Stephen King e Stanley Kubrick: livro e filme "O Iluminado" (The Shining), por Ademir Pascale

Jack Nicholson O nome de um é Stanley Kubrick, do outro Stephen King, o título do longa é "O Iluminado". Com o nome destes...

quarta-feira, 27 de outubro de 2021

Livro “Pedaços de Mim -Testemunho de um Milagre”, por Leda Gonzaga


Inspirada em fatos reais, a qual a própria autora vivenciou, foram momentos de muito sofrimento. Não existe inspiração maior do que a experiência de quem atravessou o deserto e venceu grandes milagres. A proposta desta autobiografia, é trazer um relato de como foi seus dias em UTI em coma induzido entre a vida e a morte após uma sepse, com pancreatite gravíssima.

A autora vem mostrar que o leitor também é capaz de realizar milagres em sua vida. A cada página, a autora compartilha momentos vividos por ela em uma ala hospitalar, que, somadas aos depoimentos de quem viveu junto a ela proporcionarão ao leitor a certeza que a fé é algo transformador na vida de cada um que se encontra em busca de algo invisível. Creiam, pois ele existe, mesmo que não podemos vê-lo, basta elevar a sua fé.

Este é o propósito dessa autobiografia, ajudar a todos(as) que se encontram em algum sofrimento e tratamento. Acredite sempre.

Existe uma grande força divina, que é “Deus”, o agir de Deus, que nos ama e não nos abandona, que faz o impossível desafiando até mesmo a ciência, dizendo: "filha você ainda tem muito o que fazer por aqui... Levanta-te."

Deixe-se tocar por esta história de fé, resiliência e superação.

*Sobre a autora

Leda Gonzaga

É uma artista da escrita e da palavra. Caçula de cinco irmãos que a chamam carinhosamente de ”Ledinha”, casada, avó de dois seres de luz a qual dedica toda suas escritas. Gosta de estar entre as crianças que lhe traz luz para suas escritas brincando com elas e com as palavras. Escritora, Pedagoga Psicopedagoga, especialista na arte de contar histórias e Mediadora de Biblioterapia, a qual ela ama com paixão essa arte narrativa de estar entre os livros, levando ao próximo o poder da leitura. Acredita que o contato com a literatura a ajudou passar pelo deserto de estar entre a vida e a morte com serenidade, calma, esperança e acima de tudo fé.

Iniciou sua carreira de Escritora e Contadora de Histórias em 2012, com atuação em escolas de Uberlândia e outras cidades e estados.  Na profissão de escritora publicou seu primeiro livro “Davi e a Lua” pela Editora  Gregory /“A saia Mágica de Alice” um resgate as cantigas de roda e brincadeiras do nosso folclore que a consagrou em vários estados em feiras, bienal de Brasília e encontros  nacionais de contadores com 1200 exemplares vendidos em  escolas e eventos literários desde 2017, contemplado  para  nova edição em 2020 com a Lei de incentivo a Cultura da cidade –PMIC. “Cinderelas de calças Jeans – A Linguagem da Borboleta I” /Menina Azul de Toda Cor - Páginas Editoras esgotado 200 exemplares em 5 meses - Mochilas de Histórias e Balaio de Histórias –Páginas editora. Presidente da AUCHB - Academia Uberlandense dos Contadores de Histórias e Brincantes. 

*Contatos

ledagonzagalves@hotmail.com

www.facebook.com/AutoraLedaGonzaga

Facebook: Leda Gonzaga

Instagran: Gonzaga.leda

Vendas:

Livro físico com a própria autora:

55(34)99179-5556 /Uberlândia - MG

E-book:  Seleto Editorial

Compartilhe:

Participe da antologia (e-book) CONTOS E POEMAS NATALINOS - VOL II Leia o edital


PARTICIPE DA ANTOLOGIA (E-BOOK): CONTOS E POEMAS NATALINOS - VOL. II

REGRAS PARA PARTICIPAÇÃO NA ANTOLOGIA DIGITAL "CONTOS E POEMAS NATALINOS - VOL. II":

1 - Escrever um poema ou conto sobre o Natal. Aceitaremos até 3 contos ou 3 poemas por autor. Caso sejam aprovados, os 3 textos serão publicados.

2 - SOBRE O CONTO OU POEMA: até 4 páginas, fonte Times ou Arial, tamanho 12, incluindo título.
     
3 - Tipo de arquivo aceito: documento do Word (arquivos em PDF serão deletados).

4 - O conto ou poema não precisa ser inédito, desde que os direitos autorais sejam do autor e não da editora ou qualquer outra plataforma de publicação.

5 - Idade mínima do autor para participação na antologia: 18 anos completos. Menores de idade irão precisar de autorização dos pais ou responsável, caso o conto ou poema seja aprovado.

6 - Envie o conto ou poema pré-revisado. Leia e releia antes de enviá-lo.

7 - Data para envio do conto ou poema: do dia 24/10/21 até 01/12/21.

8 - Veja ficha de inscrição no final desse texto. Leia, copie as informações e preencha. Envie as informações da ficha + o conto ou poema para o e-mail: contato@edgarallanpoe.com.br. Escreva no título do e-mail: CONTOS E POEMAS NATALINOS - VOL. II

CUSTO PARA O AUTOR:

R$ 50,00 por conto ou poema. Caso o autor envie 3 poemas ou 3 contos e tenha os três selecionados, o valor será R$ 150,00. As informações para depósito serão informadas ao autor no e-mail que enviaremos caso o conto ou poema seja aprovado.
O valor servirá para cobrir os custos de leitura crítica e revisão, diagramação e divulgação da obra.

A antologia será digital (e-book) e gratuita para os leitores baixarem através de download, ela não será vendida. A antologia será amplamente divulgada nas redes sociais da Revista Conexão Literatura: Fanpage e Grupos do Facebook e Instagram, que somam cerca de 190 mil seguidores.

O resultado será divulgado no site www.revistaconexaoliteratura.com.br e na fanpage www.facebook.com/conexaoliteratura, até o dia 02/12/21 (a data poderá ser prorrogada).

OBS: Enviaremos certificado digital de participação para os autores selecionados.


NOSSOS CRITÉRIOS PARA AVALIAÇÃO:

A) - Criatividade;

B) - Textos preconceituosos, homofóbicos, racistas ou que usem palavras de baixo calão, serão desconsiderados;

C) - Seguir todas as regras para participação.

OBS.: Ademir Pascale, idealizador do concurso, disponibilizou para download uma apostila intitulada "Oficina Jovem Escritor", com dicas para quem está iniciando no mundo da escrita. Baixe gratuitamente, leia e pratique: CLIQUE AQUI.


FICHA DE INSCRIÇÃO DO AUTOR(A)

Nome completo do autor(a):

Seu Pseudônimo (caso use), para publicação na antologia:

Idade:

Título do conto ou poesia:

E-mail 1:
E-mail 2 (caso tenha):

Biografia em terceira pessoa (escreva sobre você num máximo de 7 linhas):
 

IMPORTANTE: Envie todas essas informações da ficha de inscrição para o e-mail: contato@edgarallanpoe.com.br. Escreva no título do e-mail: CONTOS E POEMAS NATALINOS - VOL. II

O envio da ficha de inscrição + poesia ou conto para o e-mail indicado significa que o autor(a) leu todas as informações e regras dessa página para participação na antologia.

