quarta-feira, 11 de março de 2020

Cepe celebra 120 anos de Gilberto Freyre

Editora publicará três títulos sobre o sociólogo pernambucano ainda este semestre

Em comemoração aos 120 anos de nascimento do sociólogo Gilberto Freyre (1900-1987) - completados no próximo dia 15 de março - a Cepe Editora publica, no primeiro semestre de 2020, três títulos sobre o autor:  Brasileirismos e conexões em Gilberto Freyre (Raul Lody); O Brasil de Gilberto Freyre: Uma introdução à leitura de sua obra, e A história íntima de Gilberto Freyre (Mário Hélio Gomes). É a primeira vez que a editora pública pernambucana lança livros sobre o sociólogo. " A passagem dos 120 anos do nascimento de Gilberto Freyre é uma oportunidade para se refletir sobre sua obra, louvada e contestada com o mesmo vigor. Para a Cepe, é uma satisfação contribuir para que o debate se mantenha vivo", declara o presidente da Cepe, Ricardo Leitão.

Segundo o editor da Cepe, Diogo Guedes, no primeiro título o antropólogo Raul Lody relaciona os grandes temas da farta e rica literatura de Gilberto Freyre nas ciências humanas com o seu olhar antropológico. "Estão lá as heranças africanas, a alimentação, as expressões e tradições populares, a fé e a museologia, com o desafio de preservar o popular sem sufocá-lo". O livro conta com ilustrações do próprio Lody.

A Cepe publica também segunda edição de O Brasil de Gilberto Freyre: Uma introdução à leitura de sua obra, do crítico e pesquisador Mário Hélio Gomes - a primeira, de 2000, foi publicado pela editora Comunigraf. "A obra se propõe a aproximar Gilberto Freyre de possíveis novos leitores. Como o próprio autor define, é uma espécie de Gilberto Freyre para jovens, com capítulos que trazem a biografia e o pensamento do sociólogo de Apipucos". O livro traz ilustrações do artista plástico José Cláudio.

Já A história íntima de Gilberto Freyre, também assinada por Mário Hélio Gomes, de acordo com Diogo, analisa como o sociólogo pernambucano foi pioneiro em investigar a vida íntima das pessoas - famosas ou comuns - para criar material para os seus escritos. "É um livro inédito, fruto de uma pesquisa acadêmica do crítico", ressalta. 

SUPLEMENTO - O jornal literário Suplemento Pernambuco de março, também editado pela Cepe, traz ainda matéria de capa dedicada ao sociólogo autor de clássicos como Casa- grande & senzala (1933) e Sobrados e mucambos (1936). Textos assinados por especialistas em sua obra - como a pesquisadora e historiadora da Universidade de Cambridge, Maria Lúcia Garcia Pallares-Burke, e a socióloga da Unicamp Elide Rugai Bastos - ressaltam que, apesar do perfil conservador e reacionário de Freyre, suas obras são contemporâneas pelas contribuições ao pensamento social brasileiro. "Se elogiava de forma problemática o colonialismo e pautava a mestiçagem como uma convivência pacífica entre os diferentes, também pensava o Brasil fora dos padrões europeus de modernidade e discutia ecologia muito antes das correntes sociológicas dos Estados Unidos", diz o editorial do Pernambuco. 
Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Receba nossas novidades por e-mail (você receberá um email. Basta confirmar ):

Anuncie e Divulgue Conosco

Posts mais acessados da semana

CLUBE DO LIVRO UNIÃO

REVISÃO E LEITURA CRÍTICA

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

LIVRO DESTAQUE

FUTURO! - ROBERTO FIORI

SROMERO PUBLISHER

Leitores que passaram por aqui

Labels