Participe da antologia (e-book) POEMAS SOBRE A NATUREZA. Leia o edital

  Participe da antologia (e-book)  POEMAS  SOBRE A NATUREZA .  Leia o edital:  CLIQUE AQUI.

Mostrando postagens com marcador Bienal. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Bienal. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2022

A todo vapor: 26ª edição da Bienal Internacional do Livro de São Paulo já conta com 90% dos espaços vendidos e três patrocinadores confirmados

Foto divulgação

Até o momento, 110 empresas confirmaram a presença no evento, que
 acontece de 2 a 10 de julho de 2022 de maneira física e virtual

 

A 26ª edição da Bienal Internacional do Livro de São Paulo (BILSP) entra na reta final de preparativos, com 90% de espaços vendidos. Até o momento, o evento já conta com mais de 110 expositores confirmados. Empresas como Ciranda Cultural, Companhia das Letras, Melhoramentos, Girassol, Moderna, Livraria Loyola, Edições Loyola, Editora Record, Faro, Skeelo, Intrínseca e Sextante são apenas alguns exemplos daquelas que já aderiram.

 

Outra novidade é referente aos patrocinadores  até o momento, o maior evento literário da América Latina já tem três confirmados, a Aon Seguros, a BIC® e o Zap Imóveis.

 

Esta edição, realizada pela Câmara Brasileira do Livro (CBL) e organizada pela RX, acontece de 2 a 10 de julho de 2022. O local onde o público irá se encontrar para a grande festa do livro já está confirmado: o espaço Expo Center Norte. 

 

E em 2022, o evento será híbrido. O objetivo é democratizar o acesso às atividades realizadas nos espaços culturais. A transmissão dos principais conteúdos será ao vivo, decisão baseada no sucesso da 1ª Bienal Virtual do Livro de SP, realizada em 2020, que alcançou mais de 1.5 milhão de pessoas.  

 

“A ideia de transmitir algumas atrações é completamente alinhada com a missão da CBL de democratizar o acesso à leitura e à cultura. É uma honra levar momentos desta grande festa para além do eixo Rio-São Paulo”, declara Vitor Tavares, presidente da Câmara Brasileira do Livro. Vitor também fala sobre as expectativas de novas parcerias. “A Bienal está pronta para estreitar o relacionamento com patrocinadores interessados em trazer novas experiências para o mercado editorial e nossos visitantes. Queremos inovar em todos os sentidos!”, declara o presidente. 

 

Outro destaque desta edição é a escolha do convidado de honra. No ano em que o Brasil comemora o bicentenário de sua independência, Portugal será a nação homenageada. O país receberá uma área de 500m², onde serão realizadas diversas atividades culturais e de negócios. 

 

Um novo ponto de encontro

 

O espaço de eventos escolhido pela organização traz ainda mais conforto e segurança para a experiência. Agora, os visitantes têm acesso a quatro mil vagas de estacionamento, quatro opções de restaurantes e mais unidades de banheiros, totalmente reformados e acessíveis. Além disso, o acesso via transporte público ficou mais fácil: há proximidade com nove linhas de ônibus, uma linha de metrô e uma linha de trem. Outra questão importante é relacionada às regras sanitárias contra a Covid-19: a BILSP irá seguir as normas necessárias para garantir a segurança de todos os visitantes.

 

Claudio Della Nina, diretor-geral para a América Latina da RX, destaca que as expectativas da volta do evento físico são as melhores. “Estamos felizes com a realização da Bienal Internacional do Livro de São Paulo, pois entendemos a importância da interação dos expositores e visitantes apaixonados por livros, além do encontro presencial e seguro com outros profissionais do mercado para a realização de negócios”, conta.

 

Escolha das áreas

 

O sorteio e escolha das áreas dos expositores para a 26ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo começou ontem (1) e segue até quinta-feira (3), das 8h30 às 17h, na Reed Exhibitions Alcantara Machado, localizada na Rua Bela Cintra, na cidade de São Paulo. Durante o processo, será permitida a entrada de apenas dois representantes por empresa, mediante horário agendado. 