Não fique fora dessa. O concurso cultural será amplamente divulgado nas redes sociais.

COMPARTILHE ;)

OBS.: para conhecer e participar de outras de nossas antologias: clique aqui.


Compartilhe:

Turma da Mônica ilustra cartilha com orientações sobre como construir relacionamentos saudáveis

 Parceria entre o Instituto Mauricio de Sousa e ELF/ FISESP tem o compromisso de divulgar mensagens sobre a importância de respeitar a si mesmo, respeitar a individualidade do outro e procurar ajuda sempre que necessário

O Instituto Mauricio de Sousa e o Comitê de Relacionamentos Saudáveis do grupo de Empoderamento e Liderança Feminina da Federação Israelita do Estado de São Paulo (ELF/ FISESP) fecharam parceria para levar às famílias informações sobre a importância de se fomentar relações respeitosas entre as pessoas.

Com esse objetivo, o Instituto Mauricio de Sousa criou postagens ilustradas com os personagens da Turma da Mônica numa versão, para as redes sociais, inspirada na cartilha “Bem me quer é quem me quer bem” da entidade, comprometida com a causa da construção de uma sociedade saudável, harmoniosa e inclusiva.

A publicação é baseada no conceito de que uma relação afetiva é saudável quando os parceiros estão juntos porque se sentem bem um com o outro, se admiram mutuamente, se respeitam e sabem resolver suas diferenças pelo diálogo, sem agressividade.

Levando em conta esse princípio, o Instituto Mauricio de Sousa desenvolveu postagens com 15 passos para um relacionamento saudável, em que Mônica, Milena, Cebolinha, Magali, Cascão e toda a turma apresentam, de forma leve e descontraída, dicas importantes como: respeitar a si mesmo, respeitar a individualidade do outro, procurar ajuda sempre que necessário, entre outras.

“A educação passa pela informação simples e correta. Nossos personagens, queridos das crianças, sempre procuraram passar mensagens de solidariedade e empatia. Portanto, esse projeto é um reforço do que também achamos importante para termos pessoas que melhorem nosso mundo”, fala Mauricio de Sousa.

O material será postado nas redes sociais do ELF/ FISESP e do Instituto Mauricio de Sousa, além de toda a rede de parceiros da Federação Israelita do Estado de São Paulo, a partir de 26 de outubro.

O objetivo é conscientizar, de forma lúdica, toda a sociedade sobre a importância e os passos para se ter um relacionamento saudável, visando um futuro promissor, em direção a uma sociedade mais justa, igualitária e acolhedora.

Instituto Mauricio de Sousa (IMS)

Fundado nos anos 90, o IMS realiza projetos, campanhas e ações sociais focados na construção de conteúdos que, por meio de uma linguagem clara e lúdica, estimulam o desenvolvimento humano, a inclusão social, o incentivo à leitura, o respeito entre as diferenças, a formação de cidadãos conscientes e conhecedores de seus deveres e direitos.

Site: http://www.institutomauriciodesousa.org.br 

Federação Israelita do Estado de São Paulo é a entidade teto da comunidade judaica paulista. Ela abrange os principais aspectos da vida comunitária, tais como educação, religião, assistência social, serviços fúnebres, esportes, saúde, juventude, terceira idade e o apoio às comunidades do litoral e do interior do Estado.

Sua principal bandeira é a de fortalecer o judaísmo, preservando a continuidade dos valores e tradições judaicas, além de ser o elo de ligação com a comunidade maior.

Site:

https://elf.ong.br/

https://www.fisesp.org.br/

Compartilhe:

Participe da antologia (e-book) QUINTAL POÉTICO - VOLUME II


PARTICIPE DA ANTOLOGIA (E-BOOK): QUINTAL POÉTICO - VOLUME II

REGRAS PARA PARTICIPAÇÃO NA ANTOLOGIA DIGITAL "
QUINTAL POÉTICO - VOLUME II":

1 - Escreva um poema (livre). Aceitaremos até 3 poemas por autor. Caso sejam aprovados, os 3 textos serão publicados.

2 - SOBRE O POEMA: até 4 páginas cada poemas, fonte Times ou Arial, tamanho 12, incluindo título. Espaçamento 1,5.
     
3 - Tipo de arquivo aceito: documento do Word (arquivos em PDF serão deletados).

4 - O poema não precisa ser inédito, desde que os direitos autorais sejam do autor e não da editora ou qualquer outra plataforma de publicação.

5 - Idade mínima do autor para participação na antologia: 18 anos completos. Menores de idade irão precisar de autorização dos pais ou responsável, caso o poema seja aprovado.

6 - Envie o poema pré-revisado. Leia e releia antes de enviá-lo.

7 - Data para envio do poema: do dia 28/09/21 até 28/10/21.

8 - Veja ficha de inscrição no final desse texto. Leia, copie as informações e preencha. Envie as informações da ficha + o poema para o e-mail: contato@edgarallanpoe.com.br. Escreva no título do e-mail: QUINTAL POÉTICO - VOLUME II

CUSTO PARA O AUTOR:

R$ 50,00 por texto aprovado. Caso o autor envie 3 poemas e tenha os três (03) selecionados, o valor será R$ 150,00. As informações para depósito serão informadas ao autor no e-mail que enviaremos caso o poema seja aprovado.
O valor servirá para cobrir os custos de leitura crítica, diagramação e divulgação da obra.

A antologia será digital (e-book) e gratuita para os leitores baixarem através de download, ela não será vendida. A antologia será amplamente divulgada nas redes sociais da Revista Conexão Literatura: Fanpage, Instagram e Grupos do Facebook, que somam cerca de 200 mil seguidores.

O resultado será divulgado no site www.revistaconexaoliteratura.com.br e na fanpage www.facebook.com/conexaoliteratura, até o dia 29/10/21.

OBS: Enviaremos certificado digital de participação para os autores selecionados.


NOSSOS CRITÉRIOS PARA AVALIAÇÃO:

A) - Criatividade;

B) - Textos preconceituosos, homofóbicos, racistas ou que usem palavras de baixo calão, serão desconsiderados;

C) - Seguir todas as regras para participação.

OBS.: Ademir Pascale, idealizador do concurso, disponibilizou para download uma apostila intitulada "Oficina Jovem Escritor", com dicas para quem está iniciando no mundo da escrita. Baixe gratuitamente, leia e pratique: CLIQUE AQUI.


