Os 9 Canais Mais Legais do Youtube Para Quem Curte Livros e Assuntos Nerds

Se você adora livros e todo o universo que envolve literatura, além de assuntos nerds, dos quais 90% dos leitores curtem, como séries,...

quinta-feira, 7 de outubro de 2021

7 citações impactantes da escritora Carolina Maria de Jesus

Carolina Maria de Jesus - Foto divulgação

Por Ademir Pascale

Carolina de Jesus (Carolina Maria de Jesus, 1914-1977), está entre as primeiras e mais importantes escritoras negras do Brasil. Com problemas familiares desde a infância, era filha ilegítima e foi maltratada. Com muito sacrifício e apoio da mãe, frequentou a escola até o  segundo ano, aprendeu a ler e a escrever e foi justamente nessa época que começou a ter gosto pela leitura e escrita. Em seus manuscritos é fácil notar referências religiosas, mas Carolina foi expulsa da Igreja Católica, pois sua mãe tinha dois filhos ilegítimos. Já em sua fase adulta, também não foi readmitida na congregação, mesmo sendo católica devota. Com pouco estudo, foi uma mulher brilhante, sábia e visionária.

Sem dinheiro, Carolina só conseguia ler algo novo quando encontrava um livro ou revista que já tinham sido descartados por outras pessoas. Apaixonada pela leitura passou a escrever sobre o dia-a-dia na favela onde morava. Desempregada e grávida, isso em 1947, morando na favela do Canindé, em São Paulo, conseguiu emprego na casa de um famoso médico que liberou a leitura de seus livros de sua biblioteca particular, já que notou a paixão da empregada. Depois de ter mais dois filhos, passou a ser catadora de lixo, época em que voltou a registrar o seu cotidiano, somando vinte cadernos, sendo que um deles virou livro, intitulado “Quarto de Despejo – Diário de uma Favelada”, publicado em 1960. O livro foi um sucesso, tendo rapidamente três edições que somaram 100 mil exemplares vendidos e tradução para 13 idiomas, sendo vendido em mais de 40 países.

7 citações da escritora Carolina Maria de Jesus:

1 - Em 1948, quando começaram a demolir as casas térreas para construir os edifícios, nós, os pobres que residíamos nas habitações coletivas, fomos despejados e ficamos residindo debaixo das pontes. É por isso que eu denomino que a favela é o quarto de despejo de uma cidade. Nós, os pobres, somos os trastes velhos.
Carolina Maria de Jesus

2 - Escrevo a miséria e a vida infausta dos favelados. Eu era revoltada, não acreditava em ninguém. Odiava os políticos e os patrões, porque o meu sonho era escrever e o pobre não pode ter ideal nobre. Eu sabia que ia angariar inimigos, porque ninguém está habituado a esse tipo de literatura. Seja o que Deus quiser. Eu escrevi a realidade.
Carolina Maria de Jesus

3 - As crianças ricas brincam nos jardins com seus brinquedos prediletos. E as crianças pobres acompanham as mães a pedirem esmolas pelas ruas. Que desigualdades trágicas e que brincadeira do destino.
Carolina Maria de Jesus

4 - Antigamente o que oprimia o homem era a palavra calvário; hoje é salário.
Carolina Maria de Jesus

5 - Eu cato papel, mas não gosto. Então eu penso: faz de conta que eu estou sonhando.
Carolina Maria de Jesus

6 - Tem pessoas que, aos sábados, vão dançar. Eu não danço. Acho bobagem ficar rodando pra aqui, pra ali. Eu já rodo tanto para arranjar dinheiro para comer.
Carolina Maria de Jesus

7 - A tontura da fome é pior do que a do álcool. A tontura do álcool nos impele a cantar. Mas a da fome nos faz tremer. Percebi que é horrível ter só ar dentro do estômago.
Carolina Maria de Jesus

GOSTOU DO CONTEÚDO? ENTÃO ASSISTA O VÍDEO ESPECIAL QUE FIZEMOS SOBRE A CAROLINA MARIA DE JESUS E COMPARTILHE COM OS AMIGOS:

 

Compartilhe:

quarta-feira, 6 de outubro de 2021

Heróis da DC Comics têm encontro marcado com fãs mirins no Shopping ABC

 


Ação em comemoração ao Dia das Crianças deve ser agendada nos dias 7, 12, 14 e 21 de outubro

Os fãs de Robin, Estelar, Mutano, Ciborgue e Ravena podem conhecer os queridinhos dos Jovens Titãs em Ação em encontro marcado no Shopping ABC e aproveitar para tirarem muitas fotos. A ação faz parte do parque inédito que foi montado no empreendimento em comemoração ao Dia das Crianças. 

