Tirinhas do Snoopy foi uma das primeiras a ter representação racial

Conheça cinco curiosidades dos quadrinhos mais inteligentes e irônicas que impactaram gerações ganham livros colecionáveis em homenagem aos ...

Mostrando postagens com marcador Camila Carrossine. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Camila Carrossine. Mostrar todas as postagens

sábado, 11 de agosto de 2018

 O trabalho como ilustradora de Camila Carrossine, por Sérgio Simka e Cida Simka


Fale-nos sobre você.

Me chamo Camila Carrossine e moro em São Paulo.
Sou diretora de Arte e ilustradora.
Desenho desde pequena e, depois de muita dúvida, escolhi estudar Artes. Me formei em bacharelado em Artes Plásticas e fiz pós-graduação em Direção de Arte.
Divido meu tempo entre projetos de animação e ilustração.

ENTREVISTA:

Fale-nos sobre os livros que ilustra.

Os livros que ilustro são minhas histórias. Mesmo quando o texto não é meu, eu assimilo aquilo como meu, me aproprio… e na narrativa visual que crio sempre tento colocar a minha interpretação daquela história.
Assim, a ilustração não serve como muleta para o texto e sim soma-se a ele e se transforma em algo novo, único.

Fale-nos sobre seu processo de criação.

Quando recebo um texto pra ilustrar, primeiro leio bastante. Acredito que devo ser leitora antes de ser ilustradora. Leio muitas vezes o texto e começo a fazer pequenas anotações das ideias visuais que vão surgindo no decorrer dessa leitura.
O passo seguinte é fazer os esboços do livro todo e montar um boneco. Depois desenho tudo de novo, corrijo proporções, melhoro a composição da imagem, acrescento detalhes.
Passo para as cores e texturas. Escolho uma paleta de cores, essa escolha é muito importante, pois as cores transmitem sensações e ditam o tom do livro – mais nostálgico, melancólico, frenético ou engraçado…
Uso diversos materiais, lápis de cor, aquarela, tinta acrílica, mas geralmente meu processo se inicia com lápis grafite e papel, depois vou para o computador para colorir.
Finalizadas as ilustrações o livro vai para a gráfica e todos ficam ansiosos para ver o livro pronto e pelo dia do lançamento.

Fale-nos sobre seu trabalho como ilustradora. Quantos livros já ilustrou? Quem quiser conhecer seu trabalho como deve proceder?


O trabalho como ilustradora é muito prazeroso, amo o que faço. Quando desenho, entro em um mundo só meu onde tudo é possível.
Já ilustrei mais de 30 livros publicados e quem quiser conhecer mais sobre o meu trabalho pode visitar meu site: www.camilacarrossine.com.

Como analisa a questão da leitura no país?

Nossos livros (especialmente os infantis, que é a área com a qual estou mais familiarizada) são conhecidos no mundo inteiro, traduzidos para muitos países e fazem bonito quando comparados aos livros de países tradicionais como Inglaterra ou França. Esse crescimento se deu graças aos escritores e artistas talentosos que temos e também devido aos investimentos do governo nas últimas duas décadas.
Mas faz uns três anos que estamos vivendo uma fase complicada do mercado editorial no país. Com editoras e livrarias fechando e editais de literatura reduzidos ou cancelados,  a quantidade de livros publicados vem diminuindo bastante. Isso certamente influenciará negativamente na quantidade de leitores do Brasil. Especialmente dos leitores que não estão nas grandes cidades.

O que tem lido ultimamente?

Sou bastante eclética e gosto de ler mais de um livro por vez, dependendo de como estou me sentindo naquele dia escolho um livro ou outro. Acabei de ler “Sono" do Murakami e no momento estou lendo dois – “Minha vida na França” de Julia Child e “Cem anos de solidão” de Gabriel García Márquez.

Quais os seus próximos projetos?

Em animação estamos para começar a pré-produção do nosso primeiro longa-metragem “Mundo Proibido” e em ilustração, estou finalizando um livro sobre paternidade que será lançado nesse ano próximo ao Dia dos Pais.


*Sérgio Simka é professor universitário desde 1999. Autor de cinco dezenas de livros publicados nas áreas de gramática, literatura, produção textual, literatura infantil e infantojuvenil. Idealizou, com Cida Simka, a coleção Mistério, publicada pela Editora Uirapuru. Membro do Conselho Editorial da Editora Pumpkin.

Cida Simka é licenciada em Letras pelas Faculdades Integradas de Ribeirão Pires (FIRP). Coautora do livro Ética como substantivo concreto (Wak, 2014) e autora dos livros O acordo ortográfico da língua portuguesa na prática (Wak, 2016), O enigma da velha casa (Uirapuru, 2016) e “Nóis sabe português” (Wak, 2017).
Compartilhe:

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Posts mais acessados da semana

ANTOLOGIAS LITERÁRIAS

POEME-SE

CONHEÇA A REVISTA PROJETO AUTOESTIMA

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

LIVRO DESTAQUE

CEDRIK - ROBERTO FIORI

Leitores que passaram por aqui

Labels