 

 

26ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo
2 a 10 de julho de 2022
Expo Center Norte, Rua José Bernardo Pinto, 333 | Vila Guilherme | São Paulo 

www.bienaldolivrosp.com.br 

Compartilhe:

sexta-feira, 29 de outubro de 2021

Brasileira lança obra derivada de Crepúsculo, na Bienal


Aos 50 anos, jornalista do subúrbio carioca, realiza o sonho de publicar fanfic escrita há 11 anos, durante gravidez tardia. “Presente gestacional!”, diz autora.

Este ano, a Bienal do Livro acontece no Riocentro, no Rio de Janeiro, entre os dias 3 e 12 de dezembro, seguindo o modelo híbrido de evento, por conta da pandemia. Segundo organizadores, as atividades serão 50% presenciais e 50% online. 

A edição 2021 da Bienal traz muitas novidades, lançamentos e estreantes no universo literário, como a jornalista Monica Marinho, que resolveu aceitar o convite da Editora Autografia e tirar da gaveta seu romance, após onze anos guardado. “Despertar - O Diário de Renesmee” é uma obra derivada da saga Crepúsculo, de Stephenie Meyer, e conta a sua versão da história de amor entre os personagens Jacob Black e Renesmee Cullen, a filha do casal mais fofo do mundo vampírico. 

“Era um sonho a publicação de um livro e nunca duvidei que pudesse realizá-lo, mesmo aos 50 anos. Na verdade não achei que essa história viraria livro, por se tratar de uma ‘fanfic’, mas descobri que a Lei 9.610, de 1998, ampara esse tipo de obra, que são denominadas como ‘derivadas’. Espero que o público curta essa aventura que está recheada de suspense, paixão, descobertas, revelações surpreendentes e um final arrebatador”.

Monica Marinho mora no subúrbio do Rio, é mãe de dois filhos e trabalha como jornalista freelancer. Ela conta que a história foi um “presente gestacional”, já que foi todo escrito durante a gravidez do seu segundo filho Mateus.

“A história simplesmente fluiu. Parecia estar pronta na minha cabeça. Durante a gravidez do meu primeiro filho eu senti o desejo de pintar quadro e na do segundo, de escrever. Bem louco, isso! Considero o Mateus co-autor de Despertar”.

O LIVRO

Título: “Despertar - O Diário de Reenesmee”

Autora: Monica Marinho

Páginas: 282

Capítulos: 70

Editora: Autografia

Lançamento: Dia 10/12, às 12h30, na Bienal do Livro, no estande da editora, onde serão sorteados alguns brindes.

Mais informações:

(21) 99396-2226

monica.m.mendonca@gmail.com

Compartilhe:

sábado, 3 de julho de 2021

Portugal é o país convidado de honra da 26ª edição da Bienal Internacional do Livro de São Paulo


Portugal é o país convidado de honra da 26ª edição da Bienal Internacional do Livro de São Paulo, que acontecerá de 2 a 10 de julho de 2022, ano em que o Brasil comemora o Bicentenário de sua Independência. O evento, que reúne players e autores nacionais e internacionais, editoras brasileiras e internacionais, livrarias e distribuidoras, é realizado pela Câmara Brasileira do Livro (CBL). 

O país homenageado receberá uma área específica onde serão realizadas diversas atividades culturais e de negócios. O objetivo é estreitar as relações e promover a cultura do convidado junto às mais de 600 mil pessoas que visitam a Bienal Internacional do Livro de São Paulo a cada edição.

 

O presidente da CBL, Vitor Tavares, detalha que entre os países falantes da Língua Portuguesa, aquele com o qual o Brasil possui um dos mais fortes intercâmbios é Portugal. Isso acontece não somente graças à proximidade consular, mas, também, devido às frutíferas relações comerciais. "Além da língua e da cultura, muitos aspectos nos unem e estimulam uma relação bilateral proveitosa, baseada na admiração mútua", assegura.