De olho nos protocolos de segurança e de prevenção ao Covid-19, o encontro acontece com hora agendada nos dias 7, 12, 14 e 21 de outubro, em cinco janelas de horários:  às 14h, 15h, 16h, 17h e 18h. A criançada deve realizar o agendamento online, pelo aplicativo “Shopping ABC”, disponível pela Apple Store ou Google Play. 

Até dia 24, o parque está disponível para os pequenos, de 2 a 10 anos, mostrarem seus “superpoderes” com os heróis teens mais amados da DC Comics. O evento “Camping - Os Jovens Titãs em Ação” foi concebido pela empresa Ludi Entretenimento, licenciada da Warner Bros Consumer Products, e está em Santo André no Shopping ABC. 

Meet&Greet Jovens Titãs
Dias 07, 12, 14 e 21 de outubro
Entradas às 14h, 15h, 16h, 17h e 18h
Agendamento no aplicativo “Shopping ABC”
Vagas limitadas

Camping - Os Jovens Titãs em Ação 
De 1 a 24 de outubro
De domingo a sexta, das 12h às 19h30*
Dia 12/10 (terça-feira) e sábados, das 10h às 21h30*
*Horário da última turma – vagas limitadas
Para inscrição e regulamentos, acesse: shoppingabc.com.br

Shopping ABC
Av. Pereira Barreto, 42, Vila Gilda - Santo André - SP
Telefone: (11) 3437-7222
WhatsApp: (11) 95691-0070
Estacionamento visitantes: Carros 10 reais até 3 horas + 2 reais por hora adicional ou fração

Sobre a Warner Bros Consumer Products

A Warner Bros. Consumer Products (WBCP), área de licenciamento da Warner Media, desenvolve produtos e experiências com o poderoso portfólio de marcas e franquias de entretenimento do estúdio para alegrar a vida de fãs em todo o mundo. A WBCP tem parcerias com as melhores empresas licenciadas do mundo em uma gama premiada de brinquedos, moda, cuidados pessoais, decoração e publicações entre outros segmentos de produtos inspirados em franquias e propriedades como DC, Wizarding World, Looney Tunes, Scooby Doo e Hanna-Barbera. A divisão de Themed Entertainment inclui experiências inovadoras como o Mundo Bruxo de Harry Potter e o novo parque indoor Warner Bros. World Abu Dhabi. Com inovadores programas globais de licenciamento e merchandising, iniciativas de varejo, parcerias promocionais e experiências temáticas, a WBCP é uma das principais organizações de licenciamento e merchandising de varejo do mundo.

Sobre a DC Entertainment
DC Entertainment, casa das icónicas marcas da DC (Batman, Superman, Mulher-Maravilha, Aquaman, The Flash), Vertigo (Sandman) e MAD, é a divisão criativa responsável por integrar estrategicamente seu conteúdo através da Warner Bros. e WarnerMedia. A DC Entertainment trabalha em conjunto com outras divisões chaves da Warner Bros. para difundir suas histórias e personagens em todas as mídias, incluindo, mas não limitado a cinema, televisão, produtos licenciados, home entertainment e jogos interativos. A publicação de milhares de histórias em quadrinhos e revistas a cada ano fazem da DC Entertainment umas das maiores editoras de quadrinhos da língua inglesa do mundo.

Compartilhe:

Nova exposição do Museu da Língua Portuguesa aborda as migrações do século XXI

 

Mostra temporária "Sonhei em português!" entra em cartaz em novembro debatendo temas relacionados aos deslocamentos humanos contemporâneos

Sonhei em português!, que tematiza a questão da migração no século XXI, mostrando como tal experiência é atravessada pela questão da língua, é o título da nova exposição temporária do Museu da Língua Portuguesa, instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo.  

