Tirinhas do Snoopy foi uma das primeiras a ter representação racial

Conheça cinco curiosidades dos quadrinhos mais inteligentes e irônicas que impactaram gerações ganham livros colecionáveis em homenagem aos ...

Mostrando postagens com marcador Deixe-me tentar. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Deixe-me tentar. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 27 de janeiro de 2021

ENTREVISTA: Nathasha Chrysthie e o livro Deixe-me tentar, por Cida Simka e Sérgio Simka


Fale-nos sobre você.

    
Eu sou carioca, tenho 27 anos e sou escorpiana. Profissionalmente, gosto de trabalhar com tudo o que envolve escrita e linguagem. Sou escritora, poeta, professora de português e redação, revisora e produtora editorial - hoje ocupando esse cargo na Coordenação de Publicações da FGV Direito Rio. Sou graduada em Letras - Português e Literaturas pela UFRJ e pós-graduada em Educação Especial com Ênfase em Transtornos Globais do Desenvolvimento pela Unopar. Sou messiânica e realmente acredito na arte como uma forma de elevação espiritual, o que faz da minha escrita uma nobre missão: a de levar o belo ao maior número de pessoas através da literatura.

ENTREVISTA:

Fale-nos sobre o livro "Deixe-me Tentar". O que a levou a escrevê-lo?


Eu havia acabado de concluir a graduação e o estágio, em que tive a oportunidade de atuar como auxiliar das professoras. Somado a isso, algumas experiência anteriores me despertaram o desejo de escrever sobre uma professora ligada a alfabetização e educação especial. Em pesquisas relacionadas e durante o estágio, me deparei com a situação da depressão docente e, como eu mesma tinha tido esse diagnóstico anos antes, decidi explorar o tema também. Nesse período, conheci a plataforma Wattpad e o grupo Leituras Viciantes, que me deu apoio para iniciar a publicação do livro por lá no formato de novela, capítulo a capítulo. Sem a menor pretensão, fui ganhando leitores que acompanhavam a publicação e me davam gás para mergulhar fundo na escrita. Os comentários e relatos dos leitores me emocionavam e contribuíram muito para o processo de escrita, pois me levava a buscar mais conhecimento para a composição dos personagens. O livro foi um sucesso inesperado e atingiu mais de 100.000 visualizações no Wattpad. O meu amor por essa história tão especial e os pedidos incessantes dos leitores me levaram a procurar por uma editora para a publicação do livro físico e nem acredito que esse sonho se tornou realidade. O livro está disponível no site da Editora Selo Jovem e o lançamento oficial foi no dia 12/12/2020, em um Webinar on-line.

Fale-nos sobre seus outros livros.

Meu primeiro livro foi publicado em 2017 pela Editora Multifoco, intitulado Sussurros de Minh`Alma. É uma coletânea de poemas mais um conto, "Alice na Terra", com o qual fui vencedora em 1º lugar do Concurso FIC de Jovens Artistas do Rio de Janeiro, no mesmo ano. Em 2018, publiquei o meu primeiro romance, Te Prometo o Céu, pela Editora Katzen. Em seguida, publiquei os livros Deixe-me Tentar e Não é Tarde Demais no Wattpad, este último agora disponível na Amazon. No momento, tenho dois outros livros em andamento na plataforma Wattpad, são eles: Quem Manda no Amor e Aquela Marca de Batom, um romance e uma novela, respectivamente. Em dezembro, além da publicação do livro físico Deixe-me Tentar, ainda houve uma novidade que foi direto para a Amazon, o drama A Mulher Silenciada. Também sou autora integrante do Conte Histórias, que lançou sua primeira antologia, Dez Dedos de Prosa, no final do ano passado, da qual participei com o conto "Fome de quê?"; e do Leituras Viciantes, que promoveu a coletânea Os Sete Capitais em 2019, em que costa o meu conto "A Salvaguarda dos Inocentes", o qual pretendo transformar em um livro individual do tipo thriller.

Como analisa a questão da leitura no país?

Após o meu estágio com alunos do ensino médio da rede estadual — e também ao entrar no mundo do Wattpad e Amazon —, percebi que estava subestimando os leitores contemporâneos, me deixando levar pela afirmativa "o jovem de hoje em dia não lê". Realmente, não são tantas pessoas que têm acesso a livros físicos e não observamos mais várias delas andando por aí com livros debaixo do braço, mas isso não quer dizer necessariamente que elas não estão lendo. O cenário mudou e o formato digital tornou a leitura muito mais acessível para pessoas impossibilitadas de consumir livros físicos. Ainda assim, sou uma defensora de que a leitura deve ser cada vez mais influenciada e promovida como um hábito saudável, como maneira de formar seres pensantes e questionadores, mas sem preconceitos literários e sempre apoiando a diversidade na literatura.

O que tem lido ultimamente?

Gosto sempre de misturar gêneros e ler mais de um livro ao mesmo tempo. No momento, estou lendo Coroa em Chamas, o 3º livro da distopia A Resistência, da autora Cris Silva, no Wattpad; Homem de Giz, de C. J. Tudor; Feliz Ano Novo, do Rubem Fonseca; e Briget Jones - Mad About the Boy, da Helen Fielding. E sempre há uma fila de espera interminável.  

Uma pergunta que não fizemos e que gostaria de responder.

Todos que produzimos arte temos nossos mestres, aqueles que nos inspiram. Minha admiração por Shakespeare, Clarice Lispector, Carlos Drummond de Andrade, Cecília Meireles, Machado de Assis, Sidney Sheldon, Colleen Hoover, Meg Cabot, J. K. Rowling, Mário de Andrade, Goethe e Rupi Kaur, por exemplo, vai além da leitura, mas se torna parte do que eu produzo em uma busca constante de me aproximar, nem que seja um pouquinho, dessas pessoas geniais.  

Redes Sociais
Instagram: @autoranathasha
Facebook: Nathasha Chrysthie Martins
Wattpad: @nathashachrysthiemar

Link para o livro:
http://www.selojovem.com.br/pd-7e6864-deixe-me-tentar.html?ct=449b2&p=1&s=1


CIDA SIMKA
É licenciada em Letras pelas Faculdades Integradas de Ribeirão Pires (FIRP). Autora, dentre outros, dos livros O enigma da velha casa (Editora Uirapuru, 2016), Prática de escrita: atividades para pensar e escrever (Wak Editora, 2019), O enigma da biblioteca (Editora Verlidelas, 2020) e Horror na biblioteca (Editora Verlidelas, 2021). Organizadora dos livros Uma noite no castelo (Editora Selo Jovem, 2019), Contos para um mundo melhor (Editora Xeque-Matte, 2019), Aquela casa (Editora Verlidelas, 2020) e Um fantasma ronda o campus (Editora Verlidelas, 2020). Colunista da revista Conexão Literatura.

SÉRGIO SIMKA
É professor universitário desde 1999. Autor de mais de seis dezenas de livros publicados nas áreas de gramática, literatura, produção textual, literatura infantil e infantojuvenil. Idealizou, com Cida Simka, a série Mistério, publicada pela editora Uirapuru. Membro do conselho editorial da Editora Pumpkin e colunista da revista Conexão Literatura. Seu mais novo livro infantojuvenil se intitula Horror na biblioteca (Editora Verlidelas, 2021).

Compartilhe:

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Posts mais acessados da semana

ANTOLOGIAS LITERÁRIAS

POEME-SE

CONHEÇA A REVISTA PROJETO AUTOESTIMA

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

LIVRO DESTAQUE

CEDRIK - ROBERTO FIORI

Leitores que passaram por aqui

Labels