fica aberto o convite para que acompanhem meus projetos pelo Facebook e Instagram. 

Conexão Literatura: Quais dicas daria para os autores em início de carreira?

Rozz Messias: Recomendo que escrevam muito, se possível que participem de antologias e façam bons cursos de escrita. Eu participei do grupo Hardcover do André Vianco e valeu muito a pena. Nas Antologias busquem recomendações, porque na empolgação de ter um conto selecionado o autor pode entrar em fria. Taxas altas de inscrição e material ruim, sem nenhuma qualidade. Eu costumo participar de vários projetos ao mesmo tempo, funciona. Há casos em que o autor espera encerrar um para iniciar outro, desde que você tenha uma rotina de escrita e não deixe tudo inacabado, tudo vale a pena. O mais importante, faça contatos no meio literário, feche parcerias, troque informações. O autor não sobrevive sozinho. Quem precisar de indicação de boas editoras para participação em antologias, pode entrar em contato pelo Instagram, trabalho com várias.

Para publicação de livro solo fiquem atentos nos contratos, valor a ser pago (se não for publicação tradicional), direito a quantos volumes, há mínimo de livros a serem vendidos na pré-venda.

Conexão Literatura: Existem novos projetos em pauta? 

Rozz Messias: Muitos kkkk sou uma escritora dinâmica e não paro. 
Organizo o volume 3 de Lendas pelo mundo, Anansi – lendas africanas e para setembro inicio uma Antologia de poesia com a Publicações e Edições. 
Um galo lá em casa está quase finalizado e a continuação “Mais galos lá em casa” entrará na etapa de ilustração. Tenho mais dois livros infantis que entrarão em produção no próximo ano. 
Agora com Poetizando publicado, o próximo livro de poesias é Poetize-se, que já tem capa e seguirá para diagramação. 
“Filha da Tempestade” era um conto curto e virou um romance com foco em mitologia. Logo será encaminhado para revisão. 

Perguntas rápidas:

Um livro: Contos de Grimm
Um (a) autor (a):  Manoel de Barros
Um ator ou atriz: Viola Davis
Um filme: Coração Valente
Um dia especial: dois: quando meus filhos nasceram

Conexão Literatura: Deseja encerrar com mais algum comentário? 

Rozz Messias: Só desejar que cada leitor encontro um autor nacional preferido. Porque temos muitos talentos no meio literário nacional. Basta estarmos disponíveis a conhece-los. Vale muito a pena. 
Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Receba nossas novidades por e-mail (você receberá um email. Basta confirmar ):

Anuncie e Divulgue Conosco

Posts mais acessados da semana

COMUNIDADE INFLUXO

SONHOS FULGURANTES - ROBERTO MINADEO

CLUBE DO LIVRO UNIÃO

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

LIVRO DESTAQUE

FUTURO! - ROBERTO FIORI

SROMERO PUBLISHER

Leitores que passaram por aqui

Labels