Com curadoria de Isa Grinspum Ferraz, a mostra entrará em cartaz em novembro, na sede do museu, localizado na Estação da Luz, em São Paulo, tradicional ponto de partida e chegada de migrantes no coração do bairro do Bom Retiro, que também tem todo o seu povoamento baseado na imigração. 

A mostra, em processo de montagem ao longo de outubro, terá experiências visuais, audiovisuais, ambientes sonoros e obras criadas exclusivamente para o projeto. Nomes como a cantora e pesquisadora Fortuna, a diretora da Associação Cultural Videobrasil Solange Farkas e o artista têxtil Edmar de Almeida participam da exposição. Completam o time convidado pela curadoria do Museu da Língua Portuguesa, o Coletivo Bijari, o Estúdio Laborg, o artista Leandro Lima, o documentarista Marco Del Fiol e o poeta Augusto de Campos. 

A exposição temporária Sonhei em português! conta com patrocínio da Volvo e apoio do Mattos Filho Advogados, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura. 

SOBRE O MUSEU DA LÍNGUA PORTUGUESA  
A reconstrução do Museu da Língua Portuguesa é uma realização do Governo Federal, por meio do Ministério do Turismo, e do Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, concebida e realizada em parceria com a Fundação Roberto Marinho. A EDP é patrocinadora máster e os patrocinadores são Grupo Globo, Itaú Unibanco e Sabesp – todos por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura. O apoio é da Fundação Calouste Gulbenkian.  

A Temporada 2021 do Museu conta com patrocínio da Volvo e do Itaú Unibanco, apoio da Booking.com e do Grupo Ultra e das empresas parceiras Cabot, Mattos Filho Advogados, Faber-Castell, Verde Asset Management e Bain&Company. Rádio CBN, Revista Piauí e Guia da Semana são seus parceiros de mídia. O IDBrasil Cultura, Educação e Esporte é a Organização Social responsável pela sua gestão. A Temporada é realizada pelo Ministério do Turismo, por meio da Lei de Incentivo à Cultura.  

SERVIÇO  
Exposição temporária “Sonhei em português!”  
A partir de novembro
R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia)  
Grátis para crianças até 7 anos  
Grátis aos sábados  
Acesso pelo Portão A (em frente à Pinacoteca)  
Venda de ingressos pela internet:  
https://bileto.sympla.com.br/event/68203  

Museu da Língua Portuguesa  
Praça da Luz s/n - Luz - São Paulo  
De terça a domingo, das 9h às 16h30 (permanência até 18h)  
www.museudalinguaportuguesa.org.br 

Compartilhe:

segunda-feira, 4 de outubro de 2021

Heitor Rafael Fernandes de Souza e o livro As Aventuras de Harley – o início, por Cida Simka e Sérgio Simka


Fale-nos sobre você.


Meu nome é Heitor Rafael Fernandes de Souza, tenho 11 anos de idade, sou estudante e escritor. Gosto de desenhar, tenho treinado bastante e quem sabe ilustrar meu próximo livro, divulgo meus desenhos no TikTok. Na pandemia, também, comecei a tocar teclado e cantar, e junto com minhas primas somos o LLH Primos, temos um canal no Youtube e estamos participando de um concurso de música, o Conect Talent Kids, promovido pelo programa Conectado com Você, e está sendo transmitido pela TV Band Satélite.

ENTREVISTA:

Fale-nos sobre o seu livro. O que o motivou a escrevê-lo?

As Aventuras de Harley – o início é um livro de muita ação. Conta a história de uma garota, aventureira, que não fazia ideia de onde vinha tanta energia para desbravar e descobrir novos mundos. Até que numa dessas viagens, acontece um desastre, Harley enfrenta muitos perigos e faz uma porção de amigos.
Daí por diante, muita coisa acontece, uma grande viagem e muitas descobertas, e pela primeira vez, Harley ouve falar do povo Magomano, descobrindo sua origem mística.
Escrevi este livro no começo da pandemia de 2020, quando parei para pensar em como “dar um rumo para minha vida”. Decidi, então, enfrentar o tédio da rotina da pandemia e dividir melhor meu tempo entre estudar, brincar, TV, internet e games, e desbravar o universo de histórias e aventuras, passando de leitor a escritor.

