quinta-feira, 17 de dezembro de 2020

Jornada nas estrelas – Nômade

 


Na década de 1960 vários seriados de ficção científica tinham episódios com monstros – vide Viagem ao fundo do mar, que tinha sempre o monstro da semana. E alguns episódios da série clássica usam esse recurso, mas o subvertem esse clichê de maneira extremamente inteligente. Ótimo exemplo disso é Nômade, episódio da segunda temporada.

Na história, a Enterprise se depara com um ser mecânico que exterminou milhões de pessoas. Ao trazê-lo a bordo, descobrem que é um antiga sonda espacial terrestre, que se encontrou com uma sonda alienígena, teve seus bancos de memória danificados, ao mesmo tempo em que se tornava extremamente poderosa, e passou a seguir uma nova diretriz: destruir toda a imperfeição, sendo imperfeição toda a forma de vida.

A sonda só não destrói a enterprise porque acha que Kirk foi seu criador, já que ela foi projetada por um antepassado do capitão da enterprise.

Há muitos elementos de destaque no episódio. O tema é tão bom que serviu de base para o primeiro filme da fraquia. E a solução, lógica ao invés de física, mostra que Jornada era um seriado muito além de seu tempo. Também chama atenção os diversos truques para mostrar a Nômade. A sonda se movimenta pela nave e isso acontece, na maioria das vezes, por truques de cenário, para esconder o suporte, ou mesmo truques de câmera, como colocar a câmera ao lado da sonda, acompanhando-a.

Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Receba nossas novidades por e-mail (você receberá um email. Basta confirmar ):

Anuncie e Divulgue Conosco

Posts mais acessados da semana

CLUBE DO LIVRO UNIÃO

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

LIVRO DESTAQUE

FUTURO! - ROBERTO FIORI

SROMERO PUBLISHER

Leitores que passaram por aqui

Labels