FICHA DE INSCRIÇÃO DO AUTOR(A)

Nome completo do autor(a):

Seu Pseudônimo (caso use), para publicação na antologia:

Idade:

Título do poema:

E-mail 1:
E-mail 2 (caso tenha):

Biografia em terceira pessoa (escreva sobre você num máximo de 7 linhas. Não escreva em letra maiúscula):


IMPORTANTE: Envie todas essas informações da ficha de inscrição para o e-mail: contato@edgarallanpoe.com.br. Escreva no título do e-mail: QUINTAL POÉTICO - VOLUME II

O envio da ficha de inscrição + poema(s) para o e-mail indicado significa que o autor(a) leu todas as informações e regras dessa página para participação na antologia.

Não fique fora dessa. O concurso cultural será amplamente divulgado nas redes sociais.

COMPARTILHE ;)

OBS.: para conhecer e participar de outras de nossas antologias: clique aqui.

Compartilhe:

Livro explora a fotografia como raiz da realidade

 

Rui Rocha, empresário e autor do livro Essência
Fernanda Yumi

A obra "Essência", de autoria do empresário Rui Rocha, utiliza as vivências e experiências de seu criador para reconectar o público com o lado simples e extraordinário da vida. 

Que o olhar é um elemento essencial para traduzir todas as intenções contidas em uma fotografia, não é segredo para ninguém. Mas é esse mesmo olhar, único e indissociável, o protagonista absoluto do livro “Essência”, com autoria de Rui Rocha.

Lançada em 22 de outubro, a obra aborda a imersão de Rui, executivo do mundo corporativo, em uma nova realidade: a da luz. Foi através da fotografia que o autor descobriu novas possibilidades, tanto pessoais quanto profissionais.

Com base em sua própria história de vida, o autor representa através da experiência fotográfica todo o dinamismo e humanidade da realidade urbana, tendo como ponto de partida as observações e vivências do ser humano.

A fotografia como possibilidade de descoberta e de conexão com o mundo exterior surgiu a partir da mistura de leituras na infância, em contraponto com a realização das atividades da casa e dos cuidados com a mãe enferma.

Dessa maneira, ao ter que lidar com os desafios impostos pela dureza da vida, Rui conquistou uma bagagem importante através da cultura, construindo um olhar diferenciado em relação à observação do simples.

Mudanças e origens

Tendo um sobrenome que é automaticamente ligado à ideia de “fortaleza”, Rui obteve, por conta das dificuldades vividas, a coragem necessária para se aventurar profissionalmente. Condição esta que serviu como principal base para o mergulho de sua expressão artística.

Todas as mudanças que aconteceram foram responsáveis por levar o autor a se reconectar com suas origens, buscando a raiz de sua vivência e expressando suas conquistas e vivências através do hobby da fotografia.

Aproveitando todo o prazer decorrente da contemplação e da tranquilidade dessa atividade, sem a busca por resultados imediatos, Rui registrou todas as suas reviravoltas e experiências pessoais através de retratos, paisagens, viagens e pessoas.

Todo o lado extraordinário que está contido na vida comum e que, por isso mesmo, desponta como o mais extraordinário momento da realidade, é registrado através da busca do foco do olhar e da possibilidade da observação como principal propósito.

As imagens retratadas remetem não apenas ao ambiente em que Rui viveu, mas também em relação à sua realidade atual e que, de alguma forma, dialoga com a nossa própria existência, de maneira natural e espontânea.

Afinal, uma das grandes qualidades da fotografia é essa: mostrar um olhar construído com sensibilidade, retratando as experiências passadas e presentes, de modo a possibilitar que o público adquira essa mesma característica. E isso só é possível através da arte. 

Serviço

Essência

Autor: Rui Rocha

Lançado em 22 de outubro.

Editora Voar

Valor: R$ 70,00

Compra on line:  www.voar.art.br 

Compartilhe:

DIA NACIONAL DO LIVRO | Uma resistência poética feminina

 Poesia é resistência em tempos tão duros, porque há algo de transcendente nela e nos seus autores. No Dia Nacional do Livro, em 29 de outubro, a leitura de poesia! A minha sugestão é Florbela Espanca, cuja expressão poética nos convida a refletir sobre o amor, a devoção e o erotismo de uma forma deslocada do tempo.

No Dia Nacional do Livro faço um convite a transformar essa efeméride importante para refletirmos sobre uma arte que parece não ter espaço atualmente: a poesia. Da minha parte, sou uma leitora assídua de poesias, porque acredito que elas plasmam um sentimento que atravessa os tempos e nos coloca no momento histórico (real e imaginário) no qual foi escrita. Há algo de transcendente na poesia e nos poetas, que nos proporciona uma verdadeira viagem no tempo. 

Para celebrar esse 29 de outubro, indico uma poeta que nos proporciona essa viagem da qual me refiro. Florbela Espanca, cuja uma das marcas é uma produção literária libertária, era puro arrebatamento; possuía uma linguagem telúrica, repleta de elementos com os quais construiu uma obra com forte teor confessional: densa, amarga e triste. A expressão poética – via contos, poemas, cartas e sonetos – é marcada por sentimentos como amor, saudade, sofrimento, solidão e morte, mas sempre em busca da felicidade. São textos que convidam o leitor, sobretudo as mulheres, a refletir sobre o amor, a devoção e o erotismo de uma forma deslocada do tempo. Aliás, a produção literária dessa portuguesa socialmente inovadora, nascida no século XIX, dialoga perfeitamente com as defesas feministas contemporâneas.

Florbela sempre teve uma necessidade de colocar para fora os próprios sentimentos, o que torna a sua obra tão pessoal e biográfica. Nunca precisou levantar bandeiras, porque ela em si já era a personificação da emancipação feminina em sua época. É impossível passar ilesa à sua obra, que cozinha amor, erotismo e devoção – devoção esta, muitas vezes, submetidas ao amor de um homem, sim, mas sempre consciente de ser uma escolha, não uma imposição.

Embora ofuscada muitas vezes pela figura de poetas como Fernando Pessoa, Florbela foi um dos grandes nomes da poesia portuguesa. Nascida em 8 de dezembro de 1894, na região do Alentejo, foi fruto de uma relação extraconjugal entre João Espanca e Antónia da Conceição Lobo, que a registrou como “filha de um pai incógnito”. Com a morte prematura da mãe, passou a ser criada pelo pai e a esposa dele, Mariana do Carmo Toscano. O reconhecimento como filha legítima só veio após a morte da madrasta. Com 18 anos, Florbela iniciou o ensino secundário, sendo uma das primeiras mulheres a estudar, o que configurava um escândalo para a sociedade da época. Após se casar, a poeta decide voltar a estudar e ingressa na Faculdade de Direito de Lisboa – era uma das 14 mulheres entre 347 estudantes homens.

Não foram apenas os estudos que tornaram Florbela uma mulher à frente do seu tempo. Em 1921, ela se apaixonou por António Guimarães e decide, então, pedir o divórcio a Alberto, primeiro marido (ela se divorciaria, depois, de António também). Embora o ato tenha sido completamente condenado pela sociedade, Florbela não se importou; não queria seguir os mesmos passos da mãe, pois estava mais interessada em buscar a própria felicidade. E, prosseguindo essa jornada, foi construindo uma obra da mais alta qualidade literária...

