Mostrando postagens com marcador A lenda do Vale Seco. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador A lenda do Vale Seco. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 13 de maio de 2020

Katia Simões Parente e o livro A lenda do vale seco, por Cida Simka e Sérgio Simka

Katia Simões Parente - Foto divulgação
Fale-nos sobre você.

Sou engenheira química e atuo na área ambiental há alguns anos. Sempre gostei muito de ler livros de suspense e ficção até que um dia arrisquei escrever uma narrativa, então saiu o livro Em busca da fotografia perfeita. Depois disso tomei gosto e não parei mais de escrever, publiquei A lenda do Vale Seco e outros contos que estão no wattpad.com. Fiz o curso de escrita criativa on-line do Tiago Novaes que ajudou muito com os contos e também a me observar como escritora, minhas falhas e pontos de melhoria que venho trabalhando a cada texto. 

ENTREVISTA:

Fale-nos sobre seus livros. O que a motivou a escrevê-los?

Em meu primeiro romance, Em busca da fotografia perfeita, a ideia surgiu enquanto eu estava fazendo um curso de fotografia. Não consegui fazer da fotografia uma profissão, mas me deu o impulso para começar a escrever. Na verdade coloquei no papel alguns sonhos, como ver a Aurora Boreal, que é a meta da protagonista Maria: tirar uma fotografia perfeita das luzes do Norte! 
Eu ainda não as vi, mas não desisti!
O segundo livro, A lenda do Vale Sedo, foi inspirado na rua onde cresci, no bairro da Vila Cruzeiro, zona sul de São Paulo. As casas eram sobrados e eu sempre observava o pôr do sol da janela do quarto, imaginando quantos lugares teriam além daqueles telhados para eu conhecer. Claro que as fantasias do livro são inspiradas em vontades que todos nós temos de ter poderes especiais.... 
Quanto aos contos, cada um teve um momento e um objetivo, mas sempre são ideias que surgem no cotidiano, observando a vida. A minha e a dos outros.

Como analisa a questão da leitura no país?

Acho que ainda há muito por fazer quanto à leitura no Brasil. Infelizmente não é um hábito comum, é muito raro ver alguém com um livro no metrô ou em outros lugares. Entretanto, com a facilidade dos e-books e das séries baseadas em livros, penso que tenha aumentado o número de pessoas interessadas pela leitura. 
Acredito que é muito importante o incentivo, colocar a leitura como algo divertido, que estimula a criatividade a ser usada no dia a dia. 
O medo de encarar um clássico ou textos difíceis espanta muita gente, portanto as narrativas mais fáceis devem ser um início e podem levar a um hábito.

O que tem lido ultimamente?

Apesar de curtir suspense e ficção, gosto muito de ler sobre misticismo e ciências em geral, um exemplo são os livros de Stephen Hawking. Também curto muito os livros de aventuras e viagens como Amyr Klink e outros como A incrível viagem de Shakleton, de Alfred Lansing. Apesar de não ser fã de filosofia, já me aventurei por Nietzsche.
Atualmente estou lendo O instituto, de Stephen King, e A sutil arte de ligar o foda-se, Mark Manson. Na fila está a Sala das Borboletas, de Lucinda Riley.

Que dica poderia fornecer a um escritor principiante?

Bom, sempre digo para ler muito, mesmo que seja na maioria de um gênero literário de que goste, mas tente diversificar o autor. Você pode ler muitos  romances policiais, mas escolha autores diferentes e de épocas diferentes. 
Ainda assim, também aconselho a ler gêneros diversificados, dos quais não gosta muito, pois esta prática irá melhorar vocabulário e pode contribuir para novas ideias.
E escrever. Sentar e escrever, mesmo que seja apenas um pensamento que lhe ocorreu no dia, mas escreva. Isso vai estimular a criatividade e fazer descobrir o próprio estilo.

Quais os seus próximos projetos?

Estou trabalhando na continuação do Em busca da fotografia perfeita e também em outro romance, uma ficção com um estilo um pouco diferente dos outros que escrevi e que se passa em São Paulo. Tenho também um projeto junto com alguns amigos escritores, cada um irá contribuir com alguns contos, acredito que fique pronto até o final deste ano.


CIDA SIMKA
É licenciada em Letras pelas Faculdades Integradas de Ribeirão Pires (FIRP). Autora, dentre outros, dos livros O enigma da velha casa (Editora Uirapuru, 2016), Prática de escrita: atividades para pensar e escrever (Wak Editora, 2019) e O enigma da biblioteca (Editora Verlidelas, 2020). Organizadora dos livros: Uma noite no castelo (Editora Selo Jovem, 2019), Contos para um mundo melhor (Editora Xeque-Matte, 2019), Aquela casa (Editora Verlidelas, 2020) e Um fantasma ronda o campus (Editora Verlidelas, 2020). Colunista da Revista Conexão Literatura.

SÉRGIO SIMKA
É professor universitário desde 1999. Autor de mais de seis dezenas de livros publicados nas áreas de gramática, literatura, produção textual, literatura infantil e infantojuvenil. Idealizou, com Cida Simka, a série Mistério, publicada pela Editora Uirapuru. Membro do Conselho Editorial da Editora Pumpkin e colunista da Revista Conexão Literatura. Seu mais novo livro se intitula Pedagogia do encantamento: por um ensino eficaz de escrita (Editora Mercado de Letras, 2020).
Compartilhe:

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Receba nossas novidades por e-mail (você receberá um email. Basta confirmar ):

Anuncie e Divulgue Conosco

Posts mais acessados da semana

COMUNIDADE INFLUXO

SONHOS FULGURANTES - ROBERTO MINADEO

CLUBE DO LIVRO UNIÃO

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

LIVRO DESTAQUE

FUTURO! - ROBERTO FIORI

SROMERO PUBLISHER

Leitores que passaram por aqui

Labels