 

Segundo dados da plataforma de estatísticas International Trade Centre (disponível em: www.trademap.org), o Brasil encontra-se no 7º lugar da lista de origem das importações de livros, brochuras e outros produtos impressos, totalizando 1,547 milhão de dólares em transações em 2019.

 

O ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros de Portugal, Augusto Santos Silva, declarou em encontro com o ministro das Relações Externas do Brasil, Carlos França, que 2022 será um ano muito importante para o aprofundamento das relações bilaterais entre Portugal e o Brasil: "lançaremos a sétima cátedra de estudos portugueses no Brasil, e fomos convidados para sermos o país-tema da próxima Bienal Internacional do Livro de São Paulo, tivemos muito gosto nesse convite, e já transmitimos a nossa aceitação”. O país ibérico também fará parte das comemorações do bicentenário da Independência brasileira.

Compartilhe:

quinta-feira, 3 de dezembro de 2020

Vem aí a Bienal Virtual de São Paulo 2020


Esse ano a aglomeração será virtual e a The Gift Box convida você a se inscrever e prestigiar esse maravilhoso evento que acontece de 7 a 13 de dezembro


Neste ano devido pandemia do COVID-19, não teve a Bienal Internacional do Livro de São Paulo presencial, mas acontecerá a primeira Bienal Virtual do Livro de São Paulo, entre os dias 7 a 13 de dezembro, pela primeira vez em formato digital e com uma experiência totalmente imersiva em um espaço virtual e claro que a The Gift Box estará presente nesse evento imperdível.

Com o tema Conectando Pessoas, a Bienal acontecerá pelo portal www.bienalvirtualsp.org.br, que dará acesso gratuito a toda a programação e novidades do mercado editorial, reunindo mais de 100 expositores e 330 autores confirmados, proporcionando ao público uma grade intensa de programação e venda de livros, além de rodadas de negócios.

Na segurança de suas casas o público terá à disposição um ambiente virtual totalmente preparado para que os internautas possam assistir a todas as palestras por mais tempo e, para ter acesso aos debates, basta fazer a sua inscrição.

Além das lives e palestras, todos os leitores cadastrados terão acesso às lojas virtuais de cada editora participante, como a The Gift Box, Rocco, Arqueiro, Intrínseca, Panini e outras. A The Gift vai oferecer ao público os seus recentes lançamentos, além de promoções para o catálogo de 2019/20 com preços diferenciados e frete grátis.

No dia 11, às 19h, a diretora editorial da The Gift Box, Anastácia Cabo, fará uma palestra incrível sobre o ano de 2020 e seus desafios. Inscrevam-se e participem!

Serviço:

1ª Bienal Virtual do Livro de São Paulo

7 a 13 de dezembro de 2020

Informações e inscrições: https://www.bienalvirtualsp.org.br

Programação pelo www.bienalvirtualsp.org.br ou pelas redes sociais:

Instagram: https://www.instagram.com/bienaldolivrosp/

Facebook: https://www.facebook.com/Bienaldolivrosp

Twitter: https://twitter.com/bienaldolivrosp.

 

Palestra: 2020 o Ano dos Desafios

Data: 11 de dezembro

Horário: 19h

Palestrante: Anastácia Cabo – diretora editorial da The Gift Box

Compartilhe:

sábado, 4 de agosto de 2018

Escritor paulistano apresenta a história da sociedade brasileira em suas obras


O escritor paulistano e empresário Virgílio Pedro Rigonatti participará da 25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo, que neste ano acontece entre os dias 03 e 12 de agosto. O autor estará presente em todos os dias da Feira, na área dos autores independentes (E100N), no qual contará um pouco sobre sua carreira e sobre seu livros Cravo Vermelho, Maria Clara – A Filha do Coronel e sobre a continuação, que será lançada em breve, Maria Clara – A Conquista de Um Lugar ao Sol.