Poesia é resistência em tempos tão duros!

Lu Magalhães é presidente da Primavera Editorial, sócia do PublishNews e do #coisadelivreiro. Graduada em Matemática pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), possui mestrado em Administração (MBA) pela Universidade de São Paulo (USP) e especialização em Desenvolvimento Organizacional pela Wharton School (Universidade da Pennsylvania, Estados Unidos). A executiva atua no mercado editorial nacional e internacional há mais de 20 anos.

SOBRE A EDITORA | A Primavera Editorial é uma editora que busca apresentar obras inteligentes, instigantes e acalentadoras para a mulher que busca emancipação social e poder sobre suas escolhas. www.primaveraeditorial.com

Compartilhe:

terça-feira, 26 de outubro de 2021

Entrevista com o escritor Obam ɛ Ɛdhuu

Obam ɛ Ɛdhuu - Foto divulgação

Obam ɛ Ɛdhuu
, nascido em 1993 em Makokou (Gabão), é kweléfono, kotáfono, francófono, e estudante gabonês no Brasil. Tem formação em Letras Português-Inglês na Universidade Federal de Pelotas (2016-2019). Atualmente mestrando em Letras (Estudos da Linguagem) na Universidade Federal do Rio Grande (FURG). Além de escrever poemas em francês, português e inglês, escreve também poemas em línguas africanas para a divulgação do lirismo e das filosofias ancestrais africanos. 

ENTREVISTA: 

Conexão Literatura: Poderia contar para os nossos leitores como foi o seu início no meio literário? 

Obam ɛ Ɛdhuu: Desde a adolescência sempre gostava de transcrever o que eu pensava. Era mais palpável ver meus pensamentos escritos. Mas, naquela época não tinha na mente a ideia de publicar um dia. É na faculdade que entendi a importância de publicar. Por isso, comecei a escrever poesia, primeiro gênero de predileção, nas línguas bekwel e francesa. Minha escolha e necessidade para um lirismo kweléfono e de outros idiomas africanos surge por uma carência bibliográfica autóctone que observei, e um desejo de preencher esse vácuo, isto é, produzir eu mesmo uma literatura que, no futuro, servirá de material de estudo e análise literários e linguísticos das línguas africanas. 

Conexão Literatura: Você já participou como coautor das antologias Poesia ao luar 2, Antologia dos melhores poemas 1 e Coletânea de poemas, além de publicações poéticas em bekwel e francês em revistas, como Revista Njinga e Sepé, Jornal Relevo, Revista Philos, Revista Literatura e Fechadura, Revista Caleidoscópio e The Decolonial Passage. Poderia comentar sobre a importância da participação de um autor em antologias e revistas literárias? 

Obam ɛ Ɛdhuu: Participar em antologias e revistas literárias permite divulgar o trabalho de um autor e torná-lo accessível a um grande público. O autor descobre outros nomes e trabalhos, e aparece junto com eles nesse espaço literário. Ademais, o público de um certo autor poderá se deparar com o trabalho de outros autores da antologia. Há então laços e conexões feitos, uma rede de autores e leitores. 

Conexão Literatura: Você também é autor do livro de poesia Mɛkwa mɛ mut (Palavras do ser), escrito nas línguas ikota e bekwel, publicado pela Editora Letraria, e vendido em formato ebook no site da Editora. Poderia comentar? 

Obam ɛ Ɛdhuu: Essa obra poética põe em cena o lirismo africano em línguas africanas, e aborda várias temáticas entre as quais a escrituralidade das línguas africanas e uma intelectualização autóctone. Nessa obra, convido os africanos a dar um valor intelectual e científico a suas línguas e filosofias. E do outro lado, convido o mundo a ver e ouvir nossas vozes como fazemos com as vozes do mundo.

Conexão Literatura: Poderia destacar um trecho que você acha especial em seu livro?  

Obam ɛ Ɛdhuu: O trecho que resume a obra seria aquele do poema Simsail ɛ Kama (O filósofo negro), Ɛdjek mɛkana ɛ djoŋ/Aa sa yɔ/Yɛ ɛ ɛsa náá/Nyɛ dik kukuma yɔ (Aprender a filosofia alheia/Sem fazer a nossa/É fazer do outro/Dono de si). É o ponto crucial do desejo de emancipação do eu-lírico, que quer ser autor e consumidor do seu próprio conhecimento, um conhecimento parido a partir de uma auto-referencialidade (referência à ancestralidade).

Conexão Literatura: Você também auxilia e supervisiona autores? 

Obam ɛ Ɛdhuu: Sim. Meu projeto da elaboração da Literatura Africana em línguas africanas me levou a incluir africanos no processo da emergência dessa Literatura, pois a realidade é que há africanos não letrados nas línguas coloniais, os quais são detentores de filosofias ancestrais na sua forma original. Acho que dar-lhes a oportunidade de expressar esse conhecimento nos seus idiomas respetivos é um passo para a descolonização linguística e literária. Alguns desses autores já participaram de algumas antologias da Revista Conexão Literatura. Nesse cenário, eu sou como uma ponte entre eles e as editoras, um tipo de agente literário. 

Conexão Literatura: Como o leitor interessado deverá proceder para saber um pouco mais sobre você e o seu trabalho literário? 

Obam ɛ Ɛdhuu: Tenho contas de Facebook, Instagram, e um canal Youtube (Mɛkana mɛ Kama) onde divulgo meu trabalho. São plataformas mais acessíveis hoje para saber um pouco sobre mim e o que faço. 

Conexão Literatura: Existem novos projetos em pauta? 

Obam ɛ Ɛdhuu: Em colaboração com oralitários (autores de oralitura), trabalhamos na escrita de contos tradicionais em seus idiomas de partida. Com esse projeto, queremos fazer uma transição da oralidade para a escrituralidade, não com o desejo de apagar a oralidade (uma arte africana), mas para permitir uma coexistência do orador e do escriba ou scriptor. 

Perguntas rápidas: 

Um livro: Tata Nzambi

Um (a) autor (a): Dibombari Mbock

Um ator ou atriz: Viola Davis

Um filme: Fences

Um dia especial: Sábado 

Conexão Literatura: Deseja encerrar com mais algum comentário? 

Obam ɛ Ɛdhuu: Agradeço a Nzambe (Criador) e a Ziza (Nigromusa) pela inspiração e a oportunidade de fazer ouvir as vozes ancestrais, a Revista Conexão Literatura e outras editoras sendo plataformas que levam essas vozes para os olhos e ouvidos do mundo. 

Compartilhe:

Entrevista com Leda Gonzaga, autora do livro "Pedaços de Mim - Testemunho de um Milagre"

Leda Gonzaga - Foto divulgação

Nasceu em Rio Verde - Góias e mudou-se com sua família para Brasília-DF, ainda Bebê até a adolescência onde mudou para Minas e reside até hoje. Pedagoga e Psicopedagoga, escritora de literatura infantil e juvenil, Contadora de Histórias, especialista em a arte de narrar história. Publicou seu primeiro livro em 2012 e não parou mais, hoje está com 10 obras publicas, incluindo “Pedaços de Mim”.