O que tem lido ultimamente?

Comecei a ler com 5 anos, e não parei mais. A leitura é muito incentivada no colégio em que frequento, então, estou sempre lendo algo. A última leitura foi O Fantástico Mistério de Feiurinha, de Pedro Bandeira.

Como o leitor interessado deverá proceder para adquirir o seu livro e saber um pouco mais sobre você e o seu trabalho literário?

Os livros estão sendo vendidos pela AMAZON, LIVRARIA ASABEÇA https://www.asabeca.com.br/home.php, redes sociais e WhatsApp (11) 94782-7336.

Quais são os seus próximos projetos?

Estou cheio de sonhos e planos, muito otimista com a repercussão deste trabalho e querendo aproveitar todas as oportunidades, desejo continuar escrevendo, além da continuação de HARLEY, tenho outros projetos em andamento. Agradeço à revista Conexão Literatura, amigos, leitores e apoiadores. 


CIDA SIMKA
É licenciada em Letras pelas Faculdades Integradas de Ribeirão Pires (FIRP). Autora, dentre outros, dos livros O enigma da velha casa (Editora Uirapuru, 2016), Prática de escrita: atividades para pensar e escrever (Wak Editora, 2019), O enigma da biblioteca (Editora Verlidelas, 2020), Horror na biblioteca (Editora Verlidelas, 2021) e O quarto número 2 (Editora Uirapuru, 2021). Organizadora dos livros Uma noite no castelo (Editora Selo Jovem, 2019), Contos para um mundo melhor (Editora Xeque-Matte, 2019), Aquela casa (Editora Verlidelas, 2020), Um fantasma ronda o campus (Editora Verlidelas, 2020), O medo que nos envolve (Editora Verlidelas, 2021) e Queimem as bruxas: contos sobre intolerância (Editora Verlidelas, 2021). Colunista da revista Conexão Literatura.

SÉRGIO SIMKA
É professor universitário desde 1999. Autor de mais de seis dezenas de livros publicados nas áreas de gramática, literatura, produção textual, literatura infantil e infantojuvenil. Idealizou, com Cida Simka, a série Mistério, publicada pela editora Uirapuru. Colunista da revista Conexão Literatura. Seu mais recente trabalho acadêmico se intitula Pedagogia do encantamento: por um ensino eficaz de escrita (Editora Mercado de Letras, 2020) e seu mais novo livro juvenil se denomina O quarto número 2 (Editora Uirapuru, 2021).

Compartilhe:

Babi Borghese mistura Jalapão, Grã-Bretanha e Vaticano em romance de estreia

Escritora transporta o leitor para a Escócia, o sul da Inglaterra, os Arquivos Secretos do Vaticano e o deserto do Jalapão para romancear o nascimento do barroco no século 17, em obra lançada simultaneamente no Brasil e em Portugal.

Ex-publicitária, ex-jornalista, atual estudante de alquimia e agora também escritora, Babi Borghese revisita a Roma barroca em meu primeiro romance histórico, Em nome do papa (Chiado, 322p).

“Um livro dentro de um livro; uma viagem dentro de uma viagem – ou várias” define a autora, causando certo suspense. “Viagens pelo mundo, pelo tempo e pelo interior da alma.”

Em nome do papa reconstitui o nascimento do barroco na Itália do século 17 por meio de fragmentos - de tempo, de consciência, de informações. Como brinca a própria escritora, "este é um romance histórico de fatos reais baseados na mais pura ficção”.

Foram quatro anos de pesquisas e, cabalisticamente, quatro meses de escrita. Durante o processo, Babi teve que aprender italiano para passar dois meses na Itália estudando história da arte, vasculhando bibliotecas e os Arquivos Secretos do Vaticano. O melhor dessa experiência está registrada no livro, por meio das vivências da protagonista, espécie de avatar da autora.

