quinta-feira, 12 de novembro de 2020

Divina terra: um retrato do Brasil sem retoques


“O Brasil não tem terremoto e nem furacão. Mas é castigado pelas epidemias, pela corrupção, pela miséria, pelo desemprego, pela falta de ética dos políticos. Como pode ser esta uma divina terra?” Com esta pergunta, o jornalista e escritor Luis Torcato sintetiza o seu mais recente livro, lançado neste ano de 2020. 

A fictícia cidade de Pedrinha Verde, localizada em algum ponto do interior do Brasil, é na verdade um microcosmo da sociedade de nosso país.  Ali vivem políticos ambiciosos, gente comum que luta para ter esperança e comunidades que vivem à margem do poder público, tudo isso meio à mortal pandemia da Covid-19. Escrito em linguagem direta e simples, o autor valoriza a ironia e o sarcasmo para mostrar como as vidas das pessoas podem se transformar num curto espaço de tempo, levadas pelas circunstâncias, sobre as quais parecem não ter controle. 

“Para falar de uma determinada época, muitos preferem se afastar no tempo, em busca de uma perspectiva mais ampla e definitiva. Porém, entendo que essa visão isenta não existe, pois cada um conta a história, seja ela do passado ou do presente, com o seu olhar. Isso não é mérito ou demérito, apenas uma maneira de observar ‘uma’ realidade”, afirma o autor. “Para escrever Divina terra optei por trabalhar com o tempo presente — toda a trama acontece de dezembro de 2019 a abril de 2020 — em um esforço para apresentar um retrato, sem retoques, da sociedade brasileira dos dias de hoje, o que permitirá, talvez, lançar algumas luzes sobre o nosso futuro, que poderá ainda ser alterado, ou não, para melhor”, completa Torcato.

“Não classifico o meu livro Divina terra como um livro político, uma história romântica, ou uma obra de suspense. Ele é uma soma de todos esses gêneros”, diz o autor, que complementa: “A nossa vida também não é assim? Não somos políticos em nossos condomínios, em nosso local de trabalho, ou nos partidos? Não temos nossos sonhos e decepções com o amor? Não vivemos em “suspense” permanente, sem ter ideia do que poderá nos ocorrer no dia seguinte?”.

SOBRE O AUTOR:

Luis Torcato é paulistano, jornalista, tendo atuado em jornais como Diário Comercio & Industria, Folha de S. Paulo, foi editor do Jornal da USP, Secretário de Imprensa da Universidade de São Paulo e secretário municipal de comunicação. Também trabalhou como assessor de imprensa em entidades como Fundação Oncocentro, Estação Ciência e Fuvest, além de ser produtor e apresentador de rádio. Em 2016 deixou o jornalismo para se dedicar ao trabalho de consultor editorial e escritor. Também é autor de O camelo fala (obra motivacional – 2016), Anno Zero (2018) e A morte da doce senhora (2019).   

Para adquirir o e-book ou saber mais:  https://www.amazon.com.br/Divina-terra-Luis-Torcato-ebook/dp/B08L9R7ZGL

Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Receba nossas novidades por e-mail (você receberá um email. Basta confirmar ):

Anuncie e Divulgue Conosco

Posts mais acessados da semana

COMUNIDADE INFLUXO

SONHOS FULGURANTES - ROBERTO MINADEO

CLUBE DO LIVRO UNIÃO

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

LIVRO DESTAQUE

FUTURO! - ROBERTO FIORI

SROMERO PUBLISHER

Leitores que passaram por aqui

Labels