Todas as suas publicações são independentes, outras através de lei de incentivo a cultura da cidade e com parcerias de alguma editora. Atualmente vive com a sua família. No Triângulo Mineiro, precisamente em Uberlândia-MG, é mediadora de Biblioterapia e contadora de Histórias.

ENTREVISTA:

Conexão Literatura: Poderia contar para os nossos leitores como foi o seu início no meio literário?

Leda Gonzaga: Desde criança sempre gostei muito de escrever, mas foi mesmo após meu primeiro neto nascer que a vontade de colocar novamente minhas inspirações no papel voltou, em 2012 nasceu meu primeiro filho livro: Davi e a Lua e logo em seguida um de autoajuda “Endometriose o Silêncio e a dor da Alma”, foram muitos “Nãos” de editoras, até que resolvi encarar a produção independente e algumas parcerias com editoras, que me motivou, então não parei mais e hoje já conto com 10 obras lançadas, sendo gênero infantil e juvenil o qual dois deles ganhei dois prêmios: Cinderelas de calça Jeans para o público juvenil - Troféu literatura ZL editora e Melhor livro infantojuvenil e Menina Azul de Toda cor infantil melhor capa troféu literatura 2019. Fui perseverante e não desisti, acreditei em mim e em minhas escritas.

Hoje faço trabalho com autores independentes que desejam tornar seus sonhos em realidade com assessória.

Conexão Literatura: Você é autora do livro "Pedaços de Mim - Testemunho de um Milagre". Poderia comentar? 

Leda Gonzaga: Com certeza! Pedaços de mim é minha autobiografia, conta todo o processo em que eu passei de agosto a dezembro de 2020 em um leito de um hospital e até o momento em recuperação com algumas limitações. Por causa de uma cirurgia de vesícula que  resultou em uma perfuração de fistula duodenal, com esse acontecimento tive uma infecção generalizada e uma pancreatite gravíssima e longos meses de internação entre UTI, coma induzido e várias abordagens cirúrgicas. Ainda terei que passar por outra cirurgia, isso devido ao surgimento de uma hérnia, programada para inicio do próximo ano de 2022.

Revela como superei a esse momento tão doloroso e difícil para mim, família e amigos.

O objetivo dessa autobiografia é poder levar a todos leitores e leitoras, tocar o coração de cada um deles que passam ou possa vir passar por algo parecido. Ter fé, determinação e superação e que acreditem sempre que existe um Deus maravilhoso, um pai que cuida e não nos abandona.

Conexão Literatura: Como é o seu processo de criação? Quais são as suas inspirações?

Leda Gonzaga: Já sofri bastante, hoje nem tanto, pois consigo controlar a mão e a ansiedade em passar para o papel. Parecia que tinha alguém soprando em meu ouvido  o que era para escrever todo processo de criação e as ideias vinham a qualquer  hora, dia, noite e madrugada ao ponto em que eu chegava a deixar um caderninho nos pés da cama com uma caneta, foram muitas e muitas vezes que levantava e começava a colocar no papel para que eu pudesse descansar e pegar no sono. Pois enquanto eu não fazia eu não conseguia dormir, com o tempo fui conseguindo controlar essa intuição. Mas já escrevi um livro infantil em um dia, intitulado “Menina Azul de Toda Cor”, foi assim e alguns outros em meses, tem outros que ainda não terminei e já faz ano.

A criação de muitas delas parte de experiências reais e que mexem com nosso cotidiano, busco pesquisar sobre o tema, ouço músicas, leio livros, artigos, também me inspiram para que eu lapide o que foi rascunhado.

Meu processo criativo é voltado a literatura Infantojuvenil, mas por esse momento em que me encontro me atrevi a escrever essa minha autobiografia, processo difícil e doloroso, comecei em março deste ano e terminei final de outubro agora, confesso que no inicio comecei escrever teclando com a mão esquerda deitada na cama. Pois não tinha força para ficar sentada muito tempo e sentia muitas dores...

E junto com ele um livro de poemas inspirado na autobiografia mergulhando assim, por essa nova linguagem poética como reflexões das escritas de  Pedaços de Mim.

Sou uma pessoa muito observadora e sempre busco a essência das pessoas que estão em minha volta para que ela se conecte comigo.

Conexão Literatura: Poderia destacar um trecho do seu livro especialmente para os nossos leitores?

Leda Gonzaga:  Com maior prazer:

....Eu não estava só, essa era e é a única certeza que eu tenho entre delírios e realidade.   

Tinha um batalhão aqui fora e no mundo espiritual me envolvendo com suas orações, preces e louvores..... 

Conexão Literatura: Como o leitor interessado deverá proceder para adquirir o seu livro e saber um pouco mais sobre você e o seu trabalho literário? 

Leda Gonzaga: O livro estará disponível no site da  Seleto Editorial - editora a partir de dezembro: www.livrariaseletoeditorial.com.br 

Tanto o livro físico como o e-book dele e também comigo no Watsapp: 34 099179-5556. 

Mas já está disponível para pré-venda tanto com a editora como comigo.

Podem também acessar meu perfil do Instagram: leda. Gonzaga e me contatar, conhecer meu trabalho, lá tenho todos os livros publicados e um pouquinho do meu dia a  dia e todo processo de publicação do livro.

Conexão Literatura: Quais dicas daria para os autores em início de carreira?

Leda Gonzaga: Para que eles persistem não desistem dos seus sonhos e não deixe que ninguém diga que seus textos não são bons, o que eles precisam às vezes é serem lapidados por profissionais que acreditam e colaboram para que o mesmo possa se torna um livro e o nosso mercado estão cheios de editoras que acreditam nesse potencial de autores iniciantes... Eu como assessora literária também me coloco a disposição para ajudá-los, é só entrar em contato comigo. Tenham sempre em mente: “Paciência e perseverança andam juntos nesse processo da literatura”.

Conexão Literatura: Existem novos projetos em pauta? 

Leda Gonzaga: Sim a cabeça borbulha a cada instante, o meu próximo projeto livro será com jogos, está voltado a biblioterapia a qual estou me dedicando, estudando e preparando ele para trabalhar com crianças com TDAH e Autismo.

Perguntas rápidas:

Um livro: A Paixão de conhecer o Mundo de  “Madalena Freire”- Editora Paz na Terra..

Um ator ou atriz: Fernanda Montenegro

Um filme: Como Estrelas na Terra /Diretores: Aamir Khan, Amole Gupte

Um hobby: Escrever

Um dia especial: Dia 22 de dezembro de 2020 – Minha alta hospitalar e meu renascimento.

Conexão Literatura: Deseja encerrar com mais algum comentário? 

Leda Gonzaga: Quero agradecer  à Conexão Literatura. Por esse espaço e por me permitir contar um pouco mais sobre o meu trabalho, que “Pedaços de Mim” possa tocar o coração e alma de todos que puderem ler e indicá-lo para cultivar em todos a fé, esperança que tudo pode quando estamos ligados com nosso Pai maior “Deus”.