Como boa leonina, logo na estreia da carreira literária Babi se propôs a um desafio: redigir o diário de um príncipe conforme sua idade, amadurecendo aos poucos a linguagem desse personagem, dos seis aos 56 anos. No decorrer desse tempo, capítulos ficcionados a partir de momentos históricos colocam em cena grandes personagens de época como Gianlorenzo Bernini, o cardeal-nepote Scipione Borghese e o papa Paolo V, estes dois provavelmente seus ancestrais, que ela ainda tenta confirmar, quem sabe para um segundo volume. Ela tinha ideia de continuar montando sua árvore genealógica na Itália em 2020, mas a pandemia adiou seus planos.

Em nome do papa faz parte da coleção Viagens na Ficção, da Chiado Books, com sessão de autógrafos na Martins Fontes da Paulista no dia 17 de outubro de 2021, das 17h às 20h. Mas já pode ser adquirido pelos seguintes links:

Chiado Books

Martins Fontes

Livraria da Travessa

Cultura

Fnac Portugal

Bertrand Portugal

Amazon (ebook)

Kobo (ebook)

Google Play Livros (ebook)

Sobre o livro:

A jornalista cultural Solana Borghese dedica-se a estudos de alquimia e parte pelo mundo com alguns colegas para conhecer lugares demarcados pelas Linhas Ley – vórtices de energia que cruzam o planeta Terra. Uma dessas jornadas a leva ao seu passado na Itália dos seiscento, época em que os Estados da Igreja, Caravaggio, Bernini e Galileo traçavam os rumos da política, da religião, da arte e da ciência.

Desvende com Solana essa eletrizante fase da história da civilização. Viaje com ela pela Escócia medieval, a lendária Ilha de Avalon, a Roma barroca e a São Paulo contemporânea, além do atemporal deserto do Jalapão. Vasculhe com a protagonista os Arquivos Secretos do Vaticano e o Zodíaco de Glastonbury. Ajude-a a decifrar o enigma que a assola: quem foi ela, afinal?

Sobre a escritora:

Paulistana com um pezinho no resto do mundo, Babi Borghese sempre que pode dá umas viajadas, o que lhe permitiu já ter levado sua mochila de estimação para passear em muitos países e também por vários pedacinhos de Brasis. Formou-se em publicidade. Trabalhou com produção de jingles no studio Spalla até a invasão do sintetizador, quando tudo perdeu a graça. Foi fazer anúncio de cliente direto para o After Eight, um jornal que só falava da noite em São Paulo - baladas mil, com redação dentro de um bar, o House. Num pulo, virou jornalista. Cultural, sempre (nunca cobriu greve nem buraco de rua). Depois fez assessoria de imprensa (de casa noturna, teatro, televisão, jamais de político ou jeans). Também trabalhou na Rede Record. Pula daqui, pula de lá, foi parar no Itaú Cultural, onde continuou pulando - da assessoria para comunicação corporativa, para literatura, para o jornalismo cultural, para tudo ao mesmo tempo, por quase 20 anos, obtendo o reconhecimento da Who’s Who Storical Society americana (2001-2002). Desde 2013 dedica-se à astrologia e à gastronomia alquímicas e projetos pessoais como este, em outro instigante desafio. Agradece ao Universo pelas delícias de navegar meio sem leme, deixando a vida seguir a maré...

Livro: Em Nome do Papa

Editora: Chiado

Ano de publicação: 2021

Número de páginas: 322

ISBN: 978-989-52-9737-5

Coleção: Viagens na Ficção

Idioma: Português/BR

Preço de capa: R$46,00 – Ebook R$20,00 (Brasil)

Sessão de autógrafos: 17 de outubro de 2021 (domingo), das 17h às 20h, na Livraria Martins Fontes – Av. Paulista, 509 – Metrô Brigadeiro, São Paulo/SP.
Compartilhe:

Lançamento: Obra póstuma sobre o Mosteiro da Luz

Após enfrentar muitos desafios, inclusive o falecimento do autor, Benedito Lima de Toledo, a KPMO Cultura e Arte presenteia São Paulo com a publicação Mosteiro da Luz. O lançamento marcado no Museu de Arte Sacra de São Paulo, ocorrerá no dia 2 de outubro, às 10 horas.

A união do renomado arquiteto, urbanista e professor da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP, Benedito Lima de Toledo, com os apoios do arquiteto e diretor de arte, Marcello de Oliveira, e Suzana Alessio de Toledo, bibliotecária e esposa do autor, resultou em rica pesquisa com textos cuja narrativa é acompanhada por uma extensa iconografia e curadoria fotográfica primorosa.

