Quem foi Charles Dickens?, por Ademir Pascale

Charles Dickens "Com poucos anos de idade, Dickens carregava o peso de sustentar a devedora e pobre família." *Por Ademir Pasc...

Mostrando postagens com marcador rap. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador rap. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 16 de outubro de 2018

Marcelo D2, BNegão, Karol Conka e ícones do rap viram super-heróis em quadrinhos em exposição paulista

PATROCINADO PELA DARKSIDE, A MOSTRA ‘RAP EM QUADRINHOS’ É ASSINADA PELO ILUSTRADOR WAGNER LOUD E PELO YOUTUBER LOAD COMICS

A editora DarkSide Books e a Central Panelaço, espaço vegano do cantor João Gordo, se uniram para apresentar a exposição “Rap Em Quadrinhos”, do ilustrador e designer Wagner Loud e do youtuber Gil Santos – mais conhecido como Løad Comics. O projeto homenageia grandes rappers nacionais que ganham ilustrações no papel de super-heróis do universo das HQs. A abertura do evento será no sábado, 20, e conta com a presença dos idealizadores e com um bate-papo sobre a representatividade na cultura pop, a partir das 17h, na Central Panelaço.

A ideia em unir o rap e os quadrinhos surgiu depois que Løad entrevistou Wagner Loud para o seu canal homônimo, que discute o universo das HQs e sua ligação com o gênero musical. Na época, Wagner Loud estava à frente do projeto “Punk em Quadrinhos” e ambos logo imaginaram fazer uma versão para os rappers nacionais. Por compreenderem que existem vários pontos de conexão entre o que é apresentado por um MC em suas músicas e as discussões que são propostas nas HQs, eles resolveram selecionar, inicialmente, vinte artistas para ilustrarem capas dos quadrinhos.

Depois de divulgarem 19 artes do projeto em suas redes sociais, a dupla os apresenta em exposição física, onde o público poderá conferir as artes impressas. A renda do evento será revertida para o coletivo Imargem, uma iniciativa que promove arte acessível e politizada ressignificando lixo, espaço e fronteiras.

Sobre a editora DarkSide® Books:
Primeira editora brasileira especializada no universo do terror e da fantasia, a DarkSide® Books nasceu em um 31 de outubro, Dia das Bruxas, em 2012. Hoje, com cinco anos de vida, já mobiliza mais de 1 milhão de fãs nas redes sociais, a maioria deles leitores que colecionam seus títulos – edições sempre caprichadas e em capa dura. A DarkSide® – apadrinhada pelo mestre Zé do Caixão, de quem reeditou a biografia – se tornou uma referência entre as novas editoras do mercado e mantém uma relação intensa, de admiração e troca, com seus fãs e seguidores, que não deixam de acompanhar, curtir, sugerir títulos e cobrar lançamentos com a "Caveira" (o símbolo que se tornou apelido da editora nas redes sociais). Além da qualidade quase psicopata do design e acabamento gráfico das edições, esta legião de fãs busca, na DarkSide®, as preciosidades de um catálogo diversificado, que aposta em revelações da literatura mundial, premiadas no exterior (como Andrew Pyper, Caitlín R. Kiernan e Keith Donohue), em ícones do universo do terror e da fantasia (como Robert Bloch, Stephen King e Jim Henson) e em obras-primas que continuavam inéditas no país como Fábrica de Vespas, o premiado livro do autor Iain Banks.

SERVIÇO:
Abertura da exposição “Rap Em Quadrinhos”
Endereço: Central Panelaço (Rua Conselheiro Carrão, 451 – Bela Vista)
Data: 20/10
Horário: 17h
Compartilhe:

segunda-feira, 18 de junho de 2018

Rashid, uma das vozes mais fortes do rap nacional, cede entrevista e comenta sobre o seu livro "Ideias que rimam mais que palavras"

Rashid - Foto divulgação
Nascido em São Paulo em 1988, Rashid é uma das vozes mais fortes do rap nacional. Começou rimando em estilo livre nas batalhas de MCs da cidade e, desde lá, mostrava originalidade nas linhas rimadas. Mais de uma década depois, a vocação para a escrita passa a fazer outro tipo de storytelling, desta vez narrando sua própria história enquanto revisita momentos fundamentais de sua carreira musical em "Ideias que rimam mais que palavras - Vol. 1", primeiro livro de sua autoria.   