Parabenizo a iniciativa que visa ajudar autores independentes a encontrar seu espaço dentro do mundo da literatura. Gratidão é a palavra.

Leda Gonzaga

Uberlândia-MG

Compartilhe:

Participe da antologia (e-book) POESIAS AO LUAR - VOLUME IV


PARTICIPE DA ANTOLOGIA (E-BOOK): POESIAS AO LUAR - VOLUME IV

REGRAS PARA PARTICIPAÇÃO NA ANTOLOGIA DIGITAL 
POESIAS AO LUAR - VOLUME IV:

1 - Escreva um poema (livre). Aceitaremos até 3 poemas por autor. Caso sejam aprovados, os 3 textos serão publicados.

2 - SOBRE O POEMA: até 4 páginas cada poemas, fonte Times ou Arial, tamanho 12, incluindo título. Espaçamento 1,5.
     
3 - Tipo de arquivo aceito: documento do Word (arquivos em PDF serão deletados).

4 - O poema não precisa ser inédito, desde que os direitos autorais sejam do autor e não da editora ou qualquer outra plataforma de publicação.

5 - Idade mínima do autor para participação na antologia: 18 anos completos. Menores de idade irão precisar de autorização dos pais ou responsável, caso o poema seja aprovado.

6 - Envie o poema pré-revisado. Leia e releia antes de enviá-lo.

7 - Data para envio do poema: do dia 16/10/21 até 17/11/21.

8 - Veja ficha de inscrição no final desse texto. Leia, copie as informações e preencha. Envie as informações da ficha + o poema para o e-mail: contato@edgarallanpoe.com.br. Escreva no título do e-mail: POESIAS AO LUAR - VOLUME IV

CUSTO PARA O AUTOR:

R$ 50,00 por texto aprovado. Caso o autor envie 3 poemas e tenha os três (03) selecionados, o valor será R$ 150,00. As informações para depósito serão informadas ao autor no e-mail que enviaremos caso o poema seja aprovado.
O valor servirá para cobrir os custos de leitura crítica, diagramação e divulgação da obra.

A antologia será digital (e-book) e gratuita para os leitores baixarem através de download, ela não será vendida. A antologia será amplamente divulgada nas redes sociais da Revista Conexão Literatura: Fanpage, Instagram e Grupos do Facebook, que somam cerca de 200 mil seguidores.

O resultado será divulgado no site www.revistaconexaoliteratura.com.br e na fanpage www.facebook.com/conexaoliteratura, até o dia 18/11/21.

OBS: Enviaremos certificado digital de participação para os autores selecionados.


NOSSOS CRITÉRIOS PARA AVALIAÇÃO:

A) - Criatividade;

B) - Textos preconceituosos, homofóbicos, pornográficos, racistas ou que usem palavras de baixo calão, serão desconsiderados;

C) - Seguir todas as regras para participação.

OBS.: Ademir Pascale, idealizador do concurso, disponibilizou para download uma apostila intitulada "Oficina Jovem Escritor", com dicas para quem está iniciando no mundo da escrita. Baixe gratuitamente, leia e pratique: CLIQUE AQUI.


FICHA DE INSCRIÇÃO DO AUTOR(A)

Nome completo do autor(a):

Seu Pseudônimo (caso use), para publicação na antologia:

Idade:

Título do poema:

E-mail 1:
E-mail 2 (caso tenha):

Biografia em terceira pessoa (escreva sobre você num máximo de 7 linhas. Não escreva em letra maiúscula):


IMPORTANTE: Envie todas essas informações da ficha de inscrição para o e-mail: contato@edgarallanpoe.com.br. Escreva no título do e-mail: POESIAS AO LUAR - VOLUME IV

O envio da ficha de inscrição + poema(s) para o e-mail indicado significa que o autor(a) leu todas as informações e regras dessa página para participação na antologia.

Não fique fora dessa. O concurso cultural será amplamente divulgado nas redes sociais.

COMPARTILHE ;)

OBS.: para conhecer e participar de outras de nossas antologias: clique aqui.


Compartilhe:

segunda-feira, 25 de outubro de 2021

Participe da antologia (e-book) POESIAS AO VENTO - MANIFESTAÇÕES ARTÍSTICAS - VOLUME III. Leia o edital


PARTICIPE DA ANTOLOGIA (E-BOOK): POESIAS AO VENTO - VOLUME III

REGRAS PARA PARTICIPAÇÃO NA ANTOLOGIA DIGITAL "
POESIAS AO VENTO - MANIFESTAÇÕES ARTÍSTICAS - VOLUME III":

1 - Escreva um poema (livre). Aceitaremos até 3 poemas por autor. Caso sejam aprovados, os 3 textos serão publicados.

2 - SOBRE O POEMA: até 4 páginas cada poemas, fonte Times ou Arial, tamanho 12, incluindo título. Espaçamento 1,5.
     
3 - Tipo de arquivo aceito: documento do Word (arquivos em PDF serão deletados).

4 - O poema não precisa ser inédito, desde que os direitos autorais sejam do autor e não da editora ou qualquer outra plataforma de publicação.

5 - Idade mínima do autor para participação na antologia: 18 anos completos. Menores de idade irão precisar de autorização dos pais ou responsável, caso o poema seja aprovado.

6 - Envie o poema pré-revisado. Leia e releia antes de enviá-lo.

7 - Data para envio do poema: do dia 11/10/21 até 12/11/21.

8 - Veja ficha de inscrição no final desse texto. Leia, copie as informações e preencha. Envie as informações da ficha + o poema para o e-mail: contato@edgarallanpoe.com.br. Escreva no título do e-mail: POESIAS AO VENTO - VOLUME III

CUSTO PARA O AUTOR:

R$ 50,00 por texto aprovado. Caso o autor envie 3 poemas e tenha os três (03) selecionados, o valor será R$ 150,00. As informações para depósito serão informadas ao autor no e-mail que enviaremos caso o poema seja aprovado.
O valor servirá para cobrir os custos de leitura crítica, diagramação e divulgação da obra.

A antologia será digital (e-book) e gratuita para os leitores baixarem através de download, ela não será vendida. A antologia será amplamente divulgada nas redes sociais da Revista Conexão Literatura: Fanpage, Instagram e Grupos do Facebook, que somam cerca de 200 mil seguidores.

O resultado será divulgado no site www.revistaconexaoliteratura.com.br e na fanpage www.facebook.com/conexaoliteratura, até o dia 13/11/21.

OBS: Enviaremos certificado digital de participação para os autores selecionados.


NOSSOS CRITÉRIOS PARA AVALIAÇÃO:

A) - Criatividade;

B) - Textos preconceituosos, homofóbicos, racistas ou que usem palavras de baixo calão, serão desconsiderados;

C) - Seguir todas as regras para participação.

OBS.: Ademir Pascale, idealizador do concurso, disponibilizou para download uma apostila intitulada "Oficina Jovem Escritor", com dicas para quem está iniciando no mundo da escrita. Baixe gratuitamente, leia e pratique: CLIQUE AQUI.