O livro inédito e póstumo relata a história do importante conjunto arquitetônico colonial inserido no bairro da Luz, região central da cidade de São Paulo. O Mosteiro da Luz preserva até hoje as características de sua técnica construtiva em taipa de pilão e de sua arquitetura de caráter religioso. Frei Antônio de Sant'anna Galvão, o São Frei Galvão, responsável pela construção do Mosteiro da Luz, faleceu em 1822 e seu corpo encontra-se sepultado na igreja erguida em homenagem a Nossa Senhora da Luz.

Lançamento: Data: 02 de outubro de 2021, às 10h da manhã

Local: Museu de Arte Sacra de São Paulo

Endereço: Avenida Tiradentes, 676, bairro da Luz – São Paulo/SP

Metrô: Estação Tiradentes

Estacionamento no local

Ficha Técnica:
Edição: KPMO Cultura e Arte
Autor: Benedito Lima de Toledo
Coordenação geral: Suzana Alessio de Toledo
Prefácio: Gabriel Frade
Orelha: Lúcio Gomes Machado
Direção de arte: Marcello de Oliveira
Ensaio fotográfico: Maíra Acayaba
Apoio Cultural: AnimaCasa, Pitá e Refúgios Urbanos
Ano: 2021
Número de páginas: 180
Medidas: 22×25 cm

 

Compartilhe:

domingo, 3 de outubro de 2021

Já está disponível o e-book TRASH - CONTOS E POEMAS SOBRE O FIM DO MUNDO. baixe o seu


FICHA TÉCNICA DO E-BOOK "TRASH - CONTOS E POEMAS SOBRE O FIM DO MUNDO":

TÍTULO: Trash - Contos e Poemas Sobre o Fim do Mundo
ORGANIZADOR: Ademir Pascale
COAUTORES:
Carol Peace - A Gênese da Aniquilação
Roberto Minadeo - Tigre Branco
Alessandro Mathera - Através do céu
Roberto Schima - Que M...!
Noel Rosa de Castro - Espaço Tempos
G. M. DHOSS - Amor zumbi: o fim dos tempos
Ney Alencar - O Homem que não Morria
Giuliano Zanchi - Pela Primeira Vez Em Muito Tempo, Eu Estava Sorrindo
Ana Martins - O fim do mundo em instantes
TIPO: E-book
Nº DE PÁGINAS: 52
ANO: 2021 

PARA BAIXAR O E-BOOK GRATUITAMENTE: CLIQUE AQUI.

COMPARTILHE ;)

OBS.: para conhecer e participar de outras de nossas antologias: clique aqui.
Compartilhe:

quinta-feira, 30 de setembro de 2021

Confira a lista dos selecionados da antologia "CONTOS, MINICONTOS E POEMAS INFANTOJUVENIS - VOL. II"


CONFIRA A LISTA DOS SELECIONADOS DA ANTOLOGIA "CONTOS, MINICONTOS E POEMAS INFANTOJUVENIS - VOL. II":

01 - Tania Costa - A Menina Flor
02 - Obam ɛ Ɛdhuu - Ghwyee náa pɛɛ milak
03 - Ciça Ribeiro - "Infância" e "O Avesso Englobou Meu Quarto"
04 - Iraci José Marin - "Afonso queria ver o mar" e "No reino de Astradã"
05 - Géssica Maria Menino - Charles
06 - Denise Peres Martins Rezende - As travessuras de Dede
07 - Roberto Schima - A Amiguinha Olívia
08 - Luiz Fernando Abreu Araújo - A poça d'água
09 - Thithi Johnson - A Cidade dos Hipopótamos Azuis
10 - Regiane Silva - Vó Maria
11 - Zodja Rego Barros - A luz de uma estrela

PARABÉNS aos autores selecionados.

COMPARTILHE ;)

OBS.: para conhecer e participar de outras de nossas antologias: clique aqui.

Compartilhe:

Já está disponível a nova edição da Revista Conexão Literatura (Outubro/2021)


EDITORIAL

A nossa edição de outubro destaca a jovem e promissora escritora Melissa Mellvee, autora do livro Meu padrasto é a maior viagem. Confira nas páginas da revista a entrevista exclusiva que fizemos com ela. 