Conexão Literatura: Em sua carreira musical, você é conhecido como um ótimo letrista e agora, depois de mais de 10 anos de música, está se embrenhando no mundo dos livros. Poderia contar para os nossos leitores como foi esse início no meio literário?

Rashid: A literatura é um sonho antigo, mas é um mundo que até então eu só enxergava da perspectiva do leitor. Embora eu estivesse guardando ideias durante todo esse tempo, quis esperar o momento certo para me arriscar.
Contar as histórias e causos por trás dos meus sons é uma coisa que faço com muito prazer e propriedade. Então foi a melhor forma de começar.


Conexão Literatura: Você é autor do livro "Ideias que rimam mais que palavras". Poderia comentar de onde partiu essa vontade e por quê?

Rashid: Eu queria estreitar um laço com meus fãs e ao mesmo tempo trazer à tona sentidos e significados que sempre estiveram presentes em minhas letras, mas passaram despercebidos aos ouvidos. Tenho muito música lançada, então naturalmente, algumas foram ficando pelo caminho. Algumas dessas têm uma profundidade nos seus porquês, eu queria mostrar isso pros ouvintes.
Capa e contracapa

Conexão Literatura: Como foram as suas pesquisas e quanto tempo levou para concluir seu livro?

Rashid: Sou meio ansioso e obcecado quando entro num projeto, então eu praticamente não compus nada enquanto escrevia o livro. Me foquei em terminar. Levei algo em torno de 10 meses para escrever e logo na sequência comecei a trabalhar num álbum novo (o disco CRISE, lançado em janeiro). Então, só depois do álbum que voltei a focar no lançamento do livro, e aí foram mais uns meses de burocracia. Fomos aprendendo tudo, muita coisa o Ferréz nos ensinou e algumas outras fomos aprendendo por conta. Foi um período de aprendizado também.

Conexão Literatura: Poderia destacar um trecho do qual você acha especial em seu livro?

Rashid: Eu gosto de vários dos trechos que falo da época que morei na Serra de Ijaci, em Minas Gerais. Acho que foram trechos muito passionais e espontâneos. Tipo, é impossível falar do Rap urbano do Rashid sem passar pelo interior de MG. Acho que ficou bonita essa ponte.

Conexão Literatura: Como o leitor interessado deverá proceder para adquirir um exemplar e saber um pouco mais sobre você e o seu trabalho?
Rashid: Para adquirir o livro, você pode ir direto na minha loja online (foconamissao.com.br) ou, se for de São Paulo (capital), pode ir na loja Beatz Shop ou na LiteraRUA. Por enquanto estes são os locais. Mas iremos distribuir para mais alguns outros e divulgaremos pelas minhas redes sociais. Lá, inclusive, você pode ficar sabendo mais sobre meus trabalhos, shows e lançamentos.
Instagram e Twitter: mcrashid
Facebook.com/RashidOficial

Conexão Literatura: Existem novos projetos em pauta?

Rashid: Sim, mas não na literatura, por hora. Estou com alguns clipes e singles já prontos para o segundo semestre de 2018.

Perguntas rápidas:

Um livro: Na Minha Pele (Lázaro Ramos) - * Li recentemente e gostei bastante.
Um (a) autor (a): Yuval Harari
Um ator ou atriz: Denzel Washington
Um filme: Donnie Darko
Um dia especial: Qualquer dia de show do Rashid. rs

Conexão Literatura: Deseja encerrar com mais algum comentário?


Rashid: Foco na missão!
Compartilhe:

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Posts mais acessados da semana

ANTOLOGIAS LITERÁRIAS

POEME-SE

CONHEÇA A REVISTA PROJETO AUTOESTIMA

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

LIVRO DESTAQUE

CEDRIK - ROBERTO FIORI

Leitores que passaram por aqui

Labels