Quem foi Charles Dickens?, por Ademir Pascale

Charles Dickens "Com poucos anos de idade, Dickens carregava o peso de sustentar a devedora e pobre família." *Por Ademir Pasc...

Mostrando postagens com marcador Quero Ser Rapunzel. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Quero Ser Rapunzel. Mostrar todas as postagens

domingo, 14 de fevereiro de 2021

Cláudia Zambrana e seus livros

Cláudia Zambrana - Foto divulgação
Cláudia Lomba Zambrana, nasceu no interior do Espirito Santo, em 15 de janeiro de 1984 , morou em diversas cidades quando criança. Neta de jornalista, formada em Direito, cursando Faculdade de Psicologia, nunca deixou de se dedicar as palavras, sua grande paixão sempre foi escrever… Vive intensamente os momentos que a vida lhe proporciona. Casada, mãe de três filhos... ela divide a maternidade, com o trabalho, estudos e a escrita. E no meio disso tudo, ela se encontra... Para nossa sorte, Cláudia tem um lema que transpassa para seus livros: “Não podemos adiar nossos sonhos, temos que viver o agora de forma intensa...”

ENTREVISTA:

Poderia contar para os nossos leitores como foi o seu início no meio literário?

Cláudia Zambrana: O meu inicio no meio literário foi por acaso e uma busca pela concretização de um sonho... Eu sempre escrevi... “escrever” sempre foi à maneira como me comunicava com o mundo, desde criança... 

No ano de 2019, no meio de estudos para concurso público, comecei a escrever o livro “24h adolescente e às vezes apaixonada”, porém sem intenção de publicá-lo. Escrevê-lo na verdade era um refúgio para a minha alma, e infelizmente no inicio do ano de 2020, fomos surpreendidos com a pandemia, e a reclusão necessária me abriu asas para me dedicar ao meu mundo literário... Assim como foi a forma de conseguir lidar com todo esse momento tão triste da história da humanidade.

E nesse momento fui cobrada pelos meus próprios pensamentos... sobre como muitas vezes adiamos tanto os nossos sonhos... Então nasceu, melhor eu me assumi como escritora...e comecei a correr atrás desse sonho... terminei o meu livro, iniciei o de poesias, e logo depois os infantis...todos com muito amor e dedicação...

Você é autora dos livros “24h adolescente e as vezes apaixonada”, "Quero Ser Rapunzel" e "Meu tutu mágico". Poderia comentar? 

Cláudia Zambrana: Sim... o “24h adolescente e às vezes apaixonada” é um livro apaixonante, com personagens carismáticos que fazem você torcer e vibrar junto deles...é uma leitura que te envolve por completo, e representa muito a adolescência em todos seus quesitos, até mesmo porque a personagem principal vai amadurecendo no decorrer da leitura e dos outros livros que virão dele a seguir...A personagem principal a “ Bia” ela é muito real. Uma adolescente que pode facilmente retratar alguma conhecida nossa, mesmo com todas as confusões nas quais ela entra. A história é muito dinâmica, cheia de vida, como o próprio adolescente. É uma leitura para os adolescentes, mas também entre pais de adolescentes.

Já os meus infantis, possuem como personagens principais a minha filha mais nova Vivi e o seu ursinho Jujuba, que era meu quando criança. São livros que trabalham o encantamento da infância, da vida, a inocência, as brincadeiras, assim como a empatia. São livros mágicos... 

No livro Meu Tutu Mágico, procuro mostrar a criança que ela deve acreditar em sua capacidade e nos seus sonhos... e que quando ela fizer isso, a mágica acontece e tudo começa a dar certo...

Já no livro Quer Ser Rapunzel, procuro trabalhar de forma muito lúdica sobre a importância da empatia...

Os livros são lindos... cada um com sua essência.

Como foram as suas pesquisas e quanto tempo levou para concluir seus livros? 

Cláudia Zambrana: Nossa... isso é algo complicado de explicar... O “24h adolescente e às vezes apaixonada” já era uma ideia muito forte quando comecei a escrevê-lo e demorei uma média de 1 ano e meio pata terminar. 

Como sou mãe, tenho três filhos, e a minha mais velha é uma adolescente, isso me ajudou a conseguir descrever com exatidão o mundo do adolescente, lógico que o curso que estou fazendo de Psicologia também, pois leio muito sobre o assunto.

E a minha adolescência em si, as minhas próprias histórias e experiências me ajudaram muito ao escrever. Eu sempre tive um grupo fiel de amigos e como a Bia, personagem do meu livro, procurava fazer tudo com eles... desde a idas ao cinema, como viagens e festas...ou simples saídas para um lanche...e lógico que tudo se tornava um grande evento...

E isso da vida do adolescente é sempre algo muito emocionante, porque eles vibram e vivem intensamente cada sentimento desde o amor até a tristeza, assim como as amizades, os conflitos e as descobertas.

Já os meus livros infantis surgiram como mágica, através de contação de histórias para meus filhos menores na hora de dormir ou de momentos com eles no dia a dia... com muita imaginação e criando mundos mágicos... pois acredito que a fantasia ajuda muito no desenvolvimento intelectual da criança.