Além do grande volume de excelentes contos que estamos publicando em nossas edições, o leitor poderá conferir dicas de livros, entrevistas com autores, crônicas e poesias.

Tenha uma ótima leitura!

Participe da nossa edição de novembro, seja com conto, crônica ou poema. Você também poderá divulgar o seu livro ou editora. Saiba como: clique aqui.

Tenha uma ótima leitura!

Compartilhe:

“Pão em Poesia” chega às padarias de Itabira


Em uma iniciativa do Instituto Cultural Vale e do Flitabira, vai acontecer, entre os dias 29 de setembro e 9 de outubro, a distribuição das embalagens do projeto “Pão em Poesia” para as padarias dos seguintes bairros de Itabira: Centro, Areão, Amazonas, Vila Santa Rosa, Esplanada, Praia, Pará e Campestre. 

No total, serão entregues 60 mil embalagens em pacotes de um, três e cinco quilos. Dependendo da pesagem e tamanho, alternam-se os poemas “Segredo”, “Estampas De Vila Rica” e “Rifoneiro Divino”, de autoria de Carlos Drummond de Andrade. Além de levar a literatura ao dia a dia dos moradores de Itabira, a ação visa envolver os itabiranos no clima do Festival, que será realizado de 27 a 31 de outubro de 2021, quarta a domingo, em formato híbrido. 

O Flitabira é patrocinado pelo Instituto Cultural Vale, com recursos da Lei Federal de Incentivo à Cultura da Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo. O projeto conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Itabira, da Secretaria Municipal de Educação de Itabira e da Fundação Carlos Drummond de Andrade.

Confira as padarias que são parcerias do Flitabira no projeto Pão em Poesia:

- Tia Eliana (Praça Nico Rosa, 86 – Centro)

- Tia Eliana (Av. João Pinheiro, 474 – Centro)

- Padaria Central (Av. João Pinheiro)

- Pastelaria Luiza (Guarda-Mor Custódio, 197 – Centro)

- Papelaria Estante (Guarda-Mor Custódio, 206 – Centro)

- Padaria Pires (Osório Sampaio, 45 - Vila Santa Rosa)

- Padaria Ki PãoZão (Av. Rio Doce – Areão)

- Oficina do Pão (Av. Brasil, 766 – Amazonas)

- Point do Açaí (Av. Mauro Ribeiro, 548 – Esplanada)

- Padaria Pão Dourado (R. Mesquita, 62 – Praia)

- Padaria Ki PãoZão (R. João Camilo de Oliveira Torres, 1217 – Praia)

- Pão Ideal de Itabira (R. Dom Prudêncio, 207 – Pará)

- Pão Ideal de Itabira (Av. João Pinheiro, 771 – Centro)

Panificadora Campestre (R. Chácara – Campestre)


Mais informações: www.flitabira.com.br - @flitabira

Compartilhe:

Cordel visa à conscientização contra o crime de estupro


Com o título ‘Estupro não é zoeira’, o cordelista Jénerson Alves, que também é jornalista, busca conscientizar a população acerca do estupro. Escrito em sextilhas, o texto conceitua o crime e aborda os impactos psicológicos do ato nas vítimas.

O autor explica que decidiu escrever sobre o assunto após ser procurado por profissionais de educação, os quais buscavam ferramentas didáticas para abordar a temática em sala de aula. A capa do folheto foi produzida pelo ilustrador Matheus Vieira e expressa o conceito das feridas geradas na mente das mulheres que sofrem esse tipo de agressão.


Para adquirir o folheto, basta entrar em contato com o autor, através do instagram @jenerson.alves. O poeta ainda publicou um vídeo com a declamação dos versos, disponibilizando-o gratuitamente no YouTube, no link https://www.youtube.com/watch?v=zjCym_vuWxg .

Compartilhe:

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Posts mais acessados da semana

ANTOLOGIAS LITERÁRIAS

POEME-SE

CONHEÇA A REVISTA PROJETO AUTOESTIMA

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

LIVRO DESTAQUE

CEDRIK - ROBERTO FIORI

Leitores que passaram por aqui

Labels