Resenha da série Altered Carbon (NetFlix), baseada no livro de mesmo título, por Ademir Pascale

SOBRE O LIVRO: Carbono alterado é o eletrizante thriller de ficção científica que inspirou a série da Netflix. No século XXV, a humanidade ...

Mostrando postagens com marcador Álvares de Azevedo. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Álvares de Azevedo. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 28 de julho de 2020

INDICAÇÕES PARA LEITURA: Marcos DeBrito indica a leitura de cinco livros


Marcos DeBrito é cineasta, escritor e professor de direção e roteiro. Nascido em Florianópolis, é graduado em cinema pela Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP) e especializado em escrita criativa. Teve aulas com Robert McKee em seu célebre seminário Story, a partir do qual criou sua própria oficina de direção e roteiro audiovisual, realizada em diversos locais pelo Brasil, e também o curso Fundamentos de roteiro e narrativa, que ministra na LabPub. Escreveu, dirigiu e produziu curtas e longas-metragens de suspense e terror, pelos quais foi premiado diversas vezes dentro e fora do país; ganhou dois Kikitos no prestigiado Festival de Gramado, em 2001 e 2007. Consolidado na literatura nacional com 10 livros publicados, teve um de seus romances indicado ao Prêmio Jabuti de literatura em 2013, e constantemente participa de painéis, eventos e mesas sobre temáticas envolvendo os gêneros terror e suspense.

Indicações para leitura:


1) Macário, de Álvares de Azevedo. 
O ultrarromantismo em sua maior expressão. Tornou-se meu livro de cabeceira pelo tema e poética. É a maior inspiração para tudo que escrevo. Tenho Álvares de Azevedo como meu principal autor e Macário como minha obra preferida. 


2) Poemas e Ensaios, de Edgar Allan Poe.
Apesar de não ser um livro que contenha muitas das obras principais do Poe, como A queda da casa de Usher, O gato preto, Coração delator, entre outros grandes contos que até prefiro aos poemas que aqui estão, esse livro que me apresentou a belíssima tradução do Milton Amado para o célebre O corvo, que, na minha opinião, é melhor que a do Machado de Assis e do Fernando Pessoa.


3) O livro dos demônios, de Antonio Augusto Fagundes Filho.
Divide com Macário um lugar especial na minha estante. Conheci a primeira edição no final dos anos 90 e ela norteou muito do que vim a pensar e escrever sobre demônios. O autor lançou uma edição nova em 2019 que explora ainda mais os reinos do Inferno. Considero esse livro tão importante quanto O testamento de Salomão e a Goetia. Leitura obrigatória a todos que se interessam pelo ocultismo. Dos autores que reverencio, é o único vivo.


4) Noite na taverna, de Álvares de Azevedo.
Devo a esse livro meu apreço pela literatura. Foi o primeiro clássico que gostei de ler na adolescência e me fez ir atrás dos escritores góticos e da segunda geração. Uma história escrita com a maestria poética do Azevedo e com boa reviravolta no final. Como leitura, é mais agradável que Macário por sua narrativa estar na forma de novela ou contos, enquanto a outra foi escrita como peça de teatro.


5) As Intermitências da morte, de José Saramago.
Primeiro romance que li do Saramago. Sua forma de escrever me encantou a ponto de eu ter feito meu primeiro livro no mesmo estilo (e ser negado por editoras justamente por isso). Além de extremamente criativa essa fábula sobre um país onde as pessoas não conseguem morrer, a genialidade da sua crítica à condição humana ainda ecoa na minha cabeça. A melhor de todas, colocada na boca de um cardeal: “Sem morte não há ressurreição, e sem ressurreição não há igreja”.

Comente e compartilhe com os amigos ;)


Compartilhe:

quinta-feira, 19 de abril de 2018

Rosa Aguiar, Edgar Allan Poe, Álvares de Azevedo, Ana Bolena e a Little Pink Design

Rosa Aguiar - Foto divulgação
Rosa Aguiar é paulistana e desde criança sempre gostou de desenhar e recortar as camisolas da mãe para costurar roupinhas para suas Barbies. Aos treze anos ingressou numa pequena escola de artes próxima ao bairro onde morava e foi por meio da sua professora de desenho que descobriu o curso de Desenho Industrial, que colocou como objetivo cursar. Ao terminar o Ensino Médio, infelizmente, não pode ingressar na faculdade que tanto sonhara e alguns anos depois teve a oportunidade de cursar Letras numa faculdade particular que cursou até o terceiro ano. Aos 26 iniciou o Curso de Design (antigo Desenho Industrial) o qual concluiu com nota 10. Logo após sua formatura mudou-se para o interior de São Paulo onde resolveu ser microempreendedora. Foi quando nasceu a Little Pink.

ENTREVISTA:

Conexão Literatura: Como e quando surgiu a Little Pink Design?