Em seu último livro Cravo Vermelho, Virgílio detalha com maestria a década de 60, pelos olhos de seu alter ego, Pedrina. O autor descreve a Ditadura Militar Brasileira, principalmente 1968 – considerado o ano mais pesado da Ditadura Militar no Brasil, e também revela os acontecimentos do mundo na época mais tensa da disputa entre o comunismo e capitalismo.

Já em Maria Clara – A Filha do Coronel, livro que mistura biografia e ficção, o autor conta a encantadora história de sua mãe Maria Clara, que sempre levou a vida de maneira inspiradora e positiva. A obra, que se passa no final do século XIX e início do século XX, apresenta a sociedade brasileira no auge da produção agrícola cafeeira, que se encontrava em constante transformações devido aos inúmeros imigrantes que desembarcavam no país.

Agenda:
Virgílio Rigonatti na 25ª Bienal Internacional do Livro
Data: de 03 à 12 de agosto
Local: Área dos autores independentes (E100N)

Sinopse Cravo Vermelho: Pedrina conhece Valério, um menino de olhar triste, nos bancos do ginásio. Logo surge entre eles uma grande afinidade. Pedrina descobre os livros e, na sua voracidade por saber e entender o mundo, guia o colega por meio de estudos e leituras, ao mesmo tempo que tenta desvendar o mistério que ronda aquele tímido rapaz. Sensibilizada pelos conflitos de Valério e encantada por sua beleza, apaixona-se. Mas vive um amor platônico, sem coragem de se declarar, por medo de perder o amigo. Cravo Vermelho é um retrato da sociedade e dos acontecimentos dos anos 1960 no Brasil e no mundo. Transita pela inquietação da juventude em busca de novos caminhos, pelo embate ideológico entre direita e esquerda, pelo comodismo de grande parcela de nosso povo, ao mesmo tempo em que revela uma história de amor comovente entre jovens que buscavam seu lugar naqueles tempos conflituosos e de esperança.

Sinopse Maria Clara – A Filha do Coronel: "São Paulo, final do século XIX e início do século XX. A agricultura cafeeira estava no auge e a sociedade brasileira se encontrava em constante transformação com a imigração. As formas de governo eram marcadas pelo poder regional dos coronéis, que mantinham o domínio econômico em aliança com o poder espiritual da Igreja. É neste contexto que o coronel Lucas Vasco governa a cidade de Arari com pulso firme e pouco espaço para diálogo. De sua relação com uma das amantes nasce Maria Clara, uma menina alegre e otimista, apesar de todas as adversidades da vida. É ela quem protagoniza esta história que, além de ensinar muito sobre superação e força de vontade, mostra-nos como era o Brasil naquela época. Conheça a trajetória de uma mulher de muita força e perseverança com este livro de Virgilio Pedro Rigonatti − e veja como é possível aprender muito com histórias aparentemente cotidianas, mas que ajudaram a moldar a sociedade brasileira."   



Sobre o autor: Nascido em 22 de março de 1948, no bairro de Vila Anastácio, na cidade de São Paulo, Virgilio Pedro Rigonatti começou a escrever aos 60 anos. Desde sempre o contador oral das riquíssimas histórias da família, descobriu um prazer imenso em escrever ao registrar em um blog a trajetória do clã. Após lançar seu primeiro livro, Maria Clara, a Filha do Coronel, pela Editora Gente, romance baseado na vida de sua mãe, decidiu fundar a sua própria editora, a Lereprazer, cujo título de estreia é este Cravo Vermelho. Atualmente, Virgilio prepara o lançamento da sequência de Maria Clara e trabalha em um novo romance.
Compartilhe:

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Posts mais acessados da semana

CONHEÇA A REVISTA PROJETO AUTOESTIMA

CONHEÇA A REVISTA PROJETO AUTOESTIMA
clique sobre a capa

DO INCISIVO AO CANINO - BERT JR.

MAFRA EDITIONS

ANTOLOGIAS LITERÁRIAS

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

DIVULGUE O SEU LIVRO

FUTURO! - ROBERTO FIORI

Leitores que passaram por aqui

Labels