Mostrando postagens com marcador A Rainha Perdida. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador A Rainha Perdida. Mostrar todas as postagens

sábado, 15 de agosto de 2020

Obra de estreia da Editora Opala, "A Rainha Perdida" retrata sociedade sem fome ou violência, mas com um preço alto a pagar


Liberdade: uma palavra excluída do dicionário
Qual preço você pagaria para viver em uma sociedade sem fome e violência? Em Aghaia, os moradores foram privados da liberdade. Eles trabalham 14 horas por dia e não podem ultrapassar os muros dos distritos.
A realidade, que se passa no pós-guerra, em um período marcado por tragédias ambientais e escassez de recursos naturais, forma a trama de A Rainha Perdida, primeiro volume da trilogia da escritora Ana Cristina Melo. A obra marca a estreia da Editora Opala no mercado.
Um dos países criados pela nova divisão mundial, Aghaia é governado por Petrus, um rei que mantém um controle cruel sobre todos a ele subordinados. Nesse cerco encontra-se Ellena, jovem nascida no distrito 7 que descobre o improvável: a palavra “liberdade” foi abolida do dicionário.
 Foi a partir daí que não parei de pensar o que mais a Capital nos esconde. Hector diz que, por enquanto, podemos descobrir um pouco mais nos livros, mesmo que ele esteja se arriscando para isso. Uma loucura dele, sem dúvida. Ladrões são severamente punidos. Eles e, às vezes, suas famílias. (A Rainha Perdida, pág. 13)
Envolto em discussões políticas e sociais, a história também se prende em um triângulo amoroso entre Ellena, Lukhas e Reed, os príncipes herdeiros dessa sociedade distópica. Esta é, aliás, uma das principais marcas da autora, que cria metáforas a partir de vivências cotidianas para fazer o leitor repensar “verdades” enraizadas e há muito reproduzidas.
A Rainha Perdida toca em diferentes temas essenciais, como a perspectiva de crescimento pessoal dentro das favelas, as diferenças entre áreas nobres e subúrbios, passando pela sustentabilidade e as novas tecnologias para utilização dos recursos naturais. Uma ficção distante dos enredos fantasiosos, segundo a autora, “com personagens tão humanos quanto eu e você”. 
FICHA TÉCNICA:Título: A Rainha Perdida
Autora: Ana Cristina Melo
Editora: Opala
ISBN:  9786599136900
Páginas: 368
Formato: 13,5 x 20,5 cm
Preço: R$ 49,90
Link de venda: https://bit.ly/2E0JrBT

Sobre a autora: "Minha carreira de escritora começou há 15 anos. O desejo de escrever ficção nasceu quando eu era apenas uma menina. Autora de livros infantis, juvenis e para o público adulto, me encanta criar universos onde eu posso metaforizar os problemas do nosso cotidiano, levando os leitores a refletirem e repensarem as verdades que estão enraizadas em nós. Por meio de meus livros, costumo trabalhar temáticas e gêneros que gosto de ler e que me acrescentam sempre uma nova reflexão. Já falei sobre inteligência artificial, viagem no tempo, fantasia, porém faltava um romance distópico. Mas eu não queria um enredo fantasioso, com personagens com superpoderes, ou enfrentando grandes obstáculos. Queria personagens tão humanos quanto eu e você, vivendo emoções e experiências que podem se encaixar na vida de muitas pessoas.   Espero que vocês entendam todas as entrelinhas de Aghaia. Ellena é um pouco de mim e de você, assim como Vick, Reed, Luke ou qualquer outro personagem dessa história.  
Site: http://www.editoraopala.com.br
Redes sociaisFacebook: EditoraOpala
Instagram: @editoraopala 
Compartilhe:

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Receba nossas novidades por e-mail (você receberá um email. Basta confirmar ):

Anuncie e Divulgue Conosco

Posts mais acessados da semana

COMUNIDADE INFLUXO

SONHOS FULGURANTES - ROBERTO MINADEO

CLUBE DO LIVRO UNIÃO

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

LIVRO DESTAQUE

FUTURO! - ROBERTO FIORI

SROMERO PUBLISHER

Leitores que passaram por aqui

Labels