O melhor conto: "Bliss", da escritora neozelandesa Katherine Mansfield - Por Ademir Pascale

Katherine Mansfield - Foto divulgação Por Ademir Pascale O conto "Bliss" da escritora neozelandesa Katherine Mansfield ...

Mostrando postagens com marcador Beatriz Picolo Gimenes. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Beatriz Picolo Gimenes. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2020

Beatriz Picolo Gimenes e seus livros, por Cida Simka e Sérgio Simka


Beatriz Picolo Gimenes - Foto divulgação
Fale-nos sobre você.

Sou Beatriz Picolo Gimenes, uma pessoa alegre e que agradece a vida diariamente!
Desde muito pequena, muitas questões indagavam a minha mente... Então, comecei a me interessar pelos estudos, por ser muito curiosa.
Na época, a criança ia para a escola com sete anos somente. Todavia, com a graça de uma vizinha muito amorosa, ensinava à tarde alfabetização para as crianças da redondeza e, com a dedicação dela, comecei a ler aos cinco anos e alguns meses.
O que eu mais gostava era de brincar, de casinha, de professora, mas nem por isso deixava de realizar minhas obrigações. Divertia-me em jogar dominó com a família aos domingos, no descanso da tarde. E lia muito! Desde os contos de fadas, a coleção Monteiro Lobato e depois autores consagrados, quando adolescente. 
Contudo, minha vocação era ser médica!  Assim, decidira-me a partir dos doze anos. Pesquisava nas aulas da disciplina de Ciências, encantava-me a Matemática, deliciava-me em Desenho e Artes, mas bom mesmo era quando “viajava pelo mundo” nas aulas de História e Geografia.
Como me casei cedo enquanto na graduação, optei para a formação em Matemática, conciliando com a maternidade. Era a segunda opção, porque eu, aos 16 anos e meio, havia feito um curso em Computação gratuito, por um concurso de um grupo empresarial francês e me encantei; no início de 1967, imagine! (Vou ficar por aqui...).
Posteriormente, vim a me formar em Psicologia, quando os filhos já adultos. No entanto, nesse entremeio, fiz alguns cursos de especialização como também, em saúde - terapia alternativa, e até um em nível de stricto sensu - o mestrado em Psicologia da Saúde. E não parei até hoje, pois próximo dos setenta anos encontro-me como “phd student” na Universidade Federal de São Paulo, sonho desde a adolescência.
Sonhar sim, mas realizar sempre... Passo a passo!

ENTREVISTA:

Fale-nos sobre os seus livros. O que a motivou a escrevê-los?