Rosa Aguiar: A Little Pink surgiu em 2014 logo após eu ter desenvolvido uma identidade visual para o meu próprio casamento. Fiz os convites, itens decorativos e lembrancinhas personalizadas com a marca que criei. Com isso economizei bastante, aprendi muito, mas fui uma noiva muito cansada! No início trabalhei principalmente com produtos para quartos de bebê, pequenos artesanatos para o lar e lembrancinhas de festas. Somente no início de 2017 mudei o perfil para produtos voltados ao público leitor/historiador/nerd e com isso voltei a desenhar com mais frequência, coisa que somente na adolescência fazia sempre.

Conexão Literatura: A arte e o design dos seus produtos são um estilo próprio da Little Pink Design e é fácil notarmos amantes da literatura fazendo comentários positivos nas redes sociais. Fale mais sobre os seus produtos ligados à literatura.

Rosa Aguiar: A grande maioria dos produtos que desenvolvo são encomendas e pedidos de clientes. Tenho uma afinidade com temas de época, sendo literatura ou seriados,  muitas vezes provenientes de obras literárias. Acredito que isso tenha atraído o público leitor de biografias, autores clássicos e romances de época. Sempre procuro interar-me do tema que me foi solicitado antes de partir para o projeto e com isso me envolvo e aprendo cada vez mais sobre história e literatura. Isso reflete nos meus produtos, pois eu realmente gosto do que faço e crio um vínculo com a ilustração/produto.


Conexão Literatura: Embora o Brasil já tenha uma legião de fãs do Edgar Allan Poe, ainda é difícil encontrarmos souvenirs do escritor, diferente da  Little Pink Design. Encontramos também produtos do escritor Álvares de Azevedo. Como foi a escolha por esses escritores?

Rosa Aguiar: Esses dois temas foram encomendas de clientes que eu abracei a causa e investi na ilustração e na aplicação dos produtos que também são feitos por mim. Eu já conhecia o Poe e o Álvares, mas nunca tinham sido um gosto pessoal, porém, com a influência de clientes e amigos acabei me envolvendo com esses textos e admirando o estilo deles. Hoje tenho livro e canecas deles na minha estante.

Conexão Literatura: Também figuram entre os seus produtos personagens da história, como Ana Bolena, Imperatriz Sissi, Imperatriz Leopoldina, Maria Antonieta, Chiquinha Gonzaga, etc. Existe uma procura maior por determinado personagem? Caso sim, qual?

Rosa Aguiar: Dentro dos produtos Tudor a Ana Bolena é a mais procurada pois das seis esposas do rei Henrique VIII ela é a mais famosa por ter sido sua esposa na época da ruptura da coroa inglesa com a Igreja de Roma e pelo seu final trágico. Porém, de todas as “minhas meninas” (como as chamo carinhosamente), a mais procurada é a Imperatriz Leopoldina. Além do seu papel importante na nossa história ela tem uma grande carga heróica para aqueles que estudam a história do Brasil ou simpatizam com a monarquia, ou quem simplesmente gosta de estudar política.

Conexão Literatura: Como os interessados deverão proceder para saber mais sobre os seus produtos e adquiri-los?

Rosa Aguiar: Os interessados podem me seguir pelo Instagram ou Facebook: @littlepinkdesign, conhecer minha loja virtual: www.littlepink.com.br (desconto de 5% em nossos produtos para os leitores da revista Conexão Literatura. Ao finalizar o pedido o cliente deve informar a sigla CNXLITERATURA) e fiquem a vontade para mandar mensagens para rosaprisca@gmail.com

Conexão Literatura: Existem novos projetos ou novos produtos em pauta?


Rosa Aguiar: Sim. Sempre estou com projetos atrasados gritando na minha mente ou pelas mensagens dos clientes e dos amigos (rs). Ainda tem muita coisa de História e de romances clássicos por vir.

Perguntas rápidas:

Um livro: Jane Eyre, de Charlotte Brontë
Um (a) autor (a): Jane Austen
Um ator ou atriz: Anne Hathway
Um filme: Cartas para Julieta
Um dia especial: chuva do lado de fora e eu do lado de dentro, no meu sofá, acompanhada do marido, das minhas gatas, uma barra de chocolate, lendo um bom livro ou assistindo a algum filme ou série.

Conexão Literatura: Deseja encerrar com mais algum comentário?

Rosa Aguiar: Gostaria de agradecer a revista Conexão Literatura pela entrevista!
 
A Little Pink Design cederá desconto de 5% em seus produtos para os leitores da revista Conexão Literatura. Ao finalizar o pedido o cliente deve informar, no campo correspondente a sigla CNXLITERATURA ou cnxliteratura (com todas letras maiúsculas ou todas minúsculas). O sistema vai calcular o desconto de 5% sobre os produtos. O cupom é válido até 31/12/2018.  Acesse: www.littlepink.com.br
Compartilhe:

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Posts mais acessados da semana

ANTOLOGIAS LITERÁRIAS

POEME-SE

CONHEÇA A REVISTA PROJETO AUTOESTIMA

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

LIVRO DESTAQUE

CEDRIK - ROBERTO FIORI

Leitores que passaram por aqui

Labels