FICHA DE INSCRIÇÃO DO AUTOR(A)

Nome completo do autor(a):

Seu Pseudônimo (caso use), para publicação na antologia:

Idade:

Título do poema:

E-mail 1:
E-mail 2 (caso tenha):

Biografia em terceira pessoa (escreva sobre você num máximo de 7 linhas. Não escreva em letra maiúscula):


IMPORTANTE: Envie todas essas informações da ficha de inscrição para o e-mail: contato@edgarallanpoe.com.br. Escreva no título do e-mail: POESIAS AO VENTO - VOLUME III

O envio da ficha de inscrição + poema(s) para o e-mail indicado significa que o autor(a) leu todas as informações e regras dessa página para participação na antologia.

Não fique fora dessa. O concurso cultural será amplamente divulgado nas redes sociais.

COMPARTILHE ;)

OBS.: para conhecer e participar de outras de nossas antologias: clique aqui.




Compartilhe:

O Caderno dos Pesadelos chega ao Brasil pela SESI-SP Editora

 

Obra terá lançamento online durante o evento Flipoços Noir nesta quarta-feira

São Paulo, outubro de 2021 – Histórias que não precisam de papel nem de palavras para existir, pois nascem em nós quando fechamos os olhos. Assim, são os contos que compõem O caderno dos pesadelos, do autor mexicano Ricardo Chávez Castañeda, que chega ao Brasil publicado pela SESI-SP Editora e terá seu lançamento online nesta quarta-feira, dia 27 de outubro, durante o evento Flipoços Noir – Festival Literário Internacional de Poços de Caldas, com foco na literatura de terror e suspense.

Com a participação do tradutor André Caramuru Aubert, a live será aberta ao público e com transmissão ao vivo a partir das 16h, no site oficial do evento: http://flipocos.com/. O bate-papo terá também a participação da bibliotecária da rede SESI-SP Marilene da Silva Santos e da influenciadora digital Nina Brondi, do Instagram Mar de Histórias.  

SOBRE A OBRA

O caderno dos pesadelos evidencia emoções – comuns ou não – da infância e nessa publicação são permeados por detalhadas ilustrações do artista Israel Barrón. A obra trata de temas os quais, na maioria das vezes, representam assuntos difíceis de serem abordados e até mesmo de serem explicados com palavras.

O título original El caderno de las pesadillas foi publicado em 2012, no México, pelo Fondo de Cultura Económica.

O novo livro mexe com as emoções do leitor. Nas palavras do tradutor André Caramuru Aubert, “é difícil dizer se este é um livro de histórias para crianças ou, como sugere o título, uma pavorosa coleção de pesadelos. Mas uma coisa é certa: não se recomenda sua leitura à noite, na cama, antes de dormir. Genial, O caderno dos pesadelos é uma obra que fica reverberando na mente do leitor, que consegue ser, ao mesmo tempo, aterrorizante e bela”. 

SERVIÇO 

FLIPOÇOS NOIR

Evento: 4º Ciclo Temático de 2021 - Flipoços Temático Noir

Data: 27 e 28 de outubro de 2021 (quarta e quinta-feira)

Horário do evento: das 10h às 20h

Formato do evento: 100% virtual e gratuito 

FICHA TÉCNICA DO LANÇAMENTO

Título: O caderno dos pesadelos

Autor: Ricardo Chávez Castañeda

Ilustrador: Israel Barrón

Tradutor: André Caramuru Aubert

Editora: SESI-SP Editora

Páginas: 76

Ano: 2021 - Lançamento

Formato: 17 x 23 cm

Acabamento: capa dura

ISBN: 978-85-504-1225-2 

SOBRE O AUTOR

Ricardo Chávez Castañeda é escritor mexicano. Ele estudou psicologia na Universidade Nacional Autônoma do México. Seus principais temas oscilam em torno da adolescência, da linguagem e da fantasia, com uma voz pessoal e que se destaca na cena literária contemporânea em espanhol. 

SOBRE O ILUSTRADOR

Israel Barrón é artista plástico e ilustrador mexicano de livros infantis. Seu trabalho foi exibido em exposições pessoais em várias cidades do México como Xalapa, Puerto de Veracruz Pachuca e Tuxtla Gutiérrez e, no exterior, em Victoriaville e Québec (Canadá) e em Yokohama (Japão). Participou de mais de cinquenta exposições coletivas. Seu trabalho como ilustrador inclui pôsteres, livros, revistas, suplementos culturais e edições eletrônicas. Ele fez ilustrações para editoras de prestígio no México, Colômbia e Itália. Também desenhou cenários e capas de álbuns ilustrados. Recebeu o Prêmio CANIEM (Câmara Nacional da Indústria Editorial Mexicana) de Arte Editorial em 2012 e 2015, com livros dos quais participou como ilustrador. Em 2017 foi o vencedor da Placa de Ouro na Bienal de Ilustração de Bratislava.

 

SOBRE O TRADUTOR

André Caramuru Aubert é bacharel e mestre em história pela Universidade de São Paulo (USP). Publicou sete livros, entre eles o romance Poesia chinesa, pela SESI-SP Editora. Traduziu diversas obras, entre elas: Areias movediças, de Octavio Paz, e O caderno dos pesadelos, de Ricardo Chávez Castañeda, ambas pela SESI-SP Editora. Atualmente, trabalha na revisão final de seu novo romance. É colaborador dos jornais O Estado de S.Paulo e do Rascunho.

 

SOBRE A SESI-SP EDITORA

A SESI-SP Editora tem como ação principal organizar conhecimento nas áreas de cultura, educação, esporte, nutrição e saúde, cumprindo sua missão de apoiar a Entidade em seus mais diversos campos de atuação. Com mais de mil títulos em seu catálogo, em diferentes formatos (e-booksaudiobooks e impressos), tornou-se referência na edição de livros educacionais, infantojuvenis, de alimentação, de HQs nacionais e europeias, e de obras de interesse geral. Saiba mais em: www.sesispeditora.com.br.

Para conhecer os livros da SESI-SP Editora, visite o site: www.sesispeditora.com.br e as redes sociais @sesispeditora (Instagram e Twitter) @editorasesisp (Facebook). 

Compartilhe:

Farrel Kautely e o livro O fantasma da Biblioteca Raveliana, por Cida Simka e Sérgio Simka

Farrel Kautely - Foto divulgação

SOBRE O AUTOR:

Farrel Kautely é natural de Belo Horizonte. Formado em Letras pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP). Entre outros, publicou Minúscula Pulga (romance), Disk Brisa e CyberSex 2090 (crônicas), O mínimo que você precisa fazer para ser um completo idiota (paródia ensaística) e Do ovo à omelete (divulgação científica). 