Lembro-me de estar preparando a minha filha mais nova para tomar banho, quando ela apareceu segurando o ursinho Jujuba nas mãos e com um tutu de balé por cima do pijama... então saí correndo para o computador para escrever o livro Meu Tutu Mágico...

Poderia destacar qual livro veio primeiramente a sua mente e por quê? E qual trecho deste livro você acha especial?  

Cláudia Zambrana: Sim... foi o livro “24h adolescente e às vezes apaixonada” porque ele descreve a adolescência de uma forma leve e intensa ao mesmo tempo, além de mostrar a importância do diálogo com a família e os riscos da exposição nas redes sociais no mundo atual. Eu tentei inserir no contexto de forma muito leve passagens sobre feminismo, sexo, sexualidade, bullying, autoconhecimento, empatia, amor próprio, autoestima, a insegurança, o medo...situações que estão muito presentes na vida de um adolescente.

O livro todo é muito especial... difícil escolher um trecho...mais vamos lá.... Um deles, inclusive é a forma como eu me via quando adolescente:

“A verdade é que me sinto diferente de qualquer pessoa que existe na face da Terra”

 E o outro trecho, que acho muito importante é uma conversa entre mãe e filha, quando a Bia, considera estar apaixonada por menino, que ela mal conhece:

“— Não podemos amar aquilo que não conhecemos, minha filha. Conheça e depois fale se ama”

São situações muito típicas no cotidiano do adolescente, e que muitas vezes para nós, que hoje somos adultos, são coisas banais, mas que para eles, e até para nós quando fomos adolescentes, eram situações que nos traziam sofrimento e muitas vezes um sentimento de falta de não ser compreendido.

Quais dicas daria aos autores em início de carreira?

Cláudia Zambrana: Não desista dos seus sonhos, escreva, acredite no que você escreveu, e corra atrás para publicar da forma que você considerar ideal para você... seja por uma editora ou de forma independente, mas comece... e não fique triste com portas fechadas... nada na vida acontece por acaso... nem mesmo uma porta que se fecha.

O inicio não é fácil, mas não é impossível...

Como o leitor interessado deverá proceder para adquirir os seus livros e saber um pouco mais sobre você e o seu trabalho literário? 

Cláudia Zambrana: Eu vou amar, que as pessoas queiram conhecer meu trabalho e saber um pouco mais sobre a Cláudia. 

Eu tenho o meu instagram @claudiazambrana.l e procuro interagir bastante com meus seguidores. 

Já os meus livros estão disponíveis por várias plataformas. 

O “24h adolescente e às vezes apaixonada” está disponível nas livrarias: Amazon, Livraria da Travessa, Livraria Cultura, Livraria Vírgula, Leitura de Ipatinga, Saraiva, Livraria Martins Fontes, Kobo, Fnac Portugal, Livraria Bertrand em Portugal, Google Books,  site da Editora Chiadobooks. 

E os meus infantis, pelo site da Editora Em Prosa & Verso, na Livraria Leitura de Ipatinga, Livraria Casa na Árvore e a Livraria Portal do Saber.

Existem novos projetos em pauta? 

Cláudia Zambrana  Sim, na verdade estou cheia de projetos.

Estou terminando um romance voltado para o público jovem adulto, que promete ser um grande sucesso, provavelmente para o segundo semestre. E estou terminando um livro sobre maternidade, de um ponto de vista real, de uma mãe de três. Esse livro estará sendo publicado de forma independente por e-book até o mês de abril, no site do Amazon.

E estarei lançando nesse primeiro trimestre dois livros: 

“Verdades Imaginárias” pela editora Penalux, que é um livro de poesia diferente, pois ele retrata o crescimento de uma mulher dentro de seu mundo e de suas verdades, é de  extrema importância, quase que uma leitura obrigatória, pois ele é quase um livro de autoestima e superação  em forma de poesia.

E mais um livro infantil – Vivi e o Lápis Mágico pela editora Inverso, que fala da importância dos sonhos, da responsabilidade, e do incentivo e da autoestima desde cedo, na infância. Lógico, com muita magia...

Perguntas rápidas:

Um livro: A Hora da Estrela ( foi o primeiro livro que li)

Um (a) autor (a): Clarice Lispector

Um ator ou atriz: Betty Faria

Um filme: Os Goonies ( marcou minha infância)

Uma recordação em especial: os passeios com minha mãe na praia ao entardecer...

Deseja encerrar com mais algum comentário? 

Cláudia Zambrana: Sim... gostaria de encerrar a entrevista, agradecendo pela oportunidade e para dizer que os livros estão lindos,  com histórias envolventes, personagens carismáticos e situações de vida...

E todos eles trabalham para um crescimento pessoal positivo, tanto os infantis, como o livro para adolescente, e os outros que ainda serão publicados. 

Então, por favor, leiam bastante... a leitura muda vidas... e é a única forma de mudar uma nação.


CRÉDITO DA ENTREVISTA: ELENIR ALVES - REVISTA PROJETO AUTOESTIMA

Compartilhe:

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Posts mais acessados da semana

ANTOLOGIAS LITERÁRIAS

POEME-SE

CONHEÇA A REVISTA PROJETO AUTOESTIMA

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

LIVRO DESTAQUE

CEDRIK - ROBERTO FIORI

Leitores que passaram por aqui

Labels