Tirinhas do Snoopy foi uma das primeiras a ter representação racial

Conheça cinco curiosidades dos quadrinhos mais inteligentes e irônicas que impactaram gerações ganham livros colecionáveis em homenagem aos ...

Mostrando postagens com marcador Anjos Caídos. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Anjos Caídos. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Por que você deve reler (ou ler) Paraíso Perdido?




O maior poema épico da língua inglesa, Paraíso Perdido de John Milton, dividiu os críticos - mas sua influência na literatura inglesa fica atrás somente de Shakespeare, escreve Benjamin Ramm. 

Paraíso Perdido, de Milton, é raramente lido hoje em dia. Mas este poema épico continua a ser um trabalho de gênio, incomparável, que molda a literatura inglesa até hoje.

Em mais de 10.000 linhas de versos, ele conta a história da guerra no céu e da expulsão do homem do Jardim do Éden. Suas dezenas de seções, são uma tentativa ambiciosa de compreender a perda do paraíso - das perspectivas do anjo caído, Satanás, e do homem, afastado da graça de Deus. Mesmo para os leitores em uma era secular, o poema é uma poderosa meditação sobre a rebelião, anseio e o desejo de redenção.

Quando Milton começou a escrever Paraíso Perdido em 1658, ele estava de luto. Foi um ano de sofrimento, marcado pela morte de sua segunda esposa, homenageada em seu belo Soneto 23 , e do Lord Protector da Inglaterra, Oliver Cromwell, que precipitou a desintegração gradual da república. O Paraíso Perdido é uma tentativa de dar sentido a um mundo caído: "justificar os caminhos de Deus aos homens", e sem dúvida ao próprio Milton.

Mas esses aspectos biográficos não devem minimizar a centralidade da teologia para o poema. Uma razão pela qual Milton é menos lido agora é que seu léxico religioso - que tentava explicar um mundo "caído" - caiu do uso. Milton, o puritano, passou a vida envolvido em discussões teológicas sobre temas tão diversos como a tolerância, o divórcio e a salvação.

O poema começa com Satanás, o "Anjo Traidor", lançado no inferno depois de se rebelar contra seu criador, Deus. Recusando-se a submeter-se ao que ele chama de "a Tirania do Céu", Satanás procura vingança tentando no pecado a criação preciosa de Deus: o homem. Milton dá um vívido relato da "Primeira Desobediência do Homem" antes de oferecer um guia para a salvação.
Compartilhe:

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Posts mais acessados da semana

ANTOLOGIAS LITERÁRIAS

POEME-SE

CONHEÇA A REVISTA PROJETO AUTOESTIMA

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

LIVRO DESTAQUE

CEDRIK - ROBERTO FIORI

Leitores que passaram por aqui

Labels