SINOPSE:

O trabalho na Biblioteca Raveliana consistia em recolocar os livros nas estantes de madrugada. Tinha tudo para ser o emprego dos sonhos de um estudante de biblioteconomia, até que coisas estranhas começam a acontecer, levando Vinicius a questionar sua própria sanidade…

FICHA TÉCNICA:

Autor: Farrel Kautely

Coordenação editorial: Leonardo Costaneto

Capa: Farrel Kautely

Editoração eletrônica: Farrel Kautely

Selo: Caravana

Ano: 2021

Gênero: Comédia

Páginas: 180

Formato: 14×21

ISBN: 978-65-87683-09-6

LINK PARA O LIVRO:

https://caravanagrupoeditorial.com.br/produto/o-fantasma-da-biblioteca-raveliana/


CIDA SIMKA

É licenciada em Letras pelas Faculdades Integradas de Ribeirão Pires (FIRP). Autora, dentre outros, dos livros O enigma da velha casa (Editora Uirapuru, 2016), Prática de escrita: atividades para pensar e escrever (Wak Editora, 2019), O enigma da biblioteca (Editora Verlidelas, 2020), Horror na biblioteca (Editora Verlidelas, 2021) e O quarto número 2 (Editora Uirapuru, 2021). Organizadora dos livros Uma noite no castelo (Editora Selo Jovem, 2019), Contos para um mundo melhor (Editora Xeque-Matte, 2019), Aquela casa (Editora Verlidelas, 2020), Um fantasma ronda o campus (Editora Verlidelas, 2020), O medo que nos envolve (Editora Verlidelas, 2021) e Queimem as bruxas: contos sobre intolerância (Editora Verlidelas, 2021). Colunista da revista Conexão Literatura.

SÉRGIO SIMKA

É professor universitário desde 1999. Autor de mais de seis dezenas de livros publicados nas áreas de gramática, literatura, produção textual, literatura infantil e infantojuvenil. Idealizou, com Cida Simka, a série Mistério, publicada pela editora Uirapuru. Colunista da revista Conexão Literatura. Seu mais recente trabalho acadêmico se intitula Pedagogia do encantamento: por um ensino eficaz de escrita (Editora Mercado de Letras, 2020) e seu mais novo livro juvenil se denomina O quarto número 2 (Editora Uirapuru, 2021).

Compartilhe:

Dia das Bruxas: 4 livros para celebrar a data mais sombria do ano

Campanha da Disal traz uma seleção especial da saga Harry Potter e suas aventuras na escola de magia mais famosa da ficção

Ainda que o “Dia das Bruxas” seja mais famoso nos Estados Unidos, os brasileiros se engajam de verdade quando celebram a data. Isso porque aqui não há necessidade de sair pedindo “doces ou travessuras” como é tradição lá fora e os livros permitem uma experiência tão imersiva quanto. Para celebrar a data mais arrepiante do ano, a Disal, referência no mercado editorial, separou uma lista especial com títulos da saga Harry Potter, o bruxo mais famoso do mundo.  

A série de sete romances de fantasia escrita pela autora britânica J. K. Rowling conta as aventuras de um jovem que descobre aos 11 anos de idade que é um bruxo ao ser convidado a Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts. Junto com seus novos amigos Ronald Weasley e Hermione Granger, o garoto passa por aulas muito diferentes e enfrenta conflitos com o bruxo das trevas e seu maior rival, Lord Voldemort.

O conjunto foi originalmente impresso em inglês, mas ganhou traduções para muitos idiomas. A adaptação para o cinema, com oito filmes feitos pela Warner Bros. Pictures, é considerada a série cinematográfica mais assistida da história. O sucesso fez com que a marca Harry Potter chegasse ao valor de 15 bilhões de dólares e esse número continua crescendo até hoje.

Confira a seleção abaixo e faça como o Dobby, se teletransporte para dentro dessas histórias:

 

Harry Potter e a Câmara secreta – J.K. Rowling

Depois de férias aborrecidas na casa dos tios trouxas, está na hora de Harry Potter voltar a estudar. Coisas acontecem, no entanto, para dificultar o regresso de Harry. Persistente e astuto, o herói não se deixa intimidar pelos obstáculos e, com a ajuda dos fiéis amigos, começa o ano letivo na Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts. As novidades não são poucas. Novos colegas, novos professores, muitas e boas descobertas e um grande e perigosos desafio. Alguém ou alguma coisa ameaça a segurança e a tranquilidade dos membros de Hogwarts.

Saiba mais:  https://cutt.ly/aRoxXz3

 

Harry Potter e a Ordem da fênix – J.K. Rowling

Harry não é mais um garoto. Aos 15 anos, continua sofrendo a rejeição dos Dursdley, sua estranha família no mundo dos trouxas. Também continua contando com Rony Weasley e Hermione Granger, seus melhores amigos em Hogwarts, para levar adiante suas investigações e aventuras. Mas o bruxinho começa a sentir e descobrir coisas novas, como o primeiro amor e a sexualidade. Neste quinto livro da saga, o protagonista, numa crise típica da adolescência, tem ataques de mau humor com a perseguição da imprensa, que o segue por todos os lugares e chega a inventar declarações que nunca deu.

Saiba mais: https://cutt.ly/CRociJK

 

Harry Potter e as Reliquias da morte – J.K.Rowling

A Harry Potter e as relíquias da morte, de J.K. Rowling, é o sétimo e último livro da série. Voldemorte está cada vez mais forte e Harry Potter precisa encontrar e aniquilar as Horcruxes para enfraquecer o lorde e poder enfrentá-lo. Nessa busca desenfreada, contando apenas com os amigos Rony e Hermione, Harry descobre as Relíquias da Morte, que serão úteis na batalha do bem contra o mal.

Saiba mais: https://cutt.ly/ORocWxL

 

Harry Potter e o Cálice de fogo – J.K. Rowling

Nesta aventura, o feiticeiro cresceu e está com 14 anos. O início do ano letivo de Harry Potter reserva muitas emoções, mágicas, e acontecimentos inesperados, além de um novo torneio em que os alunos de Hogwarts terão de demonstrar as habilidades mágicas e não-mágicas que vêm adquirindo ao longo de suas vidas. Harry é escolhido pelo Cálice de Fogo para competir como um dos campeões de Hogwarts, tendo ao lado seus fiéis amigos. Muitos desafios, feitiços, poções e confusões estão reservados para Harry.

Saiba mais em: https://cutt.ly/ERocVUN

 

Sobre a Disal Distribuidora: Há mais de meio século em operação, é considerada a mais importante distribuidora de livros e materiais didáticos do Brasil para o ensino de idiomas, e, também, técnicos e científicos, de ciências humanas e sociais, literatura, autoajuda e conhecimentos gerais. Possui um catálogo com 400 editoras e mais de 400 mil títulos comercializados. Tem 18 filiais distribuídas nas principais cidades do país e um portal em que é possível encontrar todos os serviços e produtos oferecidos. Saiba mais em www.disal.com.br

Compartilhe:

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Posts mais acessados da semana

ANTOLOGIAS LITERÁRIAS

POEME-SE

CONHEÇA A REVISTA PROJETO AUTOESTIMA

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

LIVRO DESTAQUE

CEDRIK - ROBERTO FIORI

Leitores que passaram por aqui

Labels