A motivação de elaborar livros foi meta desde a primeira graduação...
Pela leitura você descobre o mundo à sua volta e se descobre, porque “ler é brincar com a imaginação”... “Ler é turbinar a mente de novos pensamentos” que geram desejos, e, por sua vez, comportamentos e atitudes!
Meu primeiro livro foi criado pelo incentivo de uma amiga, dona de livraria, advindo do mestrado (GIMENES, 1995/ 2000). Daí, eu não parei mais.
Minha produção é modesta, cujo conteúdo é para pais e professores “mexerem com as mãos e o corpo”, fruto de pesquisas com crianças e adolescentes, mas em uma linguagem bem simples. Toda a venda que realizo, reverto para a OSC e OSCIP em que sou voluntária (Instituição Assistencial Meimei/SBC e Associação Brasileira de Brinquedotecas – ABBri/SP).
Tenho muita vivência em atividades lúdicas e artesanais, psicomotoras e em Brinquedoteca (GIMENES, 2007), produzindo como autora-colaboradora. Então, depois de um silêncio em que a vida me chamou para a família, veio outro livro nessa área (GIMENES; TEIXEIRA, 2011), que compartilhei com uma colega que vinha mostrando ideal semelhante, por ser jovem e podendo levar essa ideia para frente. Os demais, eu dei preferência em compartilhar como autora-colaboradora, pois adoro ser “link” entre as pessoas e sempre incentivando outros a escrever (GIMENES, 2011; GIMENES; GOMES, 2013a; GIMENES; GOMES, 2013b; GIMENES; TEIXEIRA, 2012 e 2018).
Recentemente, é que lancei uma coleção pessoal, sobre o brincar a partir do “brincante” - ele fazer a própria construção lúdica. É fruto de um projeto desde 2002, na OSC, pois, “a criança valoriza e brinca mais, com aquilo que ela faz para brincar”! (Ideias piagetianas – GIMENES, 2017 e 2019). Coleção “Fazer, jogar... Sentir e compreender”.
Outra coleção que estou realizando com uma colega que vive no exterior, é sobre Ludicidade, Saúde e Neurociências, que encerra histórias de vida de profissionais que brincaram na infância e trouxeram esse amor para a profissão, mas, não para aí... Pois cada um dos autores-colaboradores finda seu capítulo com um artigo científico, abordado na área em que ele atua, e nós, organizadoras, ilustramos ao final desse, com uma análise de uma das brincadeiras mencionada por ele, à luz da Neurociência. Está sensacional para ler e pesquisar, porque você obtém com a mesma pergunta sete respostas diferentes, por exemplo, podendo ler transversalmente, ou cada autor, ao longo de sua trajetória existencial. (GIMENES; PERONE, 2020). Coleção “Brincar e Saúde”.
Para as duas coleções editadas pela WAK, o próximo volume já está sendo estruturado; além da vinda de novos convites chegando para outras produções... Há ainda dois livros, cujos capítulos fiz com colegas, em e-book, sendo o primeiro gratuito, de 2018, e o outro está para ser lançado em 2020; em ambos estou como organizadora e coautora (GIMENES; RIBEIRO; DEPIANTE; MELO, 2018; GIMENES; LOPES; NAKANAMI, 2020).
Meu lema é o brincar – a ludicidade – como atenção primária a problemas orgânicos e psíquicos, focando a qualidade de vida!


Como analisa a questão da leitura no país?

O brasileiro é muito visual e cinestésico - gosta de ver e se movimentar, tocando nos objetos e pessoas, então devem os livros ter mais figuras do que leitura, provocando sensação de bem-estar. É o que tenho observado.  Porque ter concentração o “leitor em potencial” demonstra... Vive horas no celular!

O que tem lido atualmente?

Eu sempre estou lendo no mínimo de três a cinco livros no mesmo mês ou bimestralmente, no mínimo, sendo uns dois científicos sempre. Adoro diversificar... Um que há tempo deveria já ter lido e estou agora cumprindo o desejo, é “O Erro de Descartes: razão, emoção e o cérebro humano”, de Antonio R. Damásio, e recomendo. 

Quais os seus próximos projetos?

Meus próximos projetos são: lançar uma coleção em Educação e Ludicidade em 2021, mas o maior deles é findar minha pesquisa na área da saúde, que estou realizando na abordagem qualitativa, em que uno a Psicologia, a Ludicidade e o Interacionismo Simbólico, pois estou analisando como a pessoa se autossignifica no papel da “enfermeira que brinca” e fazer acontecer o nosso Simpósio Internacional BRINCAR, CUIDAR E EDUCAR, promovido pela ABBri  e o GEBrinq da UNIFESP, que acontecerá nos dias 22-24 de julho de 2020. Aceitando já inscrições e trabalhos que sairão no e-book do evento! www.simposioabbri.blogspot.com. Venham, brincantes...!

GIMENES, B. P. O jogo de regras nos jogos da vida: sua função psicopedagógica na sociabilidade e afetividade em pré-adolescentes. São Paulo: Vetor Psicopedagógica, 2000.
GIMENES, B. P. O brincar e a saúde mental. In: VIEGAS, D. Brinquedoteca Hospitalar: isto é humanização. 3. ed. Rio de Janeiro: WAK, 2020b. (Original 2007).
GIMENES, B. P.; TEIXEIRA, R. S. O. Brinquedoteca: manual em Educação e Saúde. São Paulo: Cortez, 2011.
GIMENES, B. P. Psicomotricidade e o brincar: conceitos e atividades lúdicas. In: ALMEIDA, M.T.P. (org.). O brincar e a brinquedoteca: possibilidades e experiências. Fotaleza, Ceará: Premius, 2011.
GIMENES, B. P.; TEIXEIRA, R. S. O. Brinquedoteca terapêutica. In: ASSUMPÇÃO Jr., F. B.; KUCZYINSKI, E. Tratado de Psiquiatria da Infância e da Adolescência. 2. ed. São Paulo: Atheneu, 2012.                   E também... 3 ed. 2017.
GIMENES, B. P.; GOMES, V. M. O pensamento matemático e a socialização da criança por meio de jogos de regras: aspectos multidisciplinar e lúdico dos jogos de percurso e do pega-varetas. In: ALMEIDA, M.T.P. (org.). O jogo, o brinquedo e a criança. Fortaleza, Ceará: Premius, 2013a.
GIMENES, B. P.; GOMES, V. M. O jogo lúdico entre bexigas, papel e pets na aprendizagem: capacitação de educadores para ensinar física e matemática brincando. In: ALMEIDA, M.T.P. (org.). O jogo e o lúdico: suas aplicações em diferentes contextos. Fortaleza, Ceará: Premius, 2013b.
GIMENES, B. P. Jogos e brinquedos multidisciplinares: sucatas, criatividade e brincar/jogar. Rio de Janeiro: WAK, 2017. v. 1 (Coleção Fazer, jogar... Sentir e compreender)
GIMENES, B. P. Jogos e brinquedos multidisciplinares para brinquedotecas: sucatas, criatividade e brincar/jogar. Rio de Janeiro: WAK, 2019. v. 2 (Coleção Fazer, jogar... Sentir e compreender)
GIMENES, B. P.; PERONE, R. Ludicidade, Saúde e Neurociências: visão contemporânea do brincar a partir de histórias de vida. Rio de Janeiro: WAK, 2020. v. 1. (Coleção Brincar e Saúde)
GIMENES, B. P.; RIBEIRO, C. A.; DEPIANTI, J. R. B.; MELO, L. L. Brincar com as mãos e com a imaginação: o significado do brincar recreacional para a criança hospitalizada em precaução pelo olhar da arte-terapia e da psicogenética. In: GIMENES, B. P. et al. (orgs.). Brincar: diálogos e discussões sobre o lúdico. São Paulo: Fontoura, 2018. E-book gratuito.
GIMENES, B. P.; LOPES, M. C. B.; NAKANAMI, R. C. O brincar da criança com deficiência visual: breve enfoque em atenção primária à visão subnormal. In: GIMENES, B. P. et al. (orgs.). Cultura híbrida lúdica: práticas inovadoras, 2020. E-book.  


CIDA SIMKA
É licenciada em Letras pelas Faculdades Integradas de Ribeirão Pires (FIRP). Autora, dentre outros, dos livros O enigma da velha casa (Editora Uirapuru, 2016), Prática de escrita: atividades para pensar e escrever (Wak Editora, 2019) e O enigma da biblioteca (Editora Verlidelas, 2020). Organizadora dos livros: Uma noite no castelo (Editora Selo Jovem, 2019), Contos para um mundo melhor (Editora Xeque-Matte, 2019), Aquela casa (Editora Verlidelas, 2020) e Um fantasma ronda o campus (Editora Verlidelas, 2020). Integrante do Núcleo de Escritores do Grande ABC e colunista da Revista Conexão Literatura.

SÉRGIO SIMKA
É professor universitário desde 1999. Autor de mais de seis dezenas de livros publicados nas áreas de gramática, literatura, produção textual, literatura infantil e infantojuvenil. Idealizou, com Cida Simka, a série Mistério, publicada pela Editora Uirapuru. Membro do Conselho Editorial da Editora Pumpkin, integrante do Núcleo de Escritores do Grande ABC e colunista da Revista Conexão Literatura.
Compartilhe:

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Posts mais acessados da semana

PARCEIRA AMAZON:

ANTOLOGIAS LITERÁRIAS

CONHEÇA A REVISTA PROJETO AUTOESTIMA

CONHEÇA A REVISTA PROJETO AUTOESTIMA
clique sobre a capa

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

LIVRO DESTAQUE

FUTURO! - ROBERTO FIORI

Leitores que passaram